Foi retirado da pauta do pleno do TJ – TO (Tribunal de Justiça) desta quita-feira, o julgamento dos 25% dos servidores públicos estaduais. Com o pleno lotado por servidores com camisas expondo a mensagem, a desembargadora Ângela Prudente, informou que o item saía de pauta devido ter sido informada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) que ainda corria no Supremo Tribunal Federal (STF), recursos referentes ao processo, ainda não julgados.

A desembargadora, que é relatora do processo, então assegurou que irá se informar acerca do andamento desses recursos no STF, ainda em trâmite, e que posteriormente retornará ao caso.

Por fim, a relatora e o presidente do pleno afirmaram que os servidores serão informados de nova data. Os servidores aplaudiram e se retiraram do local.