A pandemia e o consequente isolamento social fizeram 81,9% dos consumidores fluminenses darem prioridades aos estabelecimentos de bairro na hora da compra. Os dados constam de pesquisa apresentada hoje pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ).

Ainda de acordo com o levantamento, 82,2% dos consumidores que optaram pelos comércios de bairro, pretendem continuar a comprar nesse tipo de estabelecimento depois do fim da pandemia e das medidas de isolamento social.

 “A pandemia praticamente obrigou os consumidores a olharem para os estabelecimentos comerciais do seu bairro, uma vez que o isolamento social fez com que permanecêssemos por mais tempo nas nossas casas. Dessa forma, passamos a consumir em estabelecimento em que não consumíamos antes”, disse me nota João Gomes, diretor do IFec RJ.

O estudo apontou ainda que 52,6% dos consumidores do Estado do Rio acreditam que seus gastos aumentaram em junho, na comparação com maio, enquanto para 31% não houve variação e 16,4% acreditam terem gastado menos.

A pesquisa apontou também que 81,8% dos consumidores fluminenses realizam compras pela internet. Do total de moradores do Estado, 11,3% passaram a fazer compras pela internet por causa do isolamento social, 22,6% afirmaram que as compras online aumentaram durante a quarentena, 22,1% disseram que as compras pela internet se mantêm no mesmo nível e 25,8% passaram a comprar menos pela internet.