A Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara) divulgou nota nesta terça-feira, 05, para mostrar seu “descontentamento” e “revolta”, com a decisão da Assembleia Legislativa do Tocantins de reduzir em R$ 45 milhões, esse valor era previsto para o investimento na duplicação do trecho da TO – 222, que lida a cidade de Araguaína ao setor Novo Horizonte. E na nota, exige a destinação prevista inicialmente: R$ 86,5 milhões. O recurso é do empréstimos de R$ 453 milhões junto à Caixa Econômica Federal, pleiteado pelo Governo do Estado.

A informação é de que a classe produtiva espera “no mínimo”, que os deputados da cidade e outros que tiveram expressiva votação em Araguaína sejam duros e persistentes no requerimento elaborado para questionar o “remanejamento” do recurso e o retorno dos R$ 86,5 milhões integrais para votação da Assembleia.

Em nota a Aciara defende que a TO – 222 é uma das principais rodovias da região norte do Tocantins, pois liga o o estado ao Maranhão e Pará. Outro ponto de destaque, segundo a associação, é que o trecho onde está prevista a duplicação tem um grande potencial econômico, pois já conta com um campus de uma faculdade, e ainda terá um parque de exposições, loteamentos, centros logísticos de uma distribuidora de bebidas e supermercado.

“Por isso, é inegável a importância da obra para o desenvolvimento da região. Mais uma vez, a Aciara convoca os deputados a honrar os votos de confiança que receberam da população araguainense e, assim, lutar até o fim pela manutenção do recurso para a duplicação da TO-222”, conclui a associação araguainense.

Confira a íntegra da nota da Associação Comercial e Industrial de Araguaína:

Nota sobre os recursos para a duplicação da TO-222

A Associação Comercial e Industrial de Araguaína – ACIARA manifesta profundo descontentamento e revolta com a decisão da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Tocantins que retirou R$ 45 milhões do recurso total de R$ 86,5 milhões previstos para a duplicação da TO-222, no trecho entre Araguaína e o distrito de Novo Horizonte.

Em nome da classe produtiva de Araguaína e de toda a sociedade, a ACIARA espera, no mínimo, que os deputados da cidade, e outros mais que aqui fizeram campanha e tiveram votação expressiva, sejam duros e persistentes no requerimento elaborado para questionar o “remanejamento” do recurso e o retorno dos R$ 86,5 milhões integrais para votação da Assembleia.

É inaceitável que a segunda maior cidade do estado e Capital Econômica do Tocantins seja desprestigiada de tal forma, uma vez que o próprio município, há anos, batalha para conseguir recursos de origem estadual, seja do Executivo ou emendas do Legislativo.

A TO-222 é uma das principais rodovias estaduais da região norte, por onde circulam milhares de pessoas e mercadorias todos os meses, gerando emprego, renda e arrecadação para os cofres públicos. A ligação com os estados do Pará e Maranhão por meio da rodovia também é outro importante fator que sinaliza a necessidade de duplicação e investimentos em sinalização.

A região onde está prevista a obra também avança do ponto de vista estrutural, abrigando, hoje, um campus de uma faculdade, uma área onde está previsto o novo parque de exposições da cidade, loteamentos, centros logísticos de uma distribuidora de bebidas e supermercado, entre outros empreendimentos.

Por isso, é inegável a importância da obra para o desenvolvimento da região. Mais uma vez, a ACIARA convoca os deputados a honrar os votos de confiança que receberam da população araguainense e, assim, lutar até o fim pela manutenção do recurso para a duplicação da TO-222.”