Um acidente com um ultraleve matou uma pessoa e feriu outra, na tarde do último domingo (20),  na zona rural de Palmas. De acordo com a Polícia Militar (PM), a aeronave caiu a cerca de 100 metros de uma pista de pouso particular em um local conhecido como Sítio Flyer. A propriedade fica às margens da TO-050, entre Palmas e Lajeado.

O ultraleve estava sendo pilotado por Paulo Sérgio de Sousa. Ele estava acompanhado do advogado José Simone Nastari. Mesmo ferido, o piloto conseguiu se afastar da aeronave e sobreviveu. Já o passageiro ficou preso às ferragens e acabou morrendo carbozinado depois que o avião pegou fogo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu Paulo Sérgio e encaminhou o homem para o Hospital Geral de Palmas (HGP).

Assim que os bombeiros apagaram as chamas, o corpo de José Simone foi resgatado e levado para o Instituto Médico Legal (IML) da capital.

De acordo com a superintendência da Infraero no Tocantins, o Sítio Flyer é usado por vários aeroclubes e como não possui homologação, não opera com planos de voo.

A queda do ultraleve foi registrada por um cinegrafista amador. Nas imagens, é possível ver o momento em que o piloto faz uma manobra para aterrissar o avião. Descontrolada, a aeronave cai em meio às árvores que ficam ao lado da pista de pouso.