O advogado criminalista Walter Ata Rodrigues Bitencourt morreu na terça-feira, 20, aos 93 anos, vítima de parada respiratória na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Dom Orione, em Araguaína, após realizar uma cirurgia de intestino.

Walter era natual de São Luís e foi um dos pioneiros em Araguaína, chegando na região em 1957. Bitencourt também foi vereador na década de 80.

Ele deixa quatro filhos, a esposa, familiares e amigos.

Em nota de pesar, o prefeito Wagner Rodrigues lamentou a perda e disse que Walter contribuiu muito “para o desenvolvimento local”. Confira a nota na íntegra:

Nota de Pesar – Prefeitura de Araguaína

 É com imenso pesar que a Prefeitura de Araguaína recebe a notícia do falecimento do estimado advogado criminalista Walter Ata Rodrigues Bitencourt nesta terça-feira, 20, em Araguaína, aos 93 anos, vítima de uma parada respiratória na UTI (unidade de tratamento intensivo) do Hospital Dom Orione, após passar por uma cirurgia no intestino.

Natural de São Luís (MA), Walter Ata Bitencourt foi um dos pioneiros de Araguaína, chegando na região do futuro Estado do Tocantins em 1957. Além de grande profissional da advocacia, também foi vereador na cidade na década de 80, contribuindo para o desenvolvimento local. Walter deixa quatro filhos e esposa.

Nossos sinceros sentimentos a todos os familiares e amigos, que Deus possa confortar e dar forças neste momento de dor.

Wagner Rodrigues Barros

Prefeito de Araguaína