O prefeito de Talismã, Diogo Borges, foi eleito por aclamação presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) para o biênio 2021-2022. Diogo foi eleito na segunda-feira, 18, no auditório da ATM, em Palmas. Sua posse está prevista para ocorrer dia 26 de fevereiro, na Capital.

A chapa “União Municipalista”, encabeçada por Diogo Borges, foi a única protocolada na comissão eleitoral do último dia 04 deste mês, ocasionando assim a aclamação. As eleições gerais da entidade foram realizadas por meio de Assembleia Geral Extraordinária.

Após ser eleito, Diogo Borges afirmou que sua gestão será baseada na união, independência e participação. “Queremos trabalhar para os municípios e seus representantes, buscando a autonomia e independência da ATM perante os governos e instituições. Vamos defender os municípios acima de quaisquer circunstâncias”, enfatizou.

Jairo Mariano, atual presidente, ficará no cargo até o final de fevereiro. Diogo Borges será o 13° prefeito a presidir a ATM em 31 anos de história.

Chapa União Municipalista

A chapa intitulada “União Municipalista” tem o prefeito de Talismã como candidato a presidente, e os prefeitos Jocélio Nobre (Pequizeiro) e Itamar Barrachini (Santa Maria do Tocantins) como candidatos a vice-presidentes. O prefeito Moacir de Oliveira (Rio dos Bois) e Paulo Roberto (Taguatinga) serão diretores administrativos, os prefeitos Adriano de Moraes (São Sebastião do Tocantins) e Adriano Ribeiro (Barrolândia) serão diretores financeiros. Outros 16 prefeitos e prefeitas estão distribuídos dentro do quadro de conselheiros Deliberativo e Fiscal, bem como dos quadros de suplentes.

Diogo Borges

Diogo Borges de Araújo Costa foi reeleito em Talismã, com a segunda maior votação proporcional nas eleições municipais de 2020 no Tocantins.  Natural de Porangatu, Goiás, Diogo é formado em História pela Universidade Estadual de Goias – UEG. Na gestão 2009/2012 foi nomeado Secretário de Administração do Município. Atualmente é vice-presidente da ATM.

Associação Tocantinense de Municípios (ATM)

A Associação conta, atualmente, com cerca de 120 municípios filiados, e atua há mais de 30 anos em defesa dos municípios e suas populações, buscando fortalecer as capacidades administrativas, culturais, econômicas e sociais das comunidades locais.