A  vereadora e presidente da Câmara de Palmas, Janad Valcari (PODE), os vereadores Folha (Patriota), Joatan de Jesus (Cidadania), e Daniel Nascimento (Republicanos), se reuniram virtualmente com a superintendente do Banco do Brasil, Natalia Parente Araújo, e outros diretores que representaram a região norte para discutir sobre o fechamento da agência do Jardim Aureny III, bairro da região sul da Capital. Conforme informações, ficou definido que os representantes irão realizar um novo estudo a respeito do fechamento da unidade e apresentar a decisão aos parlamentares.

 Na reunião, os vereadores abordaram sobre a dificuldade dos moradores da região para se deslocarem para outra agência bancária, já que esta é a única no bairro, que é o mais populoso de Palmas.

Para os vereadores, não é viável o fechamento da unidade, já que os correntistas seriam transferidos para a agência de Taquaralto, que já é motivo de queixas de lotação da população, além de outros problemas de locomoção que os moradores enfrentariam para conseguirem resolver questões bancárias.

O vereador Joatan usou a tribuna da Câmara no dia 20 de abril para se posicionar contra o fechamento. “Muitos idosos usam aquela agência, muitos se deslocam de casa a pé. Fechar as portas vai causar inúmeros transtornos na nossa população”, argumentou na ocasião, em que também pediu apoio dos companheiros da Casa, além de deputados estaduais e federais para que a agência continue funcionando.

Fechamento

O Banco do Brasil anunciou que no dia 17 de maio a agência do Aureny III fecharia as portas. Os correntistas foram comunicados através de e-mail e informados que seriam transferidos automaticamente para a unidade do banco de Taquaralto. A decisão foi alvo de diversas reclamações de moradores e clientes do bairro.

Confira na íntegra o comunicado que o Banco do Brasil emitiu à imprensa a respeito do fechamento da agência:

O Banco do Brasil divulgou, no último mês de janeiro, informações macro sobre a reestruturação da sua rede de atendimento. O BB avaliou suas unidades de negócios em relação ao desempenho financeiro de cada ponto, o potencial de negócios em cada praça, o volume de utilização do ponto pelos clientes, a proximidade com outros pontos de atendimento do Banco e as características dos imóveis.

O resultado desse estudo concluiu pelo encerramento de pontos, mudanças de tipologia e relocalizações de agências.

Essas mudanças envolvem adaptações na rede de atendimento em 361 municípios, com o encerramento das suas unidades em alguns municípios do pais. O BB ressalta que manterá sua presença em todos eles, seja com outras unidades próprias já existentes, em 221 municípios, seja com correspondentes bancários “Mais BB”, nos demais. O objetivo é trazer mais eficiência à rede de atendimento do Banco, propiciando recursos para abertura das unidades de atendimento especializado e buscando melhorar a experiência do cliente.

 A migração entre agências teve início em 22 de fevereiro e foi precedida de comunicação aos clientes dessas agências em canais diversificados, como SMS, aplicativo para celular, Internet Banking, terminais de autoatendimento, além de correspondências, e-mail marketing e cartazes nas agências.

A agência Bairro Aureny III, em Palmas, será uma das unidades fechadas a partir do próximo mês. Os clientes da unidade serão atendidos pela agência Taquaralto (Avenida Tocantins s/n). A mudança de agência é automática, para a agência mais próxima da mesma praça. Os clientes não precisam fazer qualquer procedimento adicional e podem manter seus cartões e senhas para transações na nova agência, mesmo que haja alteração no número da conta. Outras opções para atendimento estão disponíveis na rede do BB em Palmas, além dos correspondentes bancários”.