O ministro argelino das Relações Exteriores, Ramtane Lamamra, que seu país rompeu relações com o Marrocos, devido às “ações hostis” de seu vizinho.

“A Argélia decidiu romper relações diplomáticas com o reino do Marrocos a partir de hoje”, declarou o ministro em coletiva de imprensa.

“A história provou que o reino do Marrocos nunca parou de promover ações hostis contra a Argélia”, explicou.

As autoridades marroquinas “são responsáveis pelas repetidas crises, que têm se agravado” e que “levam ao conflito ao invés da integração na região” do Magreb, acrescentou Lamamra.

O Alto Conselho de Segurança argelino, presidido pelo presidente Abdelmadjid Tebboune, decidiu na última quarta-feira “revisar” as relações com o Marrocos, acusado de estar envolvido nos incêndios que arrasaram o norte do país.

“Os atos hostis incessantes promovidos pelo Marrocos contra a Argélia exigiram a revisão das relações entre ambos os países e a intensificação dos controles de segurança nas fronteiras ocidentais”, disse um comunicado oficial argelino.