Com aproximadamente um ano com os alunos distantes das Escolas Municipais, devido à pandemia do novo coronavírus, as aulas serão retomadas dia 10 de fevereiro na Rede Municipal de Ensino. A decisão foi tomada, em reunião juntamente ao Comitê de Operações Emergenciais – COE e com respaldo no Decreto Municipal nº 603, de 2021.

Em um primeiro momento, a Secretária Municipal de Educação e Juventude-SEMEJ apresentou ao Comitê todo o panorama de organização da Rede Escolar, incluindo o detalhamento das ações realizadas e procedimentos para a organização deste momento de retorno. E no último, dia 05, ocorreu reunião com equipe pedagógica da SEMEJ, onde foram apresentados, mais alguns detalhes do retorno.

Retomada das Aulas

A Secretaria Municipal de Educação e Juventude informa que o ano letivo da Rede Municipal de Ensino já iniciou no último dia 1º de fevereiro, de forma remota, para as turmas de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. A partir do próximo dia 10/02 acontecerá o início da retomada gradual das aulas semipresenciais, que acontecerão com comparecimento parcial dos estudantes em cada dia letivo.

A SEMEJ destaca que a adesão às aulas semipresenciais é opcional. Os alunos que não aderirem à modalidade continuarão sendo assistidos de forma remota. Já em relação às aulas das turmas de Educação Infantil, elas terão início no mês de março, mas ainda não existe definição quanto à modalidade (exclusivamente remota ou semipresencial).

Organização do ambiente Escolar

Todas as unidades escolares foram preparadas para receber os alunos, estando dotadas de equipamentos de proteção e higienização, tais como: lavabos, dispensadores de álcool, tapetes sanitizantes, termômetros, e outros. Lembrando que haverá também a limpeza e desinfecção dos equipamentos e dos ambientes, em atendimento às regras de distanciamento e contenção da transmissão do vírus nos espaços físicos, seguindo os protocolos estabelecidos para a garantia de um ambiente seguro.

Cartilha de Orientações

Para manter a prática adequada à nova rotina e oferecer proteção contra a transmissão da COVID-19, a comunicação próxima e as informações frequentes sobre as crianças são essenciais. Para estreitar essa relação com as famílias, serão entregues no início das atividades uma cartilha aos profissionais e familiares contendo recomendações e orientações acerca das novas regras de segurança e higiene, bem como os cuidados a serem adotados no ambiente escolar. Os pais/responsáveis e a escola devem estar alinhados para o melhor acolhimento às crianças neste retorno presencial.

Proposta de Ensino

O Secretário Municipal da Educação e Juventude, Professor Deley Oliveira, reforça que o processo de retorno das aulas presenciais será continuamente avaliado pela Gestão Municipal e haverá, ainda, um rigoroso controle do cumprimento das normativas sanitárias e de segurança publicadas pelos órgãos públicos, com presença constante do Comitê de Operações Especiais do município e do Conselho Municipal de Educação.

Professor Deley Oliveira destaca ainda que todas as famílias dos alunos foram consultadas previamente quanto à modalidade (exclusivamente remota/semipresencial/escalonada) a ser implementada. “Um levantamento feito pelas unidades escolares demonstrou que 61% dos pais dos alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino desejam a retomada das aulas de forma semipresencial ou escalonada, o que motivou a Secretaria Municipal de Educação a implementar a retomada gradual das atividades em sala de aula”, explicou.

Por Assessoria de comunicação