Tiririca disputará reeleição, diz jornal

No final do ano passado, Tiririca anunciou que deixaria a vida pública, “decepcionado com a política brasileira”. “Saio com vergonha do que vi nestes sete anos aqui”, declarou na ocasião.

Em 2010, ao chegar a Brasília, o humorista foi o deputado mais votado do país, com 1,354 milhão de votos, atrás apenas de Celso Russomanno entre os candidatos de São Paulo. Ficou marcado pelo bordão “pior do que tá, não fica” e se reelegeu em 2014, com 1,016 milhão de votos.

A coluna Radar revelou em maio que o cacique Valdemar Costa Neto tentava dissuadir Tiririca da desistência. O PR insistia que, sem a exposição da política, a agenda de shows do comediante poderia ficar esvaziada.


Estado deve pagar R$ 20 mil à equipe de TV por constrangimento

A Justiça condenou o governo do Estado do Tocantins ao pagamento de R$ 20 mil a uma repórter e um cinegrafista, a título de danos morais, pelos constrangimentos causados a eles em consequência de atos praticados por uma delegada de Polícia Civil em Araguaína, durante produção de reportagem para a TVE Tocantins. A decisão, proferida na quinta-feira (19/07), é do juiz Roniclay Alves de Morais, em atuação pelo Núcleo de Apoio às Comarcas (Nacom).

Consta nos autos que os requerentes, servidores públicos estaduais, desempenhando funções junto à emissora TVE Tocantins, estavam produzindo uma reportagem a respeito de eventual desentendimento entre policiais da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (Deic) da Comarca de Araguaína e policiais da Delegacia de Policia Civil de Colinas, envolvendo a devolução (ou não) de um veículo que se encontrava depositado na garagem da unidade policial especializada. Neste contexto, foram até a DEIC, cuja titular era a delegada Maria Dinesitânia Rocha Cunha, para apuração dos fatos.

Durante a produção do material, os profissionais teriam sido detidos na unidade policial e tiveram bens confiscados. Segundo relato da própria delegada, ela "recolheu o equipamento de reportagem porque o repórter não parava de filmar apesar de seus pedidos; que também recolheu os celulares e deixou em cima da mesa a vista dos repórteres em razão de que os mesmos não paravam de usar os aparelhos, inclusive para gravação; que após a lavratura do TCO os ora autores foram liberados junto com os equipamentos".

A delegada ainda instaurou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra os requerentes, imputando-lhes crime de desobediência, tipificado no Art. 330 do Código Penal Brasileiro. Em apuração judicial, o Ministério Público Estadual entendeu que os atos dos profissionais da imprensa não caracterizaram tipo penal e o Juizado Especial Criminal arquivou a ação.

Ao julgar o caso, o juiz pontuou que a medida adotada pela delegada de Polícia transcendeu a razoabilidade em face de uma cobertura jornalística para apurar eventual ilicitude. "Sendo prova maior disso o arquivamento do TCO e a instauração de aplicação de penalidade no Procedimento Administrativo aberto pela Corregedoria de Polícia, revelando-se em verdadeiro abuso de autoridade", afirmou, ressaltando a responsabilidade do Estado em indenizar as vítimas. “Ora, inconteste que os autores foram injustamente expostos à situação de elevado constrangimento, em face de inequívocos atos arbitrários praticados pela autoridade policial em pleno exercício da função estatal, restando-se, assim, comprovada a responsabilidade objetiva direta do Estado, diante do ilícito praticado", concluiu.

Na sentença, o Estado do Tocantins foi condenado ao pagamento de R$ 10 mil, a título de danos morais, a cada um dos requerentes, com correção monetária desde a data do arbitramento e juros moratórios a partir da data do evento danoso (01/2014).


Apoiadores de Bolsonaro se preparam visita do presidenciável ao Tocantins

O presidenciável do PSL, deputado federal Jair Bolsonaro, deve vir a Palmas em breve. A data ainda não foi definida pela agenda do parlamentar, mas seus apoiadores já se prepararam para a visita.

As diretrizes foram debatidas por um grupo apartidário nesta semana. O evento contou com a presença de diversas pessoas, entre elas o pré-candidato ao Governo do Tocantins pelo partido de Bolsonaro, Cesar Simoni.

Segundo Eliz Carvalho, uma das participantes do encontro, o evento aconteceu na sede da ASMIR (Associação dos Militares da Reserva, Reformados, da Ativa e Seus Pensionistas do Tocantins), em Palmas, e contou com a presença de pré-candidatos, militares da reserva do Exército Brasileiro, da Marinha do Brasil e da Polícia Militar do Tocantins, bem como professores, advogados, empresários, promotores de justiça, funcionários públicos federais e outros representantes da sociedade palmense.

Segundo ela, a visita de Bolsonaro ao estado do Tocantins deve acontecer entre os meses de agosto e setembro.


Miracaxi 2018 começa nesta sexta com shows de Solange Almeida e Papazoni

Umas das micaretas mais animadas do Tocantins, o Miracaxi já se tornou referência e este ano acontece neste final de semana, de 20 a 22 de julho, em Miracema do Tocantins, com uma programação  que promete muita animação. Nesta sexta-feira, 20, abrindo a programação, o público cantará ao som de Solange Almeida e da banda Papazoni.

 Neste sábado, 21, Rafa & Pipo Marques e Márcia Fellipe levarão a galera ao agito. Neste domingo, 22, fechando com chave de ouro, Parangolé e Vanice Andrade se apresentam na micareta.

 O Miracaxi contará com os Trios Porradão e Joia, que farão o circuito próximo ao Ponto de Apoio. A expectativa da organização é receber ao menos 65 mil foliões para esta edição, que conta com câmeras de vigilância, segurança contratada e policiamento para garantir a segurança dos participantes.

 Para esta edição, a prefeitura da cidade informou que orientou barraqueiros, vendedores ambulantes, taxistas, mototaxistas e outros grupos sobre o atendimento ao público presente no evento.

 Outros atrativos

 O turista que chegar à cidade para acompanhar o Miracaxi também pode aproveitar as belezas da Praia Mirassol, que conta com mega estrutura, além das Praias do Funil e Paredão. Se a opção for por uma programação mais sossegada, a Pousada Alto do Tocantins é a melhor pedida.

 Para quem deseja aventura, a Pilões Turismo oferece uma experiência com a natureza, de forma rústica. Subida no Morro Pelado e no Morro Bandeirantes, onde poderão ser observadas pinturas rupestres com cerca de 12 mil anos. ( Com Informações do T1 Notícias).


Traficantes são presos em operação suspeitos de executar usuários de droga

Uma operação realizada pela Polícia Civil nesta sexta-feira (20) prendeu dois traficantes suspeitos de matar duas pessoas que seriam usuárias de drogas em Palmas. Cirilo Rodrigues Silva, de 40 anos, e Marcos Fernando da Silva, 29 anos, foram capturados durante o cumprimento de mandados de prisão.

Os crimes aconteceram em janeiro deste ano. Segundo a polícia, os dois juntos teriam matado as vítimas por causa de dívida de drogas.

Os mandados de prisão foram cumpridos na casa dos suspeitos, na região sul de Palmas. Ele serão levados para a Casa de Prisão Provisória da capital.

O crescimento no número de mortes suspeitas e de assassinatos em Palmas está preocupando a polícia. No primeiro semestre deste ano foram 35 assassinatos, 12 mortes suspeitas e 18 tentativas de homicídio. Os dados são do Sistema Nacional de Estatísticas de Segurança Pública e Justiça Criminal.
A polícia disse que janeiro foi um dos meses mais violentos, quando foram registrados 10 assassinatos.


Partidos podem registrar até 16 candidatos a deputado federal e 48 a estadual

Representantes e advogados dos partidos políticos dos diretórios regionais do Estado receberam ontem, 19, no auditório do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, novas informações e orientações a respeito do procedimento de registro de candidaturas. Na ocasião, a secretária judiciária do TRE, Regina Bezerra, o coordenador judiciário, Carlos Ancelmo, e o chefe da seção de autuação, distribuição e registros partidários, Adelson Ramos, explanaram ponto a ponto as mudanças paras as eleições de outubro.

 Segundo o Tribunal, os partidos devem ficar atentos ao cumprimento da quantidade de candidatos para os cargos proporcionais e aos percentuais de candidatura por sexo. Cada partido ou coligação poderá registrar até 16 candidatos a deputado federal e 48 candidatos a deputado estadual. Do número de candidaturas requeridas deverá ser preenchido o mínimo de 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada sexo.

 “A maior novidade é que, a partir desta eleição, toda a tramitação do processo de registro do candidato será eletrônica, por meio do Sistema Processo Judicial Eletrônico (PJe)”, informou o TRE.

 Convenções Partidárias

 Os partidos políticos e coligações poderão solicitar o registro de seus candidatos após a efetivação das convenções partidárias, que podem ser realizadas a partir desta sexta-feira, 20, até 5 de agosto. Os procedimentos poderão ser realizados por meio do sistema Candex. Os partidos e coligações deverão fazer o download do CANDex atualizado, disponível no portal do TSE e no TRE-TO.

 Os pedidos dos registros dos candidatos, partidos e coligações serão obrigatoriamente elaborados no CANDex e gravados em mídia eletrônica, a qual deverá ser entregue no Tribunal Eleitoral até as 19 (dezenove) horas do dia 15 de agosto de 2018.

 A secretária judiciária do TRE-TO, Regina Bezerra explicou a importância das inovações. “O processo eletrônico é incomparável com o processo físico, realmente facilitou muito para os partidos, representantes, advogados, poder ter acesso a todas essas informações até pelo celular, no conforto da sua casa. Essa era uma demanda antiga que a Justiça Eleitoral entregou esse ano na eleição suplementar para governador e agora nas eleições gerais de outubro”, afirmou.

 (Com informações da Ascom/TRE-TO)


Alunos da ETI Anísio Teixeira participam das comemorações dos 90 anos da PRF em Brasília

Trinta e três alunos da Escola Municipal de Tempo Integral (ETI) Anísio Spínola Teixeira, no setor Bertaville em Palmas, viajam nesta sexta-feira, 20, para Brasília onde vão participar da cerimônia em comemoração aos 90 anos da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O evento denominado “Portões Abertos”, acontece no próximo sábado, 21, a partir das 9 horas, na sede da PRF, localizada no Setor Policial Sul (SPO), e seguirá até as 18 horas.

Os estudantes fazem parte do projeto de educação para o trânsito desenvolvido pela PRF em parceria com a Prefeitura de Palmas, na ETI Anísio Teixeira. A diretora da escola, Conceição Maria, adianta que eles irão apresentar a “Canção do Patrulheiro” na abertura do evento em Brasília. “Os jovens são um dos grandes atrativos das comemorações e também terão oportunidade de conhecer os estandes e atrações, montados no evento”, finaliza.

Para o Superintendente da PRF no Tocantins, Hallison Melo, a integração desses alunos por meio do projeto de educação para o trânsito em parceria com a instituição militar é o caminho na construção de um trânsito mais seguro. “Participar de um evento tão marcante para a história da PRF no Brasil é uma honra para esses jovens, pois, eles estão muito empolgados com a oportunidade. Tenho certeza que irão representar com maestria o Tocantins neste evento”, frisou o superintendente.

História PRF

No dia 24 de julho de 1928 o presidente da República Washinton Luiz não imaginava que estava criando uma instituição que marcaria a História do Brasil. Uns poucos homens patrulhavam em suas reluzentes motocicletas Harley-Davidson a rodovia que ligava a cidade do Rio de Janeiro, na época capital do país, à Petrópolis. Pouco tempo depois, outras duas vias também ficaram sob a responsabilidade desses pioneiros. E foi nesse longínquo ano que nasceu a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Passados 90 anos, a PRF mantém acesa a chama do ideal de uma instituição que tem no seu DNA a vocação de preservar vidas.

(Com informações da Assessoria de Comunicação PRF)


Tite e CBF ajustam detalhes para anúncio de mais quatro anos na Seleção

Tite será o treinador da seleção brasileira por mais quatro anos. Os contatos, que começaram ainda antes da Copa da Rússia, e seguiram logo após a eliminação nas quartas de final, continuaram nos últimos dias, com o retorno do técnico ao Rio de Janeiro. Tite e Edu Gaspar, coordenador da seleção, já iniciaram as conversas e discutem o planejamento para o próximo quadriênio.

Restam poucos detalhes, como confecção e revisão final dos contratos e últimas formalidades para o anúncio, que será feito pela CBF nos próximos dias. Uma reunião com Tite, Edu e a comissão técnica está prevista para os próximos dias com os dirigentes da entidade máxima do futebol brasileiro. Além de avaliação do trabalho, o encontro terá presença do empresário de Tite, Gilmar Veloz, para selar o acordo na sede da CBF.

A disposição de Tite e da comissão sempre foi em continuar o trabalho. Apesar de reticente que um mau resultado pudesse atrapalhar os planos, Tite era entusiasta de ciclos mais longos à frente da seleção. A cúpula da CBF, o treinador e a comissão não terão aumento salarial. Os contratos seguirão nos mesmos moldes para os próximos quatro anos.

Copa América brasileira em 2019

Os números gerais de Tite no comando da Seleção são positivos: 26 jogos, 20 vitórias, quatro empates e duas derrotas - marcou 55 gols e sofreu oito. O trabalho não é avaliado como um fracasso. Tite assumiu a seleção brasileira em sexto lugar nas Eliminatórias Sul-Americanas, portanto fora da zona de classificação para o Mundial da Rússia, e terminou em primeiro lugar.

O técnico Tite e o presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo, conversaram informalmente após a derrota para a Bélgica, ainda em Kazan. Combinaram que voltariam a se falar no Brasil, depois das férias do treinador. Tite costuma consultar a família antes de tomar decisões profissionais e desta vez não será diferente. Seu filho Matheus Bachi e outros colaboradores permanecem.

A seleção brasileira tem agenda cheia nos próximos anos. Em 2019, o Brasil será anfitrião da Copa América, torneio a ser disputado pelos dez países da Conmebol e mais Japão e Catar coom convidados. Será a última versão do torneio em seu atual formato, disputado em anos ímpares.


ANP decide não interferir na periodicidade do ajuste nos combustíveis

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) decidiu não interferir na periodicidade do ajuste do preço da gasolina e do diesel no Brasil, depois de ter tomado a iniciada de propor o debate sobre o assunto lançando em junho uma inédita Tomada Pública de Contribuições (TPC), que recebeu 146 sugestões.

Segundo o diretor-geral da agência, Décio Oddone, com base nessas sugestões e em estudos da ANP, foi descartado estipular um prazo para o ajuste dos combustíveis.

“O ajuste do preço tem que ser livre, mas não pode ser divulgado antecipadamente porque pode levar a ações que prejudiquem o consumidor”, disse Oddone em coletiva não programada.

Ele explicou que como a decisão de não interferir na periodicidade já foi tomada, achou mais adequado divulgar o mais rápido possível para a sociedade. A iniciativa da ANP de chamar uma TPC foi encarada pelo mercado como uma intervenção na política de preços da Petrobras, monopolista do refino brasileiro.

“Tudo o que a ANP faz é intervenção, mas é legítima”, argumentou, explicando que se fosse considerado necessário a agência teria estipulado prazo para os ajustes.

Oddone afirmou que para não desperdiçar as contribuições da TPC, vai encaminhar aos órgãos competentes para que sejam avaliadas. “Vamos informar ao Cade a necessidade da avaliação da estrutura de refino no País, para estimular a entrada de novos agentes”, informou.

Outras sugestões, como as relativas à adoção de mecanismos tributários para reduzir a volatilidade dos preços, serão encaminhadas aos ministérios da Fazenda e de Minas e Energia.

A ANP decidiu ainda fazer uma Resolução para aumentar a transparência e a competitividade do mercado de combustíveis, que terá determinações como proibir a antecipação da divulgação dos ajustes e o estabelecimento de um prazo para que ocorram, como é feito hoje pela Petrobras. Também não será mais permitida a divulgação de um preço médio de venda no País, como a estatal também pratica, e sim o preço efetivo. Segundo Oddone, a nova resolução deve entrar em vigor em 45 a 60 dias.

“Hoje a Petrobras tem 35 pontos de entrega de combustíveis, quando a gente olha o preço médio da gasolina todo dia, aquilo é preço médio em todos os pontos de entrega no Brasil”, afirmou. “É mais transparente que sejam os preços efetivamente praticados”, explicou.


Volkswagen dará férias, mas amplia produção

A Volkswagen do Brasil espera aumentar sua produção em 12% neste ano, apesar da desaceleração do crescimento das vendas internas como um todo e da queda das exportações para a Argentina, principal comprador de carros brasileiros.

Ainda assim, a montadora pretende dar férias coletivas de 30 dias a um grupo de trabalhadores da fábrica Anchieta, no ABC Paulista, em meados de agosto. "Devemos parar para manutenção e ajustes na linha de produção", diz o presidente da empresa, Pablo Di Si.

Segundo ele, eventuais paradas não estão relacionadas à queda de vendas ou de exportações. "Nossas vendas estão crescendo o dobro do mercado e ganhamos 2 pontos porcentuais em participação."

Na quinta-feira, 19, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC divulgou nota corrigindo informação do dia anterior de que o motivo das férias seria a redução de vendas internas e externas. Segundo a entidade, o período de férias está em negociação. "Ações como esta estão dentro da normalidade e servem para que empresas e trabalhadores possam equilibrar eventuais oscilações de mercado", diz a nota.

No ano passado a Volkswagen produziu 408,3 mil automóveis e comerciais leves em suas três fábricas de veículos no País. O volume já tinha sido 25,7% superior ao de 2016, quando teve seu pior desempenho em 25 anos, com 324,9 mil unidades produzidas.

Vendas

As vendas da marca, de 166,4 mil unidades no primeiro semestre, são 33% superiores as de igual intervalo de 2017. O mercado total de automóveis e comerciais leves cresceu 13,7% no período, para 1,129 milhão de unidades. A marca detém 14,8% de participação no mercado e tenta ultrapassar a líder General Motores, hoje com 16,9%.

Na fábrica do ABC são feitos os modelos Polo - quarto automóvel mais vendido no País no primeiro semestre - e Virtus, líder entre os sedãs compactos. "A unidade opera em três turnos e falta produtos no mercado", afirma Di Si. Segundo ele, se ocorrerem flutuações no mercado serão promovidos ajustes de produção, "mas não enxergo isso no momento."

Na quinta-feira serão apresentados os modelos Gol e Voyage com transmissão automática, produzidos na filial de Taubaté (SP). Com as duas novidades, a empresa contabilizará dez lançamentos dos 20 previstos até 2020 como parte do investimento de R$ 7 bilhões para o período de 2016 a 2020.

O mais esperado pelo mercado é o T-Cross, pequeno utilitário previsto para 2019 e que colocará a marca na disputa por esse segmento, o que mais cresce em vendas no País. A fábrica de São José dos Pinhais (PR), onde o SUV será feito, está com a produção parada para adaptações na linha de montagem.

Revisão

No início do mês, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) reviu as projeções de produção do setor para o ano. Inicialmente, a entidade esperava alta de 13,2% ante 2017, mas agora projeta 11,9%, para 3,02 milhões de unidades.

As exportações, antes estimada em 800 mil unidades, foram revistas para 766 mil, em razão do cancelamento de pedidos da Argentina. Já o volume previsto para as vendas internas foi mantido em 2,5 milhões de unidades (11,7% a mais que em 2017), embora a intenção da Anfavea, antes da greve dos caminhoneiros, em maio, era de rever essa previsão para cima. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.