Araguaína publica novo decreto com medidas de restrição na cidade; Feiras e cultos religiosos foram parcialmente liberados

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (Podemos), assinou um novo decreto estabelecendo restrições ao comércio e à população da cidade. O novo texto, que foi publicado em uma edição suplementar do Diário Oficia,  suspende os atendimentos presenciais nos órgãos públicos, restringe o comércio e até estabelecimentos bancários. As medidas são para reforçar o combate a Covid-19.

O texto pontua quais estabelecimentos podem ficar abertos, quais podem funcionar parcialmente e os que não podem abrir. Uma das medidas adotada foi a suspensão dos benefícios de transporte público concedidos para estudantes e idosos durante a pandemia do coronavírus.

O atendimento no serviço público municipal ficará suspenso por tempo indeterminado nas secretarias e autarquias, com exceção dos considerados essenciais. A população deverá ser atendida por meios eletrônicos.

Os estabelecimentos bancários não poderão ter atendimento ao público geral, mas poderão realizar os serviços internos normalmente.

A partir desta segunda-feira (6) os ônibus coletivos só poderão circular com 50% da capacidade de lotação, sendo que os trabalhadores da saúde terão prioridade. Os taxistas e motoristas de aplicativo também poderão rodar, desde que transportem no máximo três pessoas e mantenham os vidros abertos.

Taxistas e mototaxistas estão autorizados a fazer transporte de delivery.

O texto também trouxe restrições a realização de velórios, que só poderão ser feitos em locais adequados. Continuam suspensas a realização de shows, apresentações culturais, festas e confraternizações.

O município decidiu permitir a realização de três feiras, desde que sejam obedecidas restrições. Foram autorizados a funcionar o mercado municipal (nas sextas e sábados), feira do Encontramento (aos domingos) e do JK (aos domingos). Feirantes que tiverem mais de 60 anos estão proibidos de participar.

O decreto afirma que templos religiosos podem manter suas portas abertas. Durante a celebração de missas, cultos e rituais as cadeiras deverão ficar individuais e afastadas uma das outras por dois metros e só poderá ter 40 pessoas no local.

Este novo decreto foi publicado dias a Justiça suspender um outro decreto municipal que flexibilizava a abertura do comércio da cidade. O pedido de suspensão foi feito pela Defensoria Pública, mas a prefeitura havia afirmado que iria recorrer. Na última sexta-feira (3) e sábado (4) muitos comerciantes abriram normalmente.

O número de casos confirmados de Covid-19 aumentou para 17 no Tocantins, segundo boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, na noite do domingo (5). Agora, são 12 casos em Palmas, 4 em Araguaína e um em Dianópolis.

Serviços que podem funcionar em Araguaína

Clínicas médicas;

Laboratórios;

Farmácias;

Funerárias e serviços correlatos;

Petshops;

Lojas de produtos agropecuários;

Lojas de materiais para construção;

Distribuidores de gás;

Distribuidores de bebidas;

Postos de combustíveis, borracharias, oficinas de manutenção e reparos mecânicos, excetuadas as oficinas de funilaria e pintura;

Caixas eletrônicos;

Concessionárias, distribuidores e revendedores de veículos, máquinas e equipamentos e peças;

Indústrias, inclusive construção civil;

Empresas de telefonia, de telecomunicações e de serviços de internet;

Empresas de segurança, transporte de valores, vídeo monitoramento e serviços correlatos;

Comercialização de peças e prestação de serviços de manutenção e conserto em veículos, máquinas e equipamentos, refrigeração, eletrodomésticos, eletrônicos e equipamentos de informática;

Lojas de suplementos naturais;

Transportadoras de cargas e mercadorias

Hipermercados, supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros e centros de abastecimento de alimentos.

Serviços que podem funcionar parcialmente

Clínicas odontológicas – apenas atendimentos de urgência e emergência;

Clínicas veterinárias – apenas atendimentos de urgência e emergência;

Bancos – apenas atendimentos aos programas destinados ao alívio das consequências econômicas da pandemia e aos partícipes de programas sociais do Governo Federal;

Restaurantes, padarias, lanchonetes, lojas de conveniência, bombonieres, food trucks, trailers, açaiterias, pizzarias, sanduicherias e similares – apenas venda, vedada permanência e consumo no local;

Clínicas estéticas, salões de beleza, barbearias, esmaltarias e similares – atendimento exclusivamente com hora marcada, sendo aceitável a permanência em espera de apenas um cliente, desde que mantido espaço mínimo de 2 (dois) metros entre cadeiras de atendimento;

Comércio em geral – obedecidas regras por segmento determinadas pelo município.

Segundo o decreto, o comércio em geral deverá respeitar impossibilidade de trabalho das pessoas consideradas do grupo de risco; montar uma escala de revesamento entre os funcionários e estabelecer uma distância de dois metros entre estações de trabalho, assim como dos clientes. Além de intensificar a limpeza, fornecer álcool, limitar o número de pessoas nos estabelecimentos, entre outras regras.

Serviços que não podem funcionar

Bares;

Boates e casas noturnas;

Espaços destinados à eventos;

Clubes recreativos;

Clubes, quadras, ginásios e campos esportivos;

Academias;

Salões de danças;

Comércio de ambulantes em geral.

As informações são do G1 Tocantins.


SENAI investe em ferramentas digitais para garantir empregabilidade e atendimento

Em tempo de pandemia causada pelo Corona Vírus e o consequente isolamento social como medida de contenção, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) disponibilizou duas importantes ferramentas para garantir a comunicação com clientes e comunidade em geral e, ainda, conectar alunos e egressos com as oportunidades de trabalho oferecidas pela indústria: o SAC Digital, via whatsapp e a plataforma Contrate-me.

Por meio do SAC Digital, os clientes podem obter informações sobre os cursos e serviços como consultorias disponibilizadas pelo SENAI de acordo com a cidade escolhida nas opções interativas. Basta agendar nos contatos do celular o número (63) 98415-5239 e enviar uma mensagem com um Oi para iniciar a interação e obter a informação desejada. No mês de lançamento, quem agendar e mandar seu Oi vai ganhar 10% de desconto em um dos cursos presenciais da programação após a reabertura das escolas (promoção válida até 30/04/2020).

Já para quem busca por uma oportunidade profissional, a ferramenta Contrate.me do SENAI está disponível sendo aberta ao cadastro de toda a comunidade, alunos e ex alunos da instituição e indústrias. A plataforma de empregabilidade é disponibilizada por meio da parceria com a empresa SPECK e seu foco é garantir que as oportunidades de emprego da Indústria encontrem os alunos, ex-alunos e futuros alunos da instituição de educação profissional.

Dentro da plataforma, o candidato completa seu perfil em duas etapas importantes: entrevista virtual, para conhecer as suas características socioemocionais e habilidades técnicas, seu currículo e sua jornada profissional. A plataforma, então, verifica a compatibilidade do perfil do candidato às vagas das empresas cadastradas e faz essa conexão de forma totalmente gratuita.

Para acessar a plataforma, basta o candidato entrar no site www.mundosenai.com.br  e clicar no link Contrate.me.

Por Serviço: Assessoria de Imprensa SENAI


Mutirões de limpeza nas unidades prisionais do Estado são realizados com o objetivo  de evitar o Coronavírus

Com foco na prevenção do surto de Coronavírus, estão sendo executados mutirões de limpeza em todas as 37 unidades do Sistema Penitenciário e Prisionais do Estado do Tocantins (Sispen/TO). As ações estão sendo realizadas segundo determinação do Governo do Estado e executadas pela Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju).

O secretário da Seciju, Heber Fidelis, que é o presidente do Núcleo de Operações, Prevenção e Controle a Covid-19, ressaltou que as ações envolvem todos os gestores. “Temos trabalhado junto aos gestores desde o anúncio da pandemia para que endossem as orientações que estão sendo repassadas pelo Governador. Nos adiantamos criando um Plano de Ação no combate a Covid-19 e acreditamos que com o trabalho em conjunto, o Coronavírus não ultrapassará os muros das unidades prisionais”, ressalvou.

Nos mutirões de limpeza têm sido usados produtos como saponáceos, hipoclorito de sódio e álcool. Dentre as ações, estão ocorrendo reuniões de alinhamento e reforço de procedimentos de segurança e saúde, higienização com álcool dos objetos pessoais e colchões de internos, higienização de celas, grades, corredores, cadeados, algemas e outros objetos com água sanitária e distribuição de kit’s de higiene e limpeza para os internos.

De acordo com o superintendente do Sispen-TO, Orleanes Sousa, além dos produtos enviados pela Seciju, também têm chegado itens de limpeza fruto doações de órgãos do Sistema de Justiça, dos Conselhos da comunidade, das organizações religiosas e também da própria sociedade civil. “Sempre ocorreram as limpezas periódicas nas unidades prisionais do Estado, todavia, em meio a este surto de Covid-19, os trabalhos foram intensificadas, temos nos unido contra este vírus e iremos vencê-lo”, concluiu.


Evento Palmas Tem ganha versão online durante pandemia

Com a mudança do cenário e a declaração da pandemia, a Palmas Tem – Feira de Negócios, Inovação e Empreendedorismo, que seria realizada agora em abril, já tem nova data para realização e acontecerá de 6 a 9 de agosto de 2020. Por outro lado, tentando auxiliar os empresários na venda de seus produtos e serviços, os realizadores da maior feira multissetorial do Tocantins criaram uma versão online do evento que já está disponível.

A diretora técnica do Sebrae, Eliana Castro, ressalta a importância da ferramenta. “O Palmas Tem Web é uma plataforma de e-commerce onde o lojista terá a oportunidade de realizar suas vendas de forma segura e rápida. Além disso vamos oferecer consultoria, treinamento e acompanhamento para a logística de entrega destes produtos”, explica a diretora técnica do Sebrae, Eliana Castro.

Para o presidente interino da Fecomércio, Domingos Tavares, esta oportunidade veio em boa hora. “Os empresários estão buscando novas formas de atuar durante esta crise, e com certeza, a Internet é uma grande plataforma para os negócios, sejam eles do setor de comércio ou serviço. Nesta hora estamos unindo forças para buscar soluções para auxiliar o empresário e esta é mais uma que o Sistema Fecomércio e os demais realizadores e parceiros podemos oferecer”, disse.

Por meio do site: palmastemweb.com.br as empresas terão uma vitrine online. Mais de 50 empresas já estão com seus produtos cadastrados e novos interessados podem entrar em contato por meio dos números:

(063) 98118-0614 – Lilian Aredes

(063) 99981-9763 – Flávia Donato

As vendas de stands da Palmas Tem também continuam, já que mais de 80% do total de estandes estão vendidos. Mas as próximas ações de vendas e divulgação seguirão as medidas de segurança necessárias para conter a propagação do vírus COVID-19.

Realização

A Palmas Tem – Feira de Negócios, Inovação e Empreendedorismo é uma realização do Sebrae Tocantins, Fecomércio, Palmas Shopping, com o apoio a Federação das Associações Comerciais e Industriais do Estado do Tocantins (Faciet), Prefeitura de Palmas e Lilian Aredes Eventos de Marketing.

(Ascom Fecomércio – com colaboração da Ascom Sebrae)

 


Pessoas que vivem em situação de rua em Palmas são enviadas para Fazenda da Esperança

Quinze homens que vivem em situação de rua na Capital e sofrem com a dependência química foram conduzidas até a Fazenda da Esperança, no município de Lajeado (a 60 km de Palmas). Uma equipe composta por servidores do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e do programa Consultório da Rua da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) iniciou logo cedo o acolhimento delas.

A internação foi possível graças à atuação conjunta das Secretarias Municipais da Saúde (Semus) e do Desenvolvimento Social (Sedes), em parceria com a instituição católica que atua no processo de recuperação de pessoas que buscam se livrar do vício em álcool e em outras drogas. O coordenador da Fazenda, Roberto Coutinho do Amaral, esclarece que a instituição está engajada na campanha pelo isolamento social e reforçando a ideia de que todos devem ficar em casa por causa do coronavírus (Covid-19). “E os que vivem nas ruas, o que fazer com esses que não têm casa? Foi a partir dessa questão que a entidade resolveu acolher e também oferecer o tratamento para esse público”, explica.

A assistente social Rosimeire Alves de Souza conta que os acolhidos são velhos conhecidos da equipe multidisciplinar do Consultório da Rua, que atua diariamente no atendimento dessa população. “Nós já temos um vínculo de dois a quatro anos com essas pessoas e resolvemos diversas demandas, como consultas médicas e psicológicas, distribuição de medicamentos e tratamentos odontológicos”, explica. A profissional acrescenta ainda que o trabalho com a população de rua é realizado em rede, uma vez que as necessidades vão além da saúde, passando também pela assistência social, que é realizado continuamente pela equipe do Creas.

Renato dos Reis Souza, 36 anos, mora nas ruas há cerca de oito anos, já passou por várias cidades do Tocantins e ultimamente faz das calçadas e praças de Palmas a sua moradia. Ele conta que passou a dormir nas ruas porque não conseguiu superar o trauma de uma separação conjugal, o que agravou o seu problema com a dependência química. “Eu fui criado sem pai e sem mãe e, por tudo isso, a minha vida é muito complicada desde criança. Essa internação é uma chance que estou dando para mudar a minha história”, afirmou.

A Coordenadora do Creas, Núbia Cristiane Zago Garcia, relata que a Fazenda da Esperança disponibilizou 36 vagas para a população em situação de rua de Palmas. “Por enquanto conseguimos encaminhar 15 pessoas, mas a ideia é continuar o trabalho de acolhimento e convencimento para tirar mais gente das ruas, levá-las a um local seguro e oferecer a oportunidade de se libertarem dos vícios”, finalizou.


Na UTI e em estado grave, paciente com Covid-19 em Palmas permanece viva, diz Semus

O segundo caso de Covid-19 (Coronavírus) confirmado em Palmas, uma mulher de 47 anos, está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular da capital. A paciente não está respondendo ao tratamento e o caso se agravou.

Informações circularam nos grupos de WhatsApp dos servidores da prefeitura de Palmas no que a paciente havia falecido, o que foi negado pela Secretaria Municipal da Saúde (Semus) em nota encaminhada ao T1 Notícias.

“A Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria da Saúde (Semus), informa que não há nenhum caso oficial confirmado de falecimento na Capital em decorrência de coronavírus (Covid-19) ”, explicam em nota.

Nesse momento, colegas de trabalho e amigos pedem orações para a paciente.


Procon continua com fiscalização dos preços de álcool em gel

Desde o último dia 3 de março, o Procon Tocantins tem intensificado a fiscalização e o monitoramento de preços de álcool em gel, luvas e máscaras em diversos municípios do Estado. Ao todo, mais de 250 estabelecimentos comerciais já foram fiscalizados, como farmácias, supermercados e atacadistas.

O órgão também recebeu, neste período, mais 400 denúncias em todo o Tocantins. Para todas as empresas autuadas, foi dado um prazo para que as mesmas apresentem defesa.

Do dia 26 de março até esta sexta-feira, 3, mais 11 estabelecimentos foram autuados por preços abusivos na venda de álcool em gel e máscaras. Sendo sete farmácias, dois supermercados e uma distribuidora de produtos de limpeza e uma casa de carne.

Autuações

Todos os autos foram resultados de denúncias de consumidores, que reclamaram do valor alto dos produtos. O Procon Tocantins informa que em todas as ações, é solicitada a nota fiscal de compra e venda dos produtos, antes e durante o período da pandemia. Este procedimento é utilizado para realizar o comparativo dos preços e identificar a possível prática de valores abusivos.

É válido ressaltar ainda que nem todas as empresas no ato da fiscalização apresentaram a nota fiscal para comprovação do valor de compra, não sendo possível a justificativa do preço que os produtos estavam sendo vendidos. As mesmas foram autuadas, porque tal prática é considerada recusa à prestação de informações e desrespeito às determinações dos órgão Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC).

O que diz o CDC

O Artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) proíbe o fornecedor de produtos ou serviços de realizar práticas abusivas que lesam o consumidor, sendo proibido exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva ou elevar sem justa causa o preço de produtos ou serviço.

“Durante a fiscalização, encontramos valores discrepantes nos preços encontrados, variando de mais de 100% a 400% dos valores encontrados. O Procon preza pela transparência e pela clareza em todas as ações, uma vez que é direito do consumidor ter acessos às informações”, explica Walter Viana, superintendente do Procon Tocantins.

Palmas, Araguaína e Gurupi

Em Palmas, foram autuadas: Drogaria Ultra, Droga Sul, Farmácias Biovida (centro e região Sul), Suprafarma e Droganita. Também na Capital, o órgão de defesa do consumidor autuou a distribuidora de produtos de limpeza Evolux e apreendeu sete galões de 5 litros por vender o produto com a margem de lucro superior a 280%.

Já em Araguaína, a Casa de Carne Alvorada Prime foi autuada após denúncias de que os produtos estavam sendo vendidos acima do valor encontrado em outros estabelecimentos comerciais.

Em Gurupi, foram autuados os supermercados Big Raffas e o Samillas; além da farmácia Droga Líder.

Denuncie

O Procon Tocantins orienta o consumidor a ter cuidado na hora de comprar estes produtos e também a denunciar práticas abusivas. A gerência de fiscalização do órgão tem intensificado o atendimento para recebimento de denúncias por meio do Disque 151 ou do Whats Denúncia.

“Temos recebido muitas denúncias. O consumidor liga ou passa mensagem que o álcool em gel ou a máscara estão com o preço muito alto. Porém, quando nossos fiscais chegam ao local informado, o produto já está em falta há mais de uma semana”, explica o gerente de fiscalização, Magno Silva.

Magno Silva solicita que o consumidor envie fotos e demais informações para verificação da demanda. “Todas as informações enviadas de forma correta possibilitam uma maior agilidade na atuação do Procon. Pedimos para tirar fotos dos preços ou até mesmo fazer vídeos, e se efetuar a compra pedir o cupom fiscal”, informa.

Para realizar a denúncia ao perceber qualquer irregularidade, o consumidor deve ligar no Disque 151, ou pelo Whats Denúncia no (63) 99216-6840.


Após encontro, Fraga diz que Bolsonaro está preocupado com economia, mas ‘sabe’ que Congresso pode derrubar medida contra isolamento

O ex-deputado federal Alberto Fraga, que se reuniu com Jair Bolsonaro nesta manhã, no Palácio da Alvorada, disse ao blog que o presidente está “muito preocupado” com a economia durante a pandemia do coronavírus, mas sabe que, se tomar alguma decisão contra o isolamento social, que não tenha respaldo técnico, o Congresso pode derrubar a medida.

“A gente falou sobre o país, o presidente está muito preocupado com a economia, disse que vai para o saco, e mostrou manchetes dos jornais confirmando isso. Muito preocupante”.

Perguntado  se o presidente falou algo a respeito do fim ou da flexibilização do isolamento, medida orientada pela OMS e pelo próprio Ministério da Saúde,  Fraga disse que o presidente “mantém sua posição”, mas sabe que, se tomar alguma medida contra o fim do isolamento, o Congresso pode derrubá-la.

“Ele mantém sua posição. Mas sabe que, se tomar alguma medida (decreto, por exemplo), o Congresso pode derrubar”.

Nos últimos dias, o Planalto passou a avaliar uma saída intermediária: flexibilizar o isolamento para cidades médias e pequenas com baixo índice de casos de coronavirus.

Perguntado se o Ministério da Saúde concordava tecnicamente e se estabeleceria os critérios para a saída intermediária, Mandetta respondeu: “Não recebi nada . Mas trabalhamos com modelos que incluem estas opções. Já disse isso . Graus diferentes para situações diferentes”.

Situação de Mandetta

Sobre a situação de Mandetta,   Fraga - que é amigo há décadas do presidente-  disse que nada foi dito sobre isso, “até porque Bolsonaro sabe da minha amizade com Mandetta”.

Na semana passada, o presidente pediu humildade ao ministro da Saúde e disse que eles estavam se bicando. Mandetta, na sexta-feira, disse ao blog que não pediria demissão e que o seu foco era na doença.

Para o ministro, cabe ao presidente demiti-lo. Nos bastidores, na avaliação de palacianos, o ex-ministro Osmar Terra e o presidente da Anvisa, Antonio Barra, se movimentam pela vaga de Mandetta.


Itália começa a mirar 'fase dois' em meio à redução de mortos por Covid-19

A Itália registrou o menor número de mortes por Covid-19 em mais de duas semanas. As autoridades do país começaram a planejar uma segunda fase da batalha contra o coronavírus. A ideia é traçar medidas para quando for possível reavaliar o isolamento em segurança.

O número de mortes no país chegou a 15.887, soma que corresponde a quase um quarto do total registrado no mundo. Porém, o aumento de 525 óbitos em relação ao dia anterior foi o menor balanço diário desde 19 de março. Há menos pacientes em unidades de terapia intensiva (UTI) pelo segundo dia consecutivo.

"A curva atingiu um pico e começou a descer", disse Silvio Brusaferro, diretor do Istituto Superiore di Sanità, o principal instituto de saúde da Itália. "É um resultado que temos que alcançar dia após dia."

"Se isso for confirmado, precisamos começar a pensar na segunda fase e continuar contendo a propagação desta doença".

Os números deste domingo mostram indícios de que as rígidas restrições à circulação e às reuniões públicas impostas em 9 de março na Itália conseguiram conter a epidemia, mas as autoridades alertam:

"Não abaixe a guarda, fique em casa", disse Angelo Borelli, chefe do departamento de Proteção Civil, em um briefing diário.


Dybala volta a testar positivo para coronavírus após estar 'curado' da doença

Mesmo após ser considerado "curado" do novo coronavírus, o atacante da Juventus, Paulo Dybala, voltou a testar positivo para a doença. O caso é raro e o anúncio foi feito por Oriana Sabatini, namorada do jogador, em suas redes sociais.

"Em 21 de março, meu namorado e eu fizemos um teste e o resultado foi positivo [para o coronavírus]. Três dias atrás eu fiz outro teste, que deu negativo. Agora, pela manhã, fiz outro, que deu positivo: portanto, ainda estou com o Covid-19. Quase não temos sintomas. Nos sentimos muito bem", explicou.

O caso de Dybala envolve uma incerteza da a comunidade científica pois não é possível cravar se uma pessoa pode contrair o coronavírus duas vezes. Neste caso, existe a possibilidade de o teste que deu 'negativo' para o atacante ter sido inconclusivo ou os anticorpos do jogador não terem imunizado totalmente o corpo durante a recuperação.

"Não sei como funciona e por que foi negativo e depois positivo. Ouvi dizer que pode ser um falso negativo. Isso prova o quão pouco sabemos sobre o vírus. Achamos que fomos infectados pelo contato do meu namorado com seu parceiro (Daniele Rugani, da Juventus) que deu positivo. Isso seria errado, porque os 15 dias teriam passado e não faria sentido continuar", completou Oriana.

Dybala foi um dos três jogadores da Juventus a testar positivo para o vírus, ao lado do zagueiro Daniele Rugani e do meia Blaise Matuidi, campeão mundial com a França em 2018. Jogadores de outros clubes da Série A também testaram positivo.

– Tive fortes sintomas, mas hoje estou muito melhor – disse Dybala, de 26 anos, ao canal de televisão da Juventus:

– Agora, eu posso me mover, andar e tentar me exercitar. Alguns dias atrás, quando tentei fazer essas coisas, tive dificuldades para respirar. Meus músculos doíam.

O Campeonato Italiano está suspenso, assim como todas as competições europeias, seguindo a determinação da Organização Mundial de Saúde (OMS).