O diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) disse que uma segunda onda de coronavírus pode ser ainda pior no país. Em entrevista ao jornal “Washington Post”, Robert Redfield vê com preocupação a ação conjunta da Covid-19 com a gripe.

“Existe a possibilidade de que o ataque do vírus à nossa nação no próximo inverno seja realmente mais difícil do que o que acabamos de passar”, disse o diretor do CDC, Robert Redfield, diretor do órgão responsável pelo combate a epidemias nos EUA.

“Vamos ter a epidemia de gripe e a epidemia de coronavírus ao mesmo tempo”, disse. Com dois surtos respiratórios simultâneos o sistema de saúde seria colocado em uma pressão inimaginável, afirmou Redfield. O inverno norte-americano começa em 21 de dezembro.

Em números da Universidade Johns Hopkins, o país tem mais de 820 mil pessoas diagnosticadas com novo coronavírus e quase 45 mil morreram com a doença

Em todo o mundo, os casos de coronavírus passaram a marca de 2,5 milhões.