Autoridades de Milão estão investigando a origem de um envelope com três balas de revólver, endereçadas ao Papa Francisco, segundo militares italianos.

 

O envelope suspeito foi interceptado por empregados do serviço postal na madrugada da  segunda-feira (9) em um centro de triagem em um subúrbio de Milão, de acordo com o comando dos carabinieri de Milão. Ele foi enviado da França.

 

O envelope tinha seu destinatário escrito à mão: “Ao Papa, Cidade do Vaticano, Praça São Pedro, Roma”, e continha três balas que parecem ser de pistola, além de uma mensagem referente a operações financeiras no Vaticano.

 

Uma investigação está em andamento. O Vaticano não fez comentários sobre o assunto.