Oito pessoas morreram neste domingo (3) depois que um avião particular em que viajavam se chocou contra um prédio que estava vazio na cidade de San Donato, nos arredores de Milão, na Itália.

A aeronave turística Piper caiu perto da estação de San Donato, na linha 3 do metrô de Milão, às 13h09 (8h09 no horário de Brasília), vitimando o piloto, o copiloto e seis passageiros, incluindo uma criança.

Todos os ocupantes seriam franceses, segundo a imprensa local, mas a informação não foi confirmada pelas autoridades. Estão em andamento investigações sobre as razões pelas quais o avião, que havia acabado de decolar do aeroporto de Linate, em Milão, e se dirigia para Olbia, na ilha da Sardenha, caiu poucos minutos após a decolagem.

O prédio de dois andares estava vazio e vinha sendo usado como estacionamento. O espaço passava por reforma e por isso não estava habitado no momento, como confirmou o prefeito de San Donato, Andrea Cecchi, à emissora de televisão Skytg24.

A colisão causou a destruição completa do edifício, que pegou fogo. As chamas, no entanto, foram extintas após a chegada dos bombeiros.