Após os atores americanos Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo compartilharem um vídeo denunciando queimadas na Amazônia e afirmando que Jair Bolsonaro permite a prática, apoiadores do presidente estão compartilhando a hashtag #StopFakeNewsAboutAmazon. A postagem, que está entre os assuntos mais comentados do Twitter, já foi compartilhada mais de 65 mil vezes.

Os atores Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo compartilharam um vídeo publicado pela organização Articulação dos Povos Indígenas do Brasil e produzido por ativistas do grupo ‘Defund Bolsonaro’, que culpa o presidente pelas queimadas na floresta amazônica. Ao final, a mídia traz um questionamento: ‘De que lado você está? Do Bolsonaro ou da Amazônia?’. Junto, DiCaprio publicou hashtags com as mensagens ‘corte o financiamento a Bolsonaro’ e ‘Amazônia ou Bolsonaro’.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, respondeu o ator pelo Twitter. Ele apresentou o projeto do governo federal para a preservação da Amazônia, Adote Um Parque, que recebe doações de pessoas físicas e jurídicas para a região, e questionou: ‘Você vai colocar seu dinheiro onde está sua boca?’

A hashtag #StopFakeNewsAboutAmazon vai de encontro com o vídeo publicado por Salles nas redes sociais que nega que a Amazônia esteja queimando. A mídia, produzida pela Associação de Criadores do Pará (AcriPará), que reúne pecuaristas do estado, traz imagens de um mico-leão-dourado, animal que não vive na região amazônica e só é encontrado na Mata Atlântica.