O presidente Jair Bolsonaro afirmou   que vai retirar um cálculo da sua bexiga. A informação foi dada em conversa com apoiadores na chegada ao Palácio da Alvorada, no início da noite.

Ele comentou que o cálculo é “de estimação” e já está no seu corpo há mais de cinco anos, tendo tamanho superior ao de um grão de feijão. A decisão de passar um procedimento se deve, segundo o presidente, pela possibilidade de a pedra estar ferindo sua bexiga por dentro.

“Não, eu não tô com cálculo renal, não. Esse cálculo aqui é de estimação, já tem mais de cinco anos, está na bexiga, maior que um grão de feijão, e resolvi tirá-lo porque deve estar ferindo internamente a bexiga”, declarou.

Os cálculos se acumulam na bexiga urinária ao longo do tempo e são compostos por minerais.

No fim da tarde de segunda-feira, Bolsonaro passou na Coordenadoria de Saúde da Presidência (Cosau), em um anexo do Palácio do Planalto, e ficou no local por pouco mais de 20 minutos.

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) não se manifestou até o momento, mais de 24 horas depois.