O Brasil registrou mais 185 mortes e 7.359 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados publicados nesta terça-feira (12) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

É o segundo menor número diário de óbitos em 2021, atrás das 182 mortes pela doença registradas em 24 horas divulgadas último domingo (10), e em 6 de setembro.

Já a média móvel de óbitos ficou em 367, apresentando redução em comparação com a última terça-feira (5), que registrou 483 vítimas na média de 7 dias.

Ao todo, o Brasil acumula 601.398 mortes pela doença e 21.590.097 pessoas infectadas.

Na segunda-feira (11), o país contabilizou o segundo menor número de casos diários desde maio de 2020. Foram 6.918 novos casos.

Os dados publicados nesta terça, porém, mostram aumento dos registros mesmo com o feriado — que costumam ter números menores — do Dia de Nossa Senhora Aparecida.

Apesar disso, há uma redução de novos casos e de mortes à medida que a vacinação contra o coronavírus avança no país.

No feriado do Dia da Independência, por exemplo, foram 361 mortes registradas em 24 horas e 13.645 novos casos.

São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e Santa Catarina seguem como os estados mais afetados pela pandemia. Todos ultrapassam a marca de 1,2 milhão de infectados.

Mais de 600 mil mortes

Na última quinta-feira (7), o Brasil ultrapassou a marca de 600 mil mortes pela Covid-19. Em 19 de junho, o número de vítimas era 500 mil. Em agosto de 2020, menos de seis meses após o primeiro registro de óbito, o país contabilizou as 100 mil mortes por coronavírus.

O Brasil é o segundo país no mundo com mais vítimas da Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que registram mais de 700 mil mortes, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.