A Caixa Econômica Federal começa a pagar, na sexta-feira, o auxílio emergencial de R$ 600 para cerca de nove milhões de informais que não estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania e fizeram a autodeclaração no aplicativo do banco. O crédito será feito aos poucos – em uma conta poupança digital que será aberta em nome do trabalhador – e deverá se estender até o início da próxima semana.

O cronograma detalhado do pagamento para esses trabalhadores deverá ser divulgado pela Caixa ainda nesta quarta-feira. Segundo a assessoria de imprensa, esse contingente de nove milhões foi homologado pela Dataprev e enviado à Caixa para pagamento. O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni tinha falado em 11,2 milhões de informais chefes de família considerados elegíveis ao benefício e que receberiam até sexta-feira. Mas, o banco deu prazo de 48 horas a partir do recebimento dos dados para efetuar o crédito.

A Caixa informou que pagou o auxílio emergencial para 4,9 milhões de trabalhadores, totalizando R$ 3,2 bilhões. O pagamento começou a ser feito na última quinta-feira e prossegue ao longo desta semana.

Segundo balanço da Caixa, foram finalizados 36,3 milhões de cadastros, até às 17h desta quarta-feira. Os dados estão sendo repassados em lotes à Dataprev para análise.

Nesta semana, a Caixa começou a abrir conta poupança digital em nome dos trabalhadores que não tem conta em banco, a fim de efetuar o crédito. De acordo com o cronograma já divulgado, o pagamento começou nessa terça-feira, conforme o mês de nascimento.

Na quinta-feira, o auxílio será pago a 2,282 milhões de trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto e na sexta-feira, será a vez dos nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, totalizando 1,958 milhão de informais.