A Caixa Econômica Federal anunciou  mais uma redução nos juros cobrados nas operações de crédito imobiliário. Com uma redução de 0,25 ponto percentual, a taxa passa a ser de 6,50% ao ano mais TR na próxima segunda-feira (16). As novas condições valem para novos contratos, mas o banco estuda estendê-las a contratos já firmados. A medida foi tomada em linha com a trajetória de queda na taxa básica de juros, a Selic, que foi reduzida para 4,5% ao ano na noite de quarta-feira pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) — o menor nível da história.

O corte de juros é pequeno, mas, mesmo assim, podem ter grande impacto no bolso do consumidor. Em um financiamento de R$ 400 mil, por exemplo, há uma economia de R$ 14.182,69 no valor total pago em 30 anos, segundo as simulações de Miguel Ribeiro de Oliveira, diretor da Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac):

— Por se tratar de financiamentos de alto valor e de prazos muito longos, que podem atingir 35 anos, qualquer redução dos juros, por menor que seja, sempre vai trazer enormes benefícios ao consumidor.