O governador da Califórnia, Gavin Newson, determinou que as praias de Orange County, no sul do Estado, fossem fechadas após uma multidão desafiar orientações de saúde pública e lotarem a popular orla no último final de semana.

A medida aconteceu após Newson reclamar que os banhistas poderiam acelerar a propagação do vírus na Califórnia, atrasando a possibilidade de aliviar as restrições de saúde pública mesmo enquanto milhões de pessoas no Estado mais populoso dos EUA obedecem as regras de isolamento impostas em março.

A decisão de Newson de fechar as praias de Orange County, vem após informações veiculadas na imprensa, inclusive pela Reuters, de que o governador planejava fechar todos os parques e praias do Estado.

As reportagens eram baseadas em um memorando supostamente enviado do gabinete do governador para delegados de polícia, mas Newson disse que não havia enviado ou visto tal documento.

A Associação de Delegados de Polícia da Califórnia, citada em várias das reportagens como fonte do comunicado, não respondeu imediatamente a pedidos por comentários e esclarecimentos feitos pela Reuters.

Newson disse que nunca foi sua intenção fechar todos os parques e praias do Estado. Na quinta-feira, ele disse que 95 pessoas haviam morrido nas últimas 24 horas na Califórnia da doença respiratória causada pelo novo coronavírus.