O governador Mauro Carlesse (PSL) subiu o tom em críticas aos seus adversários políticos que, segundo ele, ‘já fizeram um estrago no Tocantins e ainda se fingem de coitadinhos’. O discurso foi durante vistoria e entrega de 20 leitos de UTI no novo Hospital Geral de Gurupi (HGG).

“Sei que a população não vai querer votar em pessoas que já fizeram um estrago nesse estado e ainda fingem que são coitadinhos. Aquela política suja de tapete velho, que você entra numa sala e está há mil anos aquele tapete velho, nunca nem lavaram aquela desgraça. Mas o que eu digo é isso: o Estado precisa de sangue novo, precisa de pessoas que tenham compromisso com o povo, que tenham compromisso com seus secretários. Todos os meus secretários trabalham com compromisso, com orgulho, dedicação. Aqui não tem falcatrua”, disparou.

Carlesse afirmou ter recebido o Estado com tantas dívidas e sem credibilidade que nem o servidor acreditava que receberia seus salários. “O estado hoje tem recursos, estamos honrando com todas as obras e antecipando a conclusão de algumas delas porque temos recursos. Esse é um governo que não faz política. Faz obras e entrega!”, afirmou o governador.

CANDIDATURA AO SENADO

Questionado se a maratona de visitas por todas as regiões do estado, denominada de ‘agenda positiva’, teria alguma relação com sua possível candidatura ao Senado Federal, Carlesse negou.

“Eu termino meu governo, já falei isso umas 10 vezes. Neste momento o meu objetivo é terminar o governo, tenho muitas obras para serem entregues. Mas nada é impossível, isso lá na frente a gente vai decidir. Mas hoje a minha cabeça é terminar o governo e entregar aquilo que me comprometi na época da eleição”.

PACOTE BILIONÁRIO DE OBRAS

Ainda durante sua passagem por Gurupi, o governador Carlesse anunciou o lançamento na próxima quinta-feira (1º de julho) de um programa de R$ 2,5 bilhões em obras que vai gerar mais de 80 mil empregos diretos e indiretos, com a participação dos 139 municípios do estado.

“Isso é ser municipalista, isso é ter responsabilidade com a comunidade, principalmente com as mais afastadas que não têm nem condições de sair da sua região por falta de estradas e pontes, que estão lá esquecidos, mas nós não vamos esquecê-los. Senhores vereadores, olhem essas comunidades, assentamentos e faça a reivindicação ao seu prefeito, pois ele estará com o governador fazendo a distribuição [das obras]”, pediu o governador ao pregar a união política entre vereadores, prefeitos, deputados e governo.

“O vereador tem que andar com o prefeito, independente do momento em que ele foi eleito. Passou a eleição, defenda o povo! Graças a Deus os nossos deputados tem caminhado junto com o governo”, destacou.

Carlesse voltou a pedir empenho dos prefeitos para agilizar a vacinação contra a covid-19, e afirmou que o Estado tem R$ 70 milhões de reais separados para compra de vacina. “Já está empenhado. Na hora que a Anvisa liberar nós vamos ter mais 1 milhão de vacinas”, garantiu.