O governador Mauro Carlesse (DEM) fez um discurso duro de cobrança à prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), para que a gestão municipal implante, também, leitos de UTI para tratamento de pacientes com a covid-19.  A crítica do governador foi feita durante a solenidade de inauguração da sede do Naturatins na Capital.

“Acho que [Palmas] é a única capital do Brasil que não implantou leitos de UTI Covid. Isso é triste para o tocantinense”, afirmou Carlesse.

Conforme governador Carlesse, mesmo com a 2ª onda de casos de covid-19, o Tocantins está dentro do equilíbrio e o governo vem trabalhando para garantir remédios, médicos e leitos aos tocantinenses, além de socorrer pacientes de outros estados. Só em Palmas, o Governo do Estado implantou 55 novos leitos, incluindo o Hospital Estadual de Combate à Covid-19.

“Temos cobrado alguns prefeitos que, às vezes, por falta de entendimento ou até por falta de compromisso com a população, com a saúde, deixa de aplicar os recursos na implantação de leitos de UTI. Palmas é uma dessas cidades. Prefeita, secretários, tem que ter um entendimento. A nossa rede [de saúde] chega a passar de 70% [de ocupação] por falta de colaboração, por falta de entendimento. Vamos fazer, ainda está em tempo de implantar os leitos de UTI que Palmas precisa”, disparou. Ele acrescentou que esse pedido se destina também aos demais municípios que têm condições financeiras e que receberam recursos para tal finalidade.

Esse assunto gerou polêmica nos últimos dias, inclusive rendeu um bate-boca nas redes sociais entre a prefeita Cinthia Ribeiro e o deputado estadual Jorge Frederico (MDB). Segundo o parlamentar, Palmas já recebeu mais de R$ 20 milhões do Governo Federal e não implantou “nem 1 leito de UTI” durante a pandemia.

As informações são do Portal AF Notícias