O casal que morreu após a motocicleta em que eles estavam bater de frente com um caminhão na BR-153 na manhã da quinta-feira (21) foi identificado. As vítima são Kamila Eduarda da Silva, 20 anos e Jerffeson Douglas Barbosa de Morais, de 22 anos. Eles eram moradores de Wanderlândia, no norte do Tocantins, e eram conhecidos na cidade por atuarem na área de educação.

Kamila era professora assistente da Escola Estadual Norte Goiano. Já Jerffeson trabalhou por algum tempo como auxiliar administrativo do Colégio Nossa Senhora da Conceição e é filho de um professor da rede estadual.

A prefeitura de Wanderlândia decretou luto oficial de três dias no município e a Secretaria Estadual de Educação emitiu nota se solidarizando com a família.

O acidente

A colisão aconteceu por volta de 7h20 na altura do km 116 da rodovia, perto de Araguaína. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo das vítimas invadiu a contramão e a suspeita é que o condutor da motocicleta tenha tentado fazer uma ultrapassagem.

O impacto causou um incêndio e os veículos ficaram destruídos. O Corpo de Bombeiros foi chamado ao local, mas o casal não resistiu aos ferimentos e morreu antes do socorro.

Testemunhas disseram que havia neblina no momento do acidente e que era difícil enxergar à longa distância.

As informações são do  G1 Tocantins.