Catalisa: Edital direcionado para cientistas empreendedores encerra inscrições neste mês

Estão abertas as inscrições para o edital de seleção de pesquisas Catalisa ICT. A inciativa liderada pelo Sebrae, com a colaboração de parceiros relevantes do ecossistema de inovação no país, vai oferecer a pesquisadores capacitação em gestão, mentorias, fomento a projetos e acesso ao universo empresarial. Mestres, doutores e alunos de mestrado e doutorado têm até 24 de janeiro para se inscreverem gratuitamente pelo site www.sebrae.com.br/catalisa

A chamada selecionará pesquisas com potencial de inovação tecnológica que visam contribuir significativamente para a inovação no País. Serão selecionadas até 1.000 mil pesquisas em âmbito nacional. O Catalisa ICT tem o objetivo de acelerar e fomentar negócios inovadores de base tecnológica, para alavancar a geração de riqueza e bem-estar para a sociedade.

“Essa iniciativa vai ajudar a tirar empresas do papel e apoiar o desenvolvimento de negócios inovadores. O apoio aos pesquisadores vai desde a preparação até a criação de empresas de base tecnológica, de modo que eles consigam ter sucesso e escalabilidade. Com o Catalisa, o Sebrae busca fazer a aproximação entre a academia e o mercado”, destacou o analista técnico do Sebrae Tocantins, Rogério Maracaípe.

Workshop

Para tirar suas dúvidas e entender mais sobre os benefícios Catalisa ICT, no dia 18 de janeiro o Sebrae realizará um workshop gratuito, a partir das 15 horas. Inscrições pelo link: https://forms.gle/JUbM7iRxoB9htWru5 .

(Assessoria de imprensa Sebrae)


Rogério Ramos é reconduzido ao cargo de vice-presidente do CFA

O secretário de Finanças de Palmas, Rogério Ramos, foi reconduzido ao cargo de vice-presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), em eleição do órgão, na manhã da quinta-feira, 14, em Brasília. Mais uma vez ele assume ao lado do presidente Mauro Kreuz, com quem compartilha a gestão da autarquia no Biênio 2021-2022.

Além da eleição, também foram diplomados oito novos administradores que assumem como conselheiros federais. Eles foram eleitos em outubro de 2020 e passam a compor a compor a equipe que representa os interesses dos profissionais de Administração de todo o país, pelos próximos quatro anos.

Para Rogério Ramos, a possibilidade de conviver profissionalmente com representantes da administração nacional no CFA fortalece sua atuação na Secretaria Municipal de Finanças. “São atividades afins e no Conselho convivo com a realidade de outros estados brasileiros. Trocamos experiências e isto enriquece nossa gestão”, observou Ramos.

A recondução de Mauro Kreuz e Rogério Ramos à presidência e vice-presidência do CFA foi defendida pelo conselheiro federal pelo Estado do Acre, Fábio Mendes Macedo, que defendeu a gestão de ambos como muito frutífera.

Na ocasião, Ramos agradeceu a confiança do plenário do CFA, ratificou o compromisso assumido junto co Kreuz e justificou o interesse em permanecer na liderança do conselho.

“Chegamos ao fim de dois anos com a pretensão de termos mais dois, pois nunca passamos por momentos tão turbulentos, mas superamos muita coisa. Dispomos-nos a consolidar esse trabalho. Nosso “copo” pode estar pela metade, mas vamos transpor o espaço que falta com muito trabalho”, argumentou.

Eleição

A chapa foi eleita pela unanimidade dos presentes - 25 dos 27 conselheiros federais de administração. A reeleição da chapa Gestão Compartilhada foi ovacionada e comemorada por todos na Casa.

O vice-presidente Rogério Ramos reafirmou o compromisso que terão em colocar o conselho nos trilhos, principalmente no aspecto fiscal. “Muito obrigado pela confiança e nos cabe, agora, retornar essa credibilidade que vocês depositaram na gente”, comentou Rogério.


Governo extingue 50 contratos de profissionais temporários em várias secretarias

O Diário Oficial do Estado deu publicidade para atos que declaram a extinção de 50 contratos temporários. Na maioria dos casos, segundo as publicações, os termos de compromisso foram encerrados sem aviso prévio, a pedido dos próprios profissionais. Em outros casos as saídas ocorreram devido à “necessidade de reajustamento na prestação do serviço”.

Os 23 atos publicados foram assinados pelo secretário de administração Bruno Barreto Cesarino, muitos com datas retroativas ao ano de 2020. A pasta que mais perdeu profissionais foi a Secretaria da Educação, Juventude e Esportes, que encerrou 20 contratos.

Entre os profissionais que tiveram os contratos extintos estão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta, além de auxiliares, assistentes de educação e analistas, entre outros.

Ainda segundo as publicações, 39 contratos foram extintos a pedido do próprio profissional. Os outros 11 foram por iniciativa da administração pública. Confira a quantidade de contratos encerrados por secretaria:

Secretaria da Educação, Juventude e Esportes: 20

Secretaria de Estado da Saúde: 17

Agência Tocantinense de Transportes e Obras: 3

Secretaria de Cidadania e Justiça: 3

Secretaria de Segurança Pública: 3

Instituto Natureza do Tocantins: 2

Agência Tocantinense de Saneamento 2

As informações são do  G1 Tocantins.


Tocantins está com tudo pronto para vacinação contra a Covid-19: plano, seringas e logística

Enquanto aguarda a aprovação da vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e as orientações do Ministério da Saúde (MS) sobre a imunização da população contra a Covid-19, o Governo do Tocantins já organizou todas as providências que lhe compete e possui um Plano de Imunização.

“O nosso compromisso é estar preparado para vacinar o tocantinense tão logo o Ministério da Saúde dê início à distribuição das vacinas. Para isso, temos um estoque de seringas com agulhas necessárias e a logística definida para agilizar a entrega das doses aos 139 municípios”, garante o Governador.

PLANO DE IMUNIZAÇÃO

O Estado foi um dos primeiros a apresentar o Plano Estadual de Imunização, além de participar efetivamente da construção do Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19.

“Assim que as vacinas forem aprovadas e disponibilizadas, a Secretaria de Estado da Saúde está pronta para distribuir todos os imunizantes a cada um dos municípios tocantinenses, obedecendo às etapas dentro do processo de vacinação, que deve ser determinado pelo Ministério da Saúde”, afirma o superintendente em exercício de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Evesson Farias.

SERINGAS

O Tocantins já tem, no Estoque Regulador Estadual, 466 mil seringas com agulhas para dar início à vacinação da Covid-19. Já comprou outras 117.200 unidades, aguardando somente a entrega, e está com processo de compra já licitado e concluído de mais 1.665.957.

“Para o ano de 2021, estima-se o consumo de 2.521.660 seringas, levando em consideração a rotina de vacinação e as campanhas. Somente para a campanha de vacinação contra a Covid-19, é estimado o uso de mais 901.460 seringas, que serão utilizadas exclusivamente nos grupos prioritários elencados preliminarmente pelo Ministério da Saúde no Plano Nacional. Os processos para aquisição para reposição de estoques para 2021 já estão em andamento”, elenca a gerente de Imunização da SES, Diandra Rocha.

LOGÍSTICA

Segundo o secretário da Saúde, Edgar Tollini, o Tocantins já tem infraestrutura para armazenamento e distribuição de doses de vacina e a frota da Saúde será priorizada para essa distribuição das doses.

“Além disso, o Plano de Contingência prevê parcerias com Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militar, Forças Armadas e de Segurança [Exército, Aeronáutica, Marinha, Polícias Federal, Civil e Militar]. E, se necessário, poderemos montar pontos de vacinação em universidades e escolas públicas e privadas, associações de moradores, instituições religiosas, órgãos públicos como Detran, além de shoppings, aeroportos, entre outras estruturas. As estratégias já estão todas organizadas e serão adotadas conforme a velocidade com que o Estado receber as vacinas”, afirma o gestor, acrescentando que “a Secretaria está apta a iniciar a distribuição das vacinas para os municípios o mais rápido possível após receber as doses. O imunizante será transportado em veículos refrigerados e monitorados por GPS, reforçando a segurança do processo”, pontua.

A Gerência de Imunização da SES destaca que o número de salas de vacinação poderá chegar a 1.500, a depender do público-alvo e da estratégia a ser adotada pelos municípios para cada grupo. Para a campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, o Tocantins conta com 314 salas de vacinação ativas e em média 534 vacinadores estão atuantes.

REUNIÃO

Está prevista para a próxima terça-feira (19), uma reunião entre o Ministério da Saúde, governadores e secretários estaduais de saúde, para tratar sobre a vacinação da Covid-19. “Acreditamos que, a partir desta data, já teremos um posicionamento sobre o início do processo de imunização em todo território nacional e tocantinense”, acrescenta Edgar Tollini.

DADOS EPIDEMIOLÓGICOS

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Covid-19, divulgado na quinta-feira (14), atualmente, o Tocantins contabiliza 305.703 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 94.945 casos confirmados. Destes, 84.733 pacientes estão recuperados, 8.918 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.294 pacientes foram a óbito.

As informações são do Portal AF Notícias


Comércio de Palmas teve queda nas vendas

O ano de 2020 foi extremamente difícil em vários aspectos. Uma pandemia, jamais cogitada, instaurou uma crise sanitária e uma crise econômica no mundo. O comércio de Palmas passou por momentos complicados ao longo do ano e muitos empresários tiveram de se reinventar para conseguir manter as portas abertas.

No segundo semestre, as vendas começaram a melhorar, mesmo que de uma forma mais lenta e isso ajudou o comércio palmense a fechar 2020 com um prejuízo consideravelmente pequeno. Conforme apontam os números da base de dados do SPC Brasil, operada pela CDL Palmas na Capital, em comparação a 2019 o número de vendas caiu 0,3%. Apesar de não ter fechado o ano “no azul”, a leve queda é um respiro para os comerciantes.

“Esse número, apesar de negativo se tratando de porcentagem, é positivo quando avaliamos em todo o contexto. O comércio perdeu muitas vendas para o e-commerce. Nossas campanhas para incentivar a compra no comércio local surtiram efeito, pois o índice de queda foi mínimo”, explicou Silvan Portilho, presidente da CDL Palmas.

Outros dados importantes são referentes à negativação em Palmas. O comércio da Capital inicia o ano de 2021 com 79 mil documentos negativados, o que representa um valor de R$62 milhões em dívidas a receber. No entanto, o número de pessoas incluídas no cadastro de negativação é menor do que o do ano anterior. Em comparação a 2019, a inclusão de negativações caiu 13%.


Por causa da pandemia, prefeitura de Novo Acordo proíbe realização de Carnaval e de festas de aniversário

A Prefeitura de Novo Acordo decidiu proibir festas relacionadas ao Carnaval na cidade. A medida é para evitar aglomerações e novos casos de coronavírus. Na cidade também devem ser seguidas regras de distanciamento e, em um novo decreto, foi exigido uso de máscara em todos os espaços públicos e particulares. No município também não podem ser realizados aniversários. A multa para quem desobedecer varia de R$ 100 a R$ 200.

As medidas foram publicadas em decreto municipal assinado pela prefeita Deusiany Batista (DEM). Conforme o documento, o município também decidiu manter declarada situação de emergência em saúde pública.

O decreto afirma que as medidas foram tomadas por conta do crescimento no número de diagnósticos na cidade e nos municípios vizinhos. Segundo o boletim epidemiológico divulgado na quinta-feira (14) pela Secretaria Estadual de Saúde, Novo Acordo tem 133 casos de Covid-19. Dois novos casos foram confirmados.

Na cidade está proibido qualquer tipo de aglomeração de pessoas, em qualquer parte da cidade, incluindo em praias, chácaras, comércio, instituições bancárias, jogos e cultos religiosos. Também não podem acontecer festas de aniversário ou outras atividades festivas, como batismo e comemorações.

Os cultos religiosos só podem se realizados desde que os fiéis fiquem em cadeiras com 1,5 metro de distância e durante a prática de atividade física ao ar livre é necessário distanciamento e uso de máscara.

Os restaurantes, bares, padarias e outros estabelecimentos devem recepcionar os clientes com um metro e meio de distância e cada mesa deve ter no máximo quatro cadeiras.

A prefeitura de Novo Acordo afirmou que as autoridades sanitárias podem solicitar forças policiais para fazer com que as determinações impostas no decreto sejam cumpridas.

Para pessoa física a multa em caso de descumprimento é de R$ 100. Já para para pessoa jurídica, donos de estabelecimentos ou de veículo de transporte de passageiro, o valor chega a R$ 200.

As informações são do  G1 Tocantins.


Mulher tem prejuízo de R$ 8 mil após cair em golpe e entregar cartões com senhas para cr

Uma família de Palmas teve um prejuízo de quase R$ 8 mil após cair em um golpe. O pesadelo começou depois que o criminoso entrou em contato se passando por funcionário de um banco. O golpista conseguiu convencer a vítima, uma mulher de 56 anos, a entregar os cartões e as senhas bancárias.

As câmeras de monitoramento do condomínio onde a família mora registraram o momento que os criminosos chegaram e o carro que utilizavam. Eles estavam bem vestidos e fizeram de tudo para não levantar suspeitas.

O golpe começou com uma ligação. O criminoso já tinha o nome das vítimas e sabia quais bancos usavam. Com o argumento de que os cartões tinham sido clonados, primeiro o criminoso pediu para a mulher digitar no telefone as senhas dos cartões.

"Aí ele falou assim, o seu cartão já tá cancelado com segurança e a senhora vai ter que entregar o seu cartão para Polícia Federal fazer uma perícia porque só assim a gente vai descobrir onde foi clonado o seu cartão. Aí e eu falei que eles não estava atendendo para fazer isso", disse.

A vítima chegou a suspeitar, mas entregou os cartões e informações. "Ele tinha todas as minhas informações e dai foi entrando, aprofundando, falando que vinha outra pessoa entregar o cartão, que era para lacrar o cartão. Falou que a pessoa era de segurança, que era para eu confiar, sempre me passando aquela segurança que eu não precisava me preocupar", disse a mulher de 56 anos.

Assim que os homens pegaram os cartões, as compras começaram a acontecer. Esse tipo de golpe é conhecido das autoridades e tem crescido durante a pandemia.

"Esse golpe, conhecido como golpe do motoboy, tem aumentado agora durante o período da pandemia, segundo a Federação Brasileira de Bancos, exatamente por conta da vulnerabilidade das vítimas ser maior nesse período. Tem aumentado, segundo a Febrabran, em até 65% a incidência desse tipo de golpe", disse o professor de direito e segurança na internet, Cleórbete Santos.

No ano passado a Secretaria de Segurança Pública (SSP) registrou quase mil crimes cibernéticos. Segundo o especialista, pela internet, o golpe pode resultar em prejuízo ainda maior. "Eles fingem, por e-mail, não somente por ligação telefônica, e as vezes pedem até que a vítima entregue o notebook que ela usa. Eles dizem que o mesmo pode estar infectado e vão recolher também", disse o especialista.

Quando receber esse tipo de ligação e de e-mail a orientação é ligar diretamente para a instituição bancária por meio dos telefones fornecidos nos sites oficiais.

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.


Parceria entre Lacen e UFT amplia capacidade de análise de exames para Covid-19

Uma parceria entre o Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Tocantins (LAcen/TO) e a Universidade Federal do Tocantins (UFT) ampliará pelos próximos 30 dias (prorrogáveis), a capacidade de análise de amostras para a Covid-19, no Estado. A universidade cedeu um equipamento de amplificação denominado QIAquant 96 5plex, o qual possibilita a partir de agora a liberação de até dois mil exames diariamente, na unidade de Palmas.

Segundo a diretora do Lacen/TO, Jucimaria Dantas “com a devolução do equipamento da Secretaria de Segurança Pública, este empréstimo viabiliza e vem contribuir na realização dos exames de RT-PCR. Um apoio importante, pois este equipamento é utilizado na etapa de amplificação do gene do vírus, e a disposição de uma segunda máquina proporciona agilidade na realização de um maior número de exames simultaneamente”, declarou.

Para o professor da UFT, Rafael Pimenta, “o compartilhamento de tecnologias, equipamentos e insumos entre as instituições tem como objetivo atender a população tocantinense que precisa neste momento de pandemia, receber os cuidados necessários para tratamento da doença. O equipamento cedido temporariamente pela universidade proporciona um serviço de qualidade com resposta rápida. Já compartilhamos em outro momentos insumos e reagentes e agora o equipamento para ampliar a testagem do Lacen”, destacou.

Destaque

O equipamento que entra em operação na quarta-feira, 13 irá colaborar para a manutenção do Lacen/TO como destaque nacional entre as unidades mais célere na liberação dos resultados. O Tocantins está entre os Estados da Federação que entrega os laudos das amostras para Covid-19 em menos de 24h.


Materiais escolares são vendidos em Palmas com variação de até 200%, aponta Procon

O órgão de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon) encontrou variação de até 216,67% nos preços de materiais escolares vendidos papelarias de Palmas. O levantamento foi realizado nos dias 11 e 12 de janeiro de 2021, em cinco estabelecimentos.

Ao todo foram pesquisados 87 itens. Entre eles estão canetas, apontadores, borrachas, cadernos, giz de cera, lápis preto, massas de modelar, réguas, tesouras, tintas e outros. A pesquisa completa, que aponta os maiores e menores preços por estabelecimento, pode ser conferida aqui.

Conforme a pesquisa, a maior variação de preço encontrada foi de uma régua plástica com 30 centímetros. O produto da mesma marca é vendido de R$ 0,60, e R$ 1,90, uma variação de 141,21%.

O segundo item com maior variação é o estojo de giz de cera com 12 cores. Em estabelecimentos diferentes o produto da mesma marca pode ser comprado por R$ 1,99 ou 4,80.

Já a borracha de ponteira látex branca foi encontrada com 100,00% de variação. Ela está sendo comercializada pelo preço mínimo de R$ 0,20 e o máximo de R$ 0,40.

Dicas para economizar

O Procon deu algumas dicas para que pais ou responsáveis pelos alunos consigam economizar na hora da compra. O órgão lembra que alguns itens, como material de uso coletivo, não podem ser exigidos por instituições de ensino. Saiba quais.

Verifique quais produtos da lista já possui em casa, que estejam em bom estado e que possam ser reutilizados

A compra em conjunto pode facilitar as negociações

Materiais com personagens, logotipos e acessórios licenciados geralmente têm preços mais elevados

Participe da troca de livros didáticos entre alunos que cursam séries diferentes

As informações são do G1 Tocantins.


Tocantins registra mais de 70 afogamentos em 2020 e número supera média anual do estado

O número de mortes por afogamento no Tocantins cresceu 28,07% em 2020 e o estado foi o quarto do Brasil com mais acidentes do tipo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, 73 pessoas se afogaram ao longo do ano passado. Já em 2019 foram 57 casos fatais em todo o estado. A corporação acredita que o aumento tem relação com a procura por locais sem segurança durante a pandemia.

A quantidade atípica também superou a média anual dos últimos dez anos, que era de 67 óbitos por afogamento.

Segundo o Corpo de Bombeiros, com a pandemia da Covid-19 e espaços de lazer fechados, os banhistas se arriscaram mais ao procurar ambientes sem fiscalização e segurança. Do total de casos, 62% dos afogamentos aconteceram em rios e 73% das vítimas sabia nadar.

“O comportamento da população praieira em 2020, foi atípico. Houve deslocamentos para atividades de pesca em balneários particulares, onde não havia segurança contra afogamentos", informou o major Antônio Luiz Soares da Silva, gerente de Monitoramento da Defesa Civil Estadual.

O Corpo de Bombeiros informou que fez alertas para que os banhistas evitassem locais perigosos, sem a presença de salva-vidas e de sinalização de segurança, mas os números não pararam de subir. No mês de abril, início da pandemia, nove pessoas morreram. Já em setembro, 13 pessoas não resistiram e foram a óbito.

Segundo as estatísticas dos bombeiros, do total de vítimas, 84% dos afogados são homens e a maior causa de afogamentos ao longo do ano tem relação com a ingestão de bebidas alcóolicas. A falta de coletes salva-vidas é a segunda maior causa.

Em 2021 foi registrada uma morte por afogamento no Lago de Palmas. Jefferson Yury Barboza estava em um barco de pequeno porte que virou durante uma tempestade. Os amigos da vítima foram resgatados por outra lancha que passava pela região, mas ele ficou desaparecido e só foi encontrado após horas de buscas. Jefferson Yury era de Confresa (MT) e tinha 35 anos.

As informações são do G1 Tocantins