Centro de saúde em Palmas estende horário até às 22h para vacinar grupos prioritários contra a gripe

Para atender os grupos prioritários que não têm tempo de se vacinar durante o dia, o Centro de Saúde da Comunidade localizado na Arse 75 (712 Sul) ficará aberto até mais tarde nesta terça-feira (23). Segundo a Prefeitura de Palmas, das 18h30 às 22h, as vacinadoras estarão a postos para aplicar as doses.

As 32 salas de vacinas funcionam das 8 às 17 horas e para vacinar é necessário apresentar os cartões de vacina e do Sistema Único de Saúde (SUS). A campanha segue até o dia 31 de maio. O dia D será no dia 4 de maio.

Segundo a coordenadora do centro de saúde, Consola Monteiro, a medida foi tomada porque na região há uma concentração de pessoas economicamente ativas. “Muitos trabalham e estudam e esses compromissos diários dificultam tirar um tempo para ir à unidade de saúde e se vacinar". Ela disse que dependendo da movimentação, a unidade poderá abrir outros dias no período noturno ao longo da campanha.

Desde o dia 10 deste mês, quando começou a campanha, foram vacinadas 11.223 pessoas. Desse total, quase 4,5 mil são crianças. A meta da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar 100% das 65 mil pessoas que correspondem ao público alvo.

Fazem parte dos grupos prioritários: idosos com mais de 60 anos; crianças de seis meses até seis anos incompletos (5 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; mulheres que tiveram um filho nos últimos 45 dias (puérperas); trabalhadores da área da saúde; professores de escolas públicas e privadas; povos indígenas; pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.


Defesa Civil alerta sobre os riscos das construções com problemas estruturais

A Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), por meio da Defesa Civil Municipal, alerta a população sobre os riscos das construções irregulares  e adverte a população sobre os perigos de dar prosseguimento às obras que apresentam graves falhas estruturais.

Para o superintendente da Defesa Civil, Bruno Maciel, é fundamental respeitar as fases legais para iniciar uma construção. “Para evitar possíveis danos e transtornos, alertamos a população que, ao iniciar uma obra, busque profissionais capacitados. É necessário seguir as regras de construção da legislação municipal, para que o responsável pela obra não venha ter prejuízos no futuro, além de colocar em risco as construções vizinhas e como consequência a vida das pessoas’’, disse.

A Sesmu alerta que os moradores das imediações de construções que apresentam quaisquer tipos de perigo relacionados a falhas estruturais de construção e edificação podem acionar a equipe de fiscalização que conta com profissionais capacitados entre engenheiros e arquitetos, que ao serem acionados realizam a visita técnica para avaliarem as condições estruturais das edificações.

A Secretaria reforça que quando identificadas irregularidades é feita uma notificação para os responsáveis informando se a obra deve prosseguir ou ser paralisada. Nos casos em que as construções são interditadas por conta dos problemas estruturais, os responsáveis são notificados a apresentar um projeto assinado por um profissional da área, atestando as mudanças para solucionar os problemas, respeitando as normas de segurança.


Presidente do Sebrae vai ao Planalto para sanção da Lei da Empresa Simples de Crédito

O Presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE Tocantins, Rogério Ramos, participa nesta quarta-feira, 24, da solenidade de Sanção da Lei da Empresa Simples de Crédito, a convite do Ministro da Economia, Paulo Guedes.

O evento acontece no Palácio do Planalto em Brasília e terá a presença do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.
O projeto de lei que cria figura jurídica da Empresa Simples de Crédito (ESC) foi aprovado no Senado no dia 18 de março, prevendo aumentar a competitividade com os bancos e oferecer crédito para seguimentos que as instituições bancárias não atuam. Desta forma, a ESC vai poder conceder empréstimos, financiamentos e descontos de títulos de crédito, utilizando apenas capital próprio e não poderá cobrar tarifas dos clientes.

Para o Presidente Rogério Ramos, a lei vai fomentar ainda mais o desenvolvimento dos pequenos negócios: “Juros menores e formalidades reduzidas na contratação de recursos são fundamentais para que o empreendedorismo aconteça em nosso país. Ao mesmo tempo, vemos o fortalecimento das pequenas empresas no seguimento de crédito e o aumento da competitividade com os bancos. Esta Lei vai trazer ganhos muito positivos para a economia e o desenvolvimento do nosso país.”

(Com informações do Sebrae)


Em Colinas Kátia critica saúde no Estado e volta a dizer que pode votar contra Reforma da Previdência

Na manhã da segunda feira, 22, durante a entrega de mais uma obra levada por ela ao município, Katia Abreu comentou a situação da saúde no Estado. "O Tocantins e no Brasil está numa situação de calamidade, mas vamos mudar essa realidade no nosso Estado”.

Sobre o CRAS, que foi construído com R$ 350.000,00 destinados por ela por meio de emenda parlamentar, a senadora afirma se orgulhar de ter conseguido mais de 40 unidades para o Tocantins. “Fico muito feliz por ter conseguido 42 unidades do CRAS para o nosso Estado. O CRAS é um colo pra quem precisa de apoio físico ,emocional e material”, concluiu Kátia.

A Senadora disse ainda sobre a PEC 48/2019 que foi aprovada recentemente pelo Congresso. “Com a aprovação dessa Lei os recursos que trarei de Brasília virão direto para a conta das prefeituras e assim chegarão mais rápido para quem precisa e merece, que é o povo”, informou. Só para o próximo ano estão previstos R$ 42 milhões para cada parlamentar destinar aos municípios do Tocantins.

Katia também falou sobre a reforma da Previdência. “Eu não voto para diminuir o BPC (um salário mínimo para idosos que têm renda per capta de 1/4 do salário mínimo) e eu não voto contra a aposentadoria rural. Precisamos combater e acabar com os privilégios, inclusive de políticos, contem comigo”, declarou a senadora.

Por fim, a senadora firmou mais compromissos com a população da cidade anunciando outros benefícios. “Vou destinar recursos para a elaboração do projeto de construção do anel viário de Colinas, pois hoje há uma movimentação de aproximadamente 900 caminhões por dia dentro do centro da cidade. O incomodo e o perigo a população é muito grande”, alerto Kátia Abreu.


Juiz manda inquérito sobre funcionários fantasmas para o STJ após indícios contra Carlesse

O juiz Francisco Vieira Filho, da 1ª Vara Criminal de Araguaína, decidiu enviar o inquérito da Operação Catarse, que investiga a existência de funcionários fantasmas nos poderes Executivo e Legislativo do Tocantins para o Superior Tribunal de Justiça. A medida foi determinada após o surgimento de indícios contra o governador do estado, Mauro Carlesse (PHS) e a deputada estadual Valderez Castelo Branco (PP)

Durante depoimento à Polícia Civil, duas das investigadas afirmaram ter recebido dinheiro público para trabalhar nas campanhas dos políticos em 2018. Elas estavam lotadas da Secretaria-Geral de Governo.

O magistrado pediu que o STJ analise se o inquérito deve correr integralmente na segunda instância, por envolver pessoas com foro privilegiado, ou se deve ser dividido em duas partes. Ainda não há prazo para esta decisão ser tomada.

O Governo do Tocantins disse que não tem conhecimento do teor do inquérito e que quando tiver acesso aos autos irá manifestar. A Deputada Valderez Castelo Branco ainda não se manifestou.

A investigação

A Operação Catarse é uma força-tarefa de várias delegacias do estado para investigar danos ao erário público. As investigações começaram após denúncias de funcionários fantasmas do governo do Estado em Araguaína, norte do Tocantins, em dezembro de 2018.

Depois, mandados foram cumpridos na Secretaria-geral de Governo, no Palácio Araguaia, onde os agentes encontraram indícios de que 300 funcionários estariam recebendo sem trabalhar. Essa fase da operação inclusive foi alvo de críticas do próprio secretário de segurança pública.

Outro desdobramento ocorreu na Câmara de Vereadores de Porto Nacional, quando foram cumpridos mandados contra fraudes em licitações. Essa fase foi chamada de Negócios de Família. A suspeita é de que o grupo teria desviado R$ 700 mil.

Gabinetes de deputados também já foram alvo da operação Catarse. Três funcionários da Assembleia Legislativa chegaram a ser presos preventivamente. Neste caso, a suspeita é de que assessores parlamentares tinham que devolver a maior parte do salário para pessoas ligadas aos parlamentares. As informações são do G1 Tocantins.


Agrotóxicos: SES TO esclarece sobre nível de contaminação de água

Após veiculação do estudo denominado “Coquetel” onde cita que 27 tipos de agrotóxicos foram achados na água de um a cada quatro municípios do Brasil, onde afirma que dos 139 municípios do Tocantins, em 121 foram identificados tais substâncias, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde, emitiu nota sobre os trabalhos da área técnica de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua),  em especial aos monitoramentos semestrais tanto da vigilância (análises realizadas pelo setor saúde), quanto do controle (análises realizadas pelo responsável pelo abastecimento de agua) para os parâmetros “agrotóxicos” e que atestam a qualidade boa para consumo.

De acordo com a nota, as análises são feitas conforme preconizado na Portaria de Consolidação Nº 5/2017 do Ministério da Saúde, em seu anexo XX, onde estabelece a lista dos agrotóxicos a serem analisados, a periodicidade, bem como, seus valores máximos permitidos.

 “A população tocantinense precisa saber que a água de abastecimento público é monitorada conforme determina o anexo XX da Portaria de consolidação nº. 05 de 2017, com parâmetros mensais, trimestrais e semestrais, todos os laudos constam digitados no banco de dados do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), e, até o momento não foram detectados agrotóxicos acima dos valores máximos permitidos, estabelecidos nas normas vigentes”, destacou a nota.

Os dados semestrais referentes aos parâmetros agrotóxicos começaram a ser alimentados, no ano de 2016, pelas empresas responsáveis pelo abastecimento de água para consumo humano, o que aumentou significativamente a quantidade de informações disponibilizadas no Sisagua.

“A partir do ano de 2013, a Vigilância em Saúde Ambiental do Tocantins elaborou o Plano Estadual de Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos (VSPEA) e o Plano de Amostragem para coletas semestrais e desde então vem sendo realizadas análises de resíduos de agrotóxicos, além do controle também pela vigilância, em municípios prioritários”, reforça o documento.

Estudo divulgado

De acordo com estudo divulgado, “os dados são do Ministério da Saúde e foram obtidos e tratados em investigação conjunta da Repórter Brasil, Agência Pública e a organização suíça Public Eye. As informações são parte do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), que reúne os resultados de testes feitos pelas empresas de abastecimento”.

“A exposição aos agrotóxicos é um grave problema de saúde pública, portanto, os dados publicados na referida pesquisa merecem uma análise aprofundada uma vez que mostraram discordância com a realidade que a Vigilância em Saúde tem detectado nos municípios de nosso Estado, levando em consideração que o banco de dados da vigilância não ter detectado amostras com resultados acima do VMP”, enfatiza a área técnica.


Tocantins deve vacinar 8,6 milhões de bovinos e bubalinos

A campanha de vacinação contra a febre aftosa se aproxima, entre os dias 1º e 31 de maio, o produtor rural deverá vacinar todos os bovídeos (bovinos e bubalinos) com a nova vacina bivalente de 2 ml. A redução da dose faz parte das estratégias do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) 2017-2026. Nessa fase, o Tocantins pretende alcançar aproximadamente 8,6 milhões de animais, distribuídos em 56,4 mil propriedades rurais cadastradas.

O criador deverá adquirir o novo produto em lojas veterinárias licenciadas. No ato da aquisição colocar a vacina em caixa térmica com três partes de gelo para uma de vacina e lacre. "A partir da data que consta na nota fiscal de compra, ele terá até 10 dias para comprovar a vacinação em qualquer unidade da Adapec, junto com a carta-aviso preenchida com dados do rebanho", explica o responsável pelo Programa Estadual de Erradicação Contra a Febre Aftosa (PEEFA), João Eduardo Pires alertando que a multa para quem deixar de vacinar é de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada.

Ao chegar à propriedade rural, o produtor deve continuar mantendo a vacina na temperatura ideal, entre 2°C e 8ºC, para garantir a eficácia da imunização. Recomenda-se reunir o rebanho e vacinar nas horas mais frescas do dia. A higiene é fundamental, por isso, use agulhas novas, adequadas e limpas, o ideal é trocar a agulha a cada 10 aplicações para evitar caroços e possíveis inflamações. Vacinar na tábua do pescoço do animal, podendo ser no músculo ou embaixo da pele.

De acordo com o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, a condição sanitária dos animais é determinante para o fortalecimento e crescimento de toda a cadeia produtiva, bem como a abertura de novos mercados. "O status sanitário remete a qualidade da nossa carne e consequentemente o desenvolvimento de todos os setores, por isso, é tão importante estarmos atentos e unidos preservando o que já foi conquistado e comprometidos a novos avanços que estão por vir", disse.


Programa Criança Feliz do Tocantins representa o Brasil em evento mundial

A experiência desenvolvida pelo Programa Criança Feliz (PCF) no Tocantins será apresentada nesta segunda-feira, 22, em Brasília, pela equipe da coordenação estadual do programa. A apresentação será feita em solenidade feita em reconhecimento pelos resultados conquistados no Tocantins e no Brasil, e que fomentou a indicação do PCF ao WISE Awards 2019, prêmio da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, que reconhece as iniciativas mais inovadoras do mundo na área.

A coordenadora do programa no Estado, Katilvânia Guedes, mostrará para a Cúpula como foi realizada a implementação e as articulações entre as instâncias e também os resultados obtidos. “O Criança Feliz foi escolhido por ser o maior do mundo em atenção à primeira infância, e o Tocantins tem se destacado por conseguir avançar nas articulações e conquistar números expressivos em sua execução”, enfatiza.

Desde que o Tocantins aderiu ao Programa, desenvolvido pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (SETDES), foram visitadas 1.465 gestantes e 6.327 crianças, em 51 municípios; totalizando 6.203 famílias atendidas no Estado.

O gestor da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social, Messias Araújo, comemora a participação da coordenação tocantinense que representa o Brasil no evento. “A escolha do Tocantins para representar as coordenações de todo o país mostra que o trabalho prestado no Estado vem sendo executado de maneira eficiente e, por conta disso, os resultados positivos já começam a aparecer”, afirma o secretário.

Prêmio WISE Awards 2019

O Programa Criança Feliz é um dos 15 finalistas e foi selecionado entre 482 projetos, ao lado de outros da Inglaterra, França, Índia, Quênia, Ruanda, Jordânia, China e Estados Unidos. Os critérios analisados foram a inovação e a capacidade dos programas de transformarem indivíduos, comunidades e sociedades, além da apresentação de um plano claro de desenvolvimento.

Nesta nova etapa, o Criança Feliz será avaliado por meio de acompanhamento de visitas domiciliares, a serem realizadas em um município do estado de Goiás, além da análise das coordenações estaduais, quando será verificado o apoio dado aos municípios, os processos de adesão, a capacitação das equipes, a articulação intersetorial, entre outros.

Os vencedores do prêmio serão anunciados em julho, e o evento de premiação será durante a reunião da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, em novembro, em Doha, no Catar. Além das oportunidades de promoção e criação de redes de trabalho, cada iniciativa vitoriosa receberá U$ 20 mil.

Programa Criança Feliz

Coordenado pelo Ministério da Cidadania, o Criança Feliz busca promover o desenvolvimento adequado da primeira infância, integrando ações nas áreas da saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos.

O programa conta com mais de 16 mil visitadores que atendem cerca de 550 mil gestantes e crianças das famílias mais pobres de todas as regiões do Brasil; totalizando mais de 12,7 milhões de visitas já realizadas em 2.622 municípios.


Realocação de agente pela SSP pode provocar interrupções em investigação contra o crime organizado

O sindicato dos delegados de Polícia do Estado do Tocantins (Sindepol) emitiu nota repudiando a remoção do agente de polícia Antônio Mendes Dias, da Delegacia de Repressão a narcóticos (DENARC). Segundo a nota a remoção pode provocar interrupções nas investigações contra o crime organizado no Estado. Para o presidente do Sindepol Mozart Felix, a realocação é injustificada devido ao desfalque que ela provoca.

Leia abaixo a íntegra da nota do sindepol

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado do Tocantins (Sindepol/TO) vem a público manifestar repúdio à ordem de remoção do Agente de Polícia de Classe Especial, Antonio Mendes Dias, da Delegacia de Repressão a Narcóticos (DENARC), determinada pelo Delegado-Geral de Polícia Civil do Tocantins e publicada no Diário Oficial do Estado nº 5.156, na última terça–feira, 16.

Segundo o Delegado titular da DENARC, Emerson Francisco, a Secretaria de Segurança Pública (SSP), não informou e muito menos o consultou acerca da transferência do Agente e o impacto dessa ação.

A situação da unidade policial torna-se cada vez mais precária com a redução dos efetivos, propondo até mesmo possíveis interrupções nas atividades investigativas, pois o agente era responsável por ações de combate e prisões de chefes de facções criminosas, como o Primeiro Comando da Capital (PCC), a Família do Norte (FN) e o Comando Vermelho (CV).

A realocação estabelecida pela portaria de remoção determina que o Agente passe a atuar na 2ª Delegacia de Polícia de Palmas e o motivo justificado é a redução do número de policiais.

No entanto, a atitude torna-se injustificável devido o desfalque que ela gera na outra unidade. Segundo o Sindicato de Policiais Civis (Sinpol/TO), a ação de remoção é consequência de retaliações por parte da Cúpula da SSP, após o Agente fazer postagem em um grupo privado do Whatsapp onde fez críticas ao subsecretário frente à gestão.

Portanto, prestamos apoio ao Agente e mais uma vez nós colocamos em defesa da liberdade de expressão e reafirmamos nosso compromisso com a Polícia Civil do Tocantins.

Mozart Felix


Segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação começa nesta segunda, 22

A Secretaria de Saúde Palmas (Semus) inicia a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe hoje, 22. Desta vez recebem a vacina todos os grupos prioritários, pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A campanha teve início no dia 10 de abril e nos primeiros dias o público prioritário foi o de gestantes, crianças de 6 meses a 6 anos incompletos e mães de bebês nascidos até 45 dias. Nesta segunda-feira os Centros de Saúde, começam o atendimento a partir das 8 horas.

A campanha segue até 31 de maio e a meta, é vacinar 100% do público-alvo. Desde o início da campanha já foram aplicadas 9.209 doses. O ‘Dia D’ da mobilização será realizado no dia 4 de maio quando todos os Centros de Saúde da Comunidade abrirão para ampliar o acesso aos usuários dos públicos prioritários.

A vacina é uma das formas de prevenção do vírus Influenza. Higienizar as mãos frequentemente com álcool gel ou lavar com água e sabão, evitar aglomerações e locais fechados são outros cuidados que ajudam contra a proliferação do vírus.

Locais de Vacinação

Região Norte

- CSC José Luiz Otaviani (Arno 33)

- CSC Arno 41

- CSC Arno 42

- CSC Arno 44

- CSC Arno 61

- CSC Arno 71

- CSC Arne 53

- CSC Arne 64

Região Central

- CSC Arse 13

- CSC Loiane Moreno (Arse 24)

- CSC Arse 75

- CSC Arse 82

- CSC Satilo Alves (Arse 101)

- CSC Valéria Martins (Arse 122)

- CSC Arse 131

- CSC Francisco Júnior (Arso 41)

- CSC Arso 111

Região Sul

- CSC Eugênio Pinheiro (Jd. Aureny I)

- CSC Jardim Aureny II

- CSC Liberdade (Jd. Aureny III)

- CSC Laurides Lima (Jd. Aureny III)

- CSC José Lucio (Lago Sul)

-CSC Alto Bonito (Jd. Aureny IV)

- CSC Novo Horizonte (Jd. Aureny IV)

- CSC Jardim Taquari

- CSC Santa Bárbara

- CSC Bela Vista

- CSC José Hermes Damaso (Setor Sul)

- CSC Morada do Sol

- CSC Santa Fé

- CSC Walter Pereira Morato (Taquaruçu)

- CSC Mariazinha (Buritirana)