Intenção é ampliar os negócios na agricultura, infraestrutura e energia

O governador Mauro Carlesse destacou a satisfação em receber o representante do país africano, falou sobre o potencial do Estado, que conta com terras férteis, grande potencial hídrico, posição geográfica e a logística, que fazem do Tocantins o estado com maior índice de crescimento do País.

Também sinalizou com a possibilidade de liderar uma missão à África do Sul com empresários tocantinenses e convidou o embaixador para visitar a Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), que constitui uma das maiores feiras do gênero do agronegócio do Brasil.

“O Tocantins está no centro do Brasil, é um estado novo e em crescimento. Hoje, somos um dos principais centros de produção do país e é importante que conheçam a nossa Agrotins, que já é uma das maiores feiras de negócios do Brasil”, frisou.

Carlesse recebeu no Palácio Araguaia, o embaixador da África do Sul no Brasil, Ntshikiwane Joseph Mashimbye. O embaixador veio a Palmas participar de reuniões com representantes do Governo do Tocantins e da iniciativa privada para conhecer e discutir oportunidades de negócio entre o Tocantins e o seu país.

Na oportunidade, ele lembrou os dez anos da assinatura do acordo bilateral entre o Brasil e a Afríca do Sul e que a intenção é ampliar os negócios entre os dois países, especialmente nos setores de agricultura, infraestrutura e energia. Ntshikiwane Joseph afirmou que o seu país é a porta de entrada para o continente africano, daí a importância de empresas locais estabelecerem o intercâmbio de negócios com a África do Sul.

“O nosso papel é expandir esse intercâmbio com o Brasil e o Tocantins é um Estado em desenvolvimento. O que queremos é levar homens de negócio do Tocantins para visitar o nosso país e trazer os empresários da África do Sul para visitar o Brasil e o Tocantins”, destacou ele, lembrando que o Tocantins é um estado novo e a África do Sul uma democracia muito recente e que tem muito a aprender entre si.

O embaixador disse que os principais interesses do seu país são na área de tecnologia, conhecimento em geral e intercâmbio de profissionais da área da agricultura. “Queremos entender como o Tocantins tem feito para envolver as famílias produtoras de forma tão bem sucedida”, ressaltou.


Adapec alerta proprietários sobre fim do prazo para recadastramento

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) alerta os proprietários de estabelecimentos comerciais e/ou industriais que se dedicam à comercialização, ao armazenamento e à aplicação de produtos para uso na agropecuária, inclusive de produtos veterinários, sobre o prazo final do recadastramento obrigatório, que termina no próximo dia 28 de fevereiro.

Vale destacar que os estabelecimentos comerciais de produtos agropecuários só devem funcionar mediante registro na Adapec, com exceção daqueles cujas atividades são de exclusiva competência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “A nossa expectativa é que sejam recadastrados mais de 450 estabelecimentos agropecuários no Tocantins, por isso, conclamamos os empresários a procurarem a Adapec o quanto antes, pois não haverá prorrogação do prazo”, afirma o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, acrescentando que o certificado de funcionamento da empresa emitido pela Agência vence no dia 28 de fevereiro.

Os estabelecimentos agropecuários que não fizerem o recadastramento dentro do prazo serão multados. Em caso de reincidência, essa multa terá o valor dobrado, podendo ainda ser aplicadas outras sanções, como a interdição do estabelecimento e o cancelamento do cadastro no órgão. Além disso, as empresas autuadas não poderão receber o certificado de registro até a sua regularização.

Para fazer o recadastramento, o empresário deve juntar todos os documentos indicados para a área de atuação do estabelecimento, com prazos de validade em dia, recolher a taxa de recadastramento e entregar a documentação na unidade local da Adapec do seu município. A lista com os documentos exigidos está no site da Agência, no endereço www.adapec.to.gov.br.

Dados

Em 2019, foram licenciados pela Adapec 451 estabelecimentos agropecuários, um aumento de 8,64% em relação a 2018. As regionais que concentram o maior número de lojas agropecuárias são: Colinas, com 65 estabelecimentos; Palmas, com 62; Araguaína, 59; Porto Nacional, 47; Araguatins, 45; e Gurupi, 42.


Manejo Clínico dos casos de Beribéri será apresentado

Na próxima quinta-feira, 20, das 15h às 17h, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza uma webconferência sobre “manejo clínico e notificação dos casos de Beribéri no Tocantins”. O evento organizado pela Gerência de Promoção à Saúde e Agravos Não Transmissíveis e pela Área Técnica de Doenças Crônicas e Fatores de Risco tem o objetivo de qualificar servidores das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e equipes da Estratégia da Saúde da Família (ESF) dos 139 municípios do Estado.

A capacitação ocorrerá pela internet ou no Núcleo Técnico Científico do Telessaúde, no campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em Palmas e será ministrada pelo médico, Dr. Frederico Ricardo, juntamente com às técnicas da SES, enfermeira Jennifer Santos e a nutricionista Terezinha de Jesus.

Beribéri

A doença é gerada pela deficiência nutricional de vitamina B1, mais conhecida como tiamina e pode causar, entre outros sintomas, desde insônia, nervosismo e irritação até cardiopatias, dificuldades respiratórias, inchaço e perda da força muscular em membros. A carência de vitamina B1 pode levar de dois a três meses para o surgimento dos primeiros sinais da doença, entre os alimentos ricos em vitamina B1 estão os cereais integrais, carnes vermelhas, peixes e ovos. No Tocantins no ano de 2018 foram notificados 37 casos de Beribéri e no ano passado ocorreram 15 registros da doença.

Mais informações são disponibilizadas pela Gerência de Doenças e Agravos Não Transmissíveis, por meio da Área Técnica de Doenças Crônicas e Fatores de Risco, contatos: (63) 3218- 3205/ DISQUE DANT 0800-642-3244 ou pelo e-mail: dant.tocantins@gmail.com


Exposição excessiva ao sol pode agravar o melasma

O verão no País só termina em março, mas enquanto isso, os brasileiros que estão aproveitando as altas temperaturas nas praias litorâneas ou curtindo na beira da piscina precisam constantemente lembram dos perigos da exposição excessiva ao sol.

Além dos riscos de câncer de pele, outra doença, que pode surgir por conta do contato prolongado com o sol, é o melasma.

Segundo a médica dermatologista Raquel Amashta a patologia, que é crônica, afeta quem tem pré-disposição genética, porém, ela é ativada quando o paciente toma sol em excesso.

"Melasma é uma doença crônica da pele onde a pessoa tem uma pré disposição genética para o aparecimento do problema, mas somando-se a isso é preciso haver a exposição ao sol. Ou seja, se a pessoa tiver a pré-disposição, mas não tomar sol, o melasma não ativa. Se ela não tiver a pré-disposição e tomar sol também não vai ativar. Tem que ter os dois. Existem alguns fatores que podem estar envolvidos no aparecimento como os fatores hormonais. Por isso que na gestação o melasma pode aparecer ou piorar", explica a médica.

A médica destaca que o melasma se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas também pode ser de ocorrência extrafacial, com acometimento dos braços, pescoço e colo, conforme informações da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SDB).

Mais comum em mulheres, o melasma é uma doença da pele onde a célula que produz melanina está irritada, o que faz com que ela não consiga segurar o pigmento, causando o aparecimento das manchas.

De acordo com Raquel, o grupo propício a desenvolver o melasma é aquele que tem predisposição genética. Em relação ao tratamento, a médica esclarece que ele é possível, mas é mais difícil em pessoas mais morenas.

"Para o tratamento é preciso avaliar o tipo de melasma, que pode ser epidérmico, superficial, dérmico, que é mais profundo, e misto que é os dois. Quando sabemos o tipo da doença conseguimos descobrir o melhor tratamento, que pode ser por meio de ácidos, por exemplo. Temos que avaliar a pele do paciente para escolher o ácido correto. Se o paciente for mais branquinho, usa um tipo, o mais moreno, outro tipo", reforça.

Ainda conforme a dermatologista, no caso de pacientes que não respondem ao clareamento por ácido, a alternativa é o laser. "Durante o tratamento não pode tomar sol de jeito nenhum. Se o paciente seguir as indicações direitinho, as manchas melhoram. Apesar do melasma ser uma doença crônica que não tem cura, com tratamento nós conseguimos controlar", afirma Raquel.

Convivendo com a doença

A estudante Manoela Silva que sofre com melasma há cinco anos conta que sofreu quando foi diagnosticada, mas que hoje em dia, consegue controlar as manchas e convive bem com a doença.

"Sempre gostei muito de sol então quando as manchas começaram a aparecer eu fiquei preocupada. Fui ao médico e recebi o diagnóstico de melasma. Na época fiquei sabendo que teria que evitar o sol ao máximo e foi difícil. Mas hoje entendo que é um preço pequeno para se pagar para ter uma pele saudável", finaliza.

Proteção

Conforme recomendação da SBD, o ponto de partida para que o tratamento tenha efeito é a proteção contra os raios solares. As pessoas acometidas por melasma devem aplicar um filtro solar potente, físico e químico, com FPS alto nas regiões afetadas.


Juíza Odete Batista assume presidência da Asmeto

Tomou posse a nova Diretoria da Associação dos Magistrados do Tocantins (Asmeto) para o biênio 2020/2022. Quem assume a presidência é a juíza Odete Batista Dias Almeida. A cerimônia foi realizada no Pleno do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), onde também foram empossados os membros dos Conselhos Deliberativos e Fiscal.

“Recebo com muita honra o encargo de representação da Magistratura do Estado do Tocantins, sendo certo que empreenderei grandes esforços no sentido da preservação das nossas prerrogativas funcionais, bem como a manutenção das conquistas já vigentes, sem, contudo, deixar de lutar de forma aguerrida por novos pleitos afetos, a fim de engrandecer o nosso mister e fortalecer a nossa classe”, destacou a nova presidente.

A posse da nova Diretoria foi acompanhada pelo presidente do TJTO, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, que reforçou o diálogo com a entidade. “Quero registrar o meu apoio à nova gestão, sei que a associação não é um apêndice do Tribunal, e sei também o quanto é difícil, pois também já fui presidente da Asmeto, mas ressalto que o Tribunal será sempre o ambiente do diálogo no que for de interesse para a magistratura.”

A ex-presidente da Asmeto, a juíza Julianne Freire Marques, fez um balanço das principais ações realizadas durante a sua gestão. “Presidir a Asmeto foi um desafio, mas pude cumprir essa missão, pois tive muitos amigos ao meu lado. Durante quatro anos na gestão, sei que não fazemos nada sozinhos. Nossa jornada se encerra, e as expectativas foram mais que superadas. Uma das ações realizadas foi a atuação no Congresso Brasileiro para preservar as garantias constitucionais, onde nos posicionamos contra a lei de abuso de autoridade e a reforma da previdência”, avaliou.

Autoridades presentes durante a cerimônia de posse

Vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa Castro; vice-presidente do TJTO, desembargadora Ângela Prudente; presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, desembargador Eurípedes Lamounier; vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, presidente do Copedem e diretor Geral da Escola da Magistratura, desembargador Marco Villas Boas; procuradora-geral de Justiça, Maria Cotinha Bezerra Pereira; corregedora- geral da Defensoria Pública do Estado, Irisneide Ferreira Dos Santos; presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Tocantins, Gedeon Pitaluga; procurador-geral do Município, Mauro Ribas; vice-presidente da AMB, Elayne Cantuaria; e o presidente da Associação Tocantinense do Ministério Público, Luciano Casaroti

Diretoria Executiva da Asmeto:

1º Vice Presidente: Nassib Cleto Mamud;

2º Vice Presidente: Allan Martins Ferreira;

Secretário: José Eustáquio De Melo Júnior;

1º Tesoureiro: Frederico Paiva Bandeira De Sousa;

2º Tesoureiro: Valdemir Braga De Aquino Mendonça;

Diretora De Prerrogativas: Gisele Pereira De Assunção Veronezi;

 Diretor De Esportes: Luís Otávio De Queiroz Fraz;

Diretora Cultural, Social E De Comunicação: Umbelina Lopes Pereira Rodrigues;

Conselho Deliberativo E Fiscal:

1 – Rodrigo Da Silva Perez Araújo;

2 – João Alberto Mendes Bezerra Júnior;

3 – Renata Do Nascimento E Silva;

4 – Fabiano Gonçalves Marques;

5 – Wanessa Lorena Martins De Sousa.

Suplentes do Conselho Deliberativo e Fiscal:

1 – Sândalo Bueno Do Nascimento;

2 – José Maria Lima;

3 – Wellington Magalhães.


Preso após cometer vários crimes na região sul de Palmas

Policiais Civis da 5ª Delegacia de Policia Civil da Capital, coordenados pelos delegados Guilherme Rocha Martins e Marivan da Silva Souza, cumpriram  mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 21 anos suspeito de praticar diversos crimes de roubo praticados na região Sul da Capital.

De acordo com o delegado Marivan, após alguns dias de investigações, uma equipe de policiais civis da 5ª DPC localizou o investigado numa residência, localizada Setor Vale do Sol, momento em que foi dada a voz de prisão e ele não reagiu.

Ainda de acordo com o delegado, Marivan, o qual foi responsável pela representação do pedido da prisão preventiva, junto ao Poder Judiciário, o indivíduo possui varias passagens pela policia por crimes de roubos ocorridos na região de Sul, e por isso sua prisão era necessária para evitar que ele continuasse a praticar tais crimes.

O  suspeito foi conduzido à Central de Atendimento da Polícia Civil da região sul de Palmas e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, recolhido à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.


BRB tem linhas de crédito para o agronegócio, casa própria, entre outros benefícios

O que o Banco de Brasília tem a oferecer ao Estado do Tocantins? De acordo com o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, a instituição possui linhas de crédito voltadas para o agronegócio e aquisição de equipamentos, juros competitivos no financiamento da casa própria e em empréstimos consignados para os servidores públicos, além de interesse em formatar parcerias com o Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev).Tocantins será o primeiro estado da região Norte do Brasil a contar com a instalação de agências do banco.

Encontro nesta segunda-feira

 Mauro Carlesse vai  receber nesta segunda-feira, 17, às 10 horas, no Palácio Araguaia, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, acompanhado do presidente do banco para discutir a instalação da instituição bancária no Estado.


Saúde vai aplicar cerca de R$ 3 milhões em obras no hospital

“Nas próximas semanas se resolverão todos os trâmitesjurídicos para assinatura de contrato e início da primeira etapa da reforma,definida com alinhamento entre a Diretoria de Arquitetura e Engenharia dosEstabelecimentos de Saúde e a empresa vencedora, de acordo com setoresprioritários”, conta Rosimeire Duarte, diretora de Arquitetura e Engenharia da SES.

Para oferecer uma saúde cada vez mais qualificada, alcançando a excelência nos serviços prestados, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), vai aplicar cerca de R$ 3 milhões em reformas no Hospital e Maternidade Dona Regina (HMDR). As obras envolverão instalações elétricas e hidráulicas, em áreas de ambientação e de recuperação.

A adjudicação e homologação da tomada de preços foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) da quinta-feira, 13, tendo como critério de julgamento o menor preço. O resultado, proferido pela Comissão Permanente de Licitação da Secretaria de Infraestrutura, cidades e Habitação (Seinf), teve como vencedora e empresa Só Terra Construções e Projetos Ltda.

O Hospital e Maternidade Dona Regina é referência no atendimento de gestantes em todo o Estado, portanto, funcionará normalmente no período de reforma, sem desassistência aos usuários. O projeto referente à reforma da unidade foi totalmente aprovado pelo Corpo de Bombeiros Militar.


Relacionamento com Imprensa é analisado em pesquisa do Sebrae

O relacionamento com a imprensa foi um dos tópicos abordados em uma pesquisa do Sebrae Tocantins para estruturar as necessidades e expectativas da instituição. A “Pesquisa de Escuta das Partes Interessadas” também sondou empresários de pequenos negócios, fornecedores, parceiros, controladores e clientes. Com os resultados, o Sebrae busca melhorar as relações com esses públicos.

Os profissionais de comunicação destacaram como necessidades na relação com o Sebrae: a apresentação de casos de sucesso, o acesso a informações e dados, a viabilização de parcerias com os veículos de imprensa e o investimento em mídias. Estes foram os pontos mais citados na pesquisa.

“A Imprensa esteve nessa sondagem como público intermediário ativo entre comunidade e poder público. Os resultados dessa pesquisa mostraram o que profissionais esperam do Sebrae, já que as ações de comunicação são fundamentais na tomada de decisão da instituição”, explicou a analista técnica do Sebrae, Flávia Cappellesso.

Sebrae em 2020

 

Os resultados da pesquisa já estão sendo aplicados e nortearão as ações do Plano de Comunicação do Sebrae Tocantins para 2020. Na última sexta-feira, 7, o superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, se reuniu com os profissionais de comunicação de Araguaína. “Estamos trabalhando na construção de um relacionamento cada vez mais próximo com a imprensa tocantinense. Os investimentos iniciaram em 2019 e para esse ano já iniciamos a construção de uma agenda participativa e integrada”, destacou acrescentando que fará um encontro nas regionais de todo o Estado ouvindo os parceiros e a imprensa.

Sobre a Pesquisa

A Pesquisa de Escuta das Partes Interessadas é um instrumento utilizado pelo processo Gestão de Partes Interessadas, que tem como objetivo identificar as necessidades e expectativas dos públicos de interesse da instituição para redirecionar a estratégia da instituição para um atendimento de qualidade aos requisitos desse público. A coleta foi realizada em outubro de 2018, em todo o Estado do Tocantins.

 


Governador recebe empresários interessados em investir no Estado

O governador Mauro Carlesse falou das vantagens em investirno Estado em virtude da posição geográfica, da logística de transporte, terras férteis e potencial hídrico, aliados aos incentivos oferecidos pelo Governo. “É o melhor lugar para se investir e estamos sempre à disposição para receber os empreendedores interessados no nosso Estado”.Conhecer os incentivos que o Governo do Estado disponibiliza para as empresas interessadas em se instalar no Tocantins.

Esse foi o principal objetivo da visita de executivos do grupo União Casings ao governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, na tarde desta quinta-feira, 13, no Palácio Araguaia, acompanhados do secretário da Indústria e Comércio, Tom Lyra e da prefeita de Colméia, Elzivam Noronha. A empresa do ramo de frigorífico pretende investir cerca de R$ 12 milhões e gerar mais de600 empregos.

O gerente industrial da empresa, Everton Henrique Barbosa,explicou que a matriz da União Casings fica na cidade de Colina, no interior do estado de São Paulo, e atua no ramo de frigorífico. Segundo ele, o grupo veio ao Tocantins conhecer a estrutura de uma fábrica no município de Colméia para discutir a viabilidade de aquisição e, automaticamente, ampliar a produção da União Casings.

“Há interesse da nossa parte em adquirir esse imóvel. Queremos investir R$ 12 milhões para implementar a produção e gerar, inicialmente, cerca de 600 empregos diretos”. Eventon Henrique disse que em um primeiro momento a visita ao Governador foi para, além de conhecer os incentivos, tomar conhecimento da situação da empresa nos âmbitos ambiental e fiscal para viabilizar o negócio. A prefeita de Colméia, Elzivan Noronha, agradeceu ao governador Mauro Carlesse pelo desprendimento em receber o grupo de empresários e destacou a importância da implantação da indústria em seu município.

“Neste momento em que sofremos com a falta de empregos, o apoio do Governo do Estado para a implantação de uma empresa deste porte em nossa cidade é fundamental para geração de emprego e renda. Quero agradecer o apoio de toda a equipe do Governo pela receptividade e agilidade para viabilizar o empreendimento”,comemorou.Também participaram da audiência com o Governador, o presidente do grupo empresarial, Osmar José Routt; o diretor Gustavo Routt; e o gerente de obras Leônidas Rezende de Paula.