Coca-Cola Bandeirantes doa 12 mil garrafas de água mineral ao HGP

Nesta quarta-feira, 27 de maio, às 10h30, a Coca-Cola Bandeirantes realizará a doação de 12 mil garrafas de Água Mineral Crystal 500ml ao Hospital Geral de Palmas (HGP). Benefícios que ajudarão aos profissionais de saúde que estão atuando em hospitais de para tratamento da covid-19.

A água é entregue em embalagens individuais, para atender, com segurança, as equipes médicas nos plantões e emergências. Junto com a nossa água, vai todo o nosso carinho e gratidão aos profissionais de saúde pelo que estão fazendo pelos brasileiros acometidos pela Covid-19.

 


Homem que aplicava golpes por aplicativo de mensagens é preso pela segunda vez

Em mais uma ação de combate à criminalidade, a Polícia Civil do Tocantins prendeu um homem de 49 anos acusado pelo suposto crime de extorsão. A Divisão Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC de Palmas) cumpriu o mandado de prisão preventiva em desfavor do acusado na manhã desta segunda-feira, 25, em Palmas.

De acordo com o delegado da DRCC – Palmas, Claudemir Luiz Ferreira, o próprio investigado intitulava-se como membro de uma organização criminosa e fazia ameaças as vítimas. O último golpe aplicado pelo acusado foi contra um servidor público por meio de um aplicativo de mensagem. O criminoso pedia uma quantia de R$ 100.000 para que nenhum mal acontecesse a vítima e a seus familiares.

A DRCC iniciou as investigações que apontaram que o homem preso nesta segunda-feira era o mesmo preso no final do mês de fevereiro pela pratica do mesmo crime. Em fevereiro, a vítima era um empresário de Palmas, que procurou a DRCC quando as mensagens com a ameaças a ele a sua família começaram a chegar.

Conforme apurado naquela época pelo delegado Claudemir, o suspeito trabalhava como vigilante em um órgão público e teria conhecimento da rotina da vítima. “Ele encaminhava fotos do veículo da vítima, dando detalhes da rotina de seus familiares”, recordou o Delegado ao relatar que, para fazer as ameaças, ele utilizava de números de telefones de outros estados habilitados em nomes de terceiros.

Na prisão ocorrida em fevereiro, a DRCC encontrou em poder do homem chips de operadoras de telefonia e um aparelho celular que a Polícia suspeita que era utilizado para o envio das mensagens.


Fundação Cultural prorroga prazo para entrega de documentação e produto do edital

A Fundação Cultural de Palmas (FCP) prorrogou o prazo de entrega da documentação fiscal e do produto final, referente à primeira etapa do Edital do projeto ‘Palmas Curte Arte em Casa’. Os artistas contemplados nesta primeira fase têm até o dia 1º de junho para enviar a documentação e vídeo do projeto proposto.

A prorrogação ocorre em razão dos trâmites para retirada de certidões negativas junto à gestão pública estarem mais lentos, devido as medidas adotadas para minimizar os impactos da pandemia por coronavírus (Covid-19), a exemplo do acesso ocorrer somente online.

A documentação deve ser enviada para o e-mail compras.fcp@gmail.com e o vídeo resultante do projeto para palmasfazarte@gmail.com

Inscrições segunda etapa

As inscrições para a segunda etapa do edital ‘Palmas Curte Arte em Casa’, promovido pela Fundação Cultural de Palmas (FCP), com a finalidade de minimizar os efeitos da pandemia do coronavírus (Covid-19) junto ao segmento artístico de Palmas, seguem até o dia 25 de maio. Ao todo o projeto prevê três etapas, com a última sendo realizada em junho. As propostas deverão ser inscritas por meio de preenchimento do Formulário de Cadastro de Proposta, por meio do link

Podem se inscrever no ‘Palmas Curte Arte em Casa’, propostas para produção e exibição, via internet, de conteúdo específico artístico cultural inédito, de expressões culturais de todos os gêneros e estilos, com duração entre 30 e 60 minutos, em uma ou várias realizações distintas, com um cachê de R$ 2 mil por projeto. Serão selecionados até 50 projetos, por mês, durante três meses, podendo ser ampliado por igual período, ou revogado a qualquer tempo, a depender do tempo que as restrições ocasionadas pela pandemia perdurar.


‘Palmas de Mãos Limpas’ tem início na Capital nesta terça-feira, 26

Você não consegue sentir que as suas mãos estão realmente limpas a menos que use água e sabonete? Pois saiba que, nos dias de hoje, o uso do álcool em gel como antisséptico é considerado uma das melhores opções na higienização das mãos, já que reduz, de forma rápida e eficaz, o número de vírus e bactérias presentes na pele. Além disso, em tempo de pandemia quando o cidadão precisa sair de casa e, muitas vezes não consegue lavar as mãos, o álcool em gel é um grande aliado.

Pensando nisso, a Prefeitura de Palmas, em parceira com a empresa Union Life, inicia nesta terça-feira, 26, a ação ‘Palmas de Mãos Limpas’. O projeto tem como objetivo higienizar as mãos dos passageiros do transporte coletivo de Palmas com a aplicação de álcool em gel.

A prefeita Cinthia Ribeiro destaca a importância de mais uma ação no enfrentamento da pandemia. “O combate à pandemia da Covid-19 não deve ser um esforço individual, seja o gestor público, as instituições, as empresas, e o cidadão na sua rotina diária. Essa parceria entre a Prefeitura de Palmas e a Union Life é uma clara demonstração de que é pela união de esforços que vamos enfrentar esse inimigo invisível”, disse, acrescentando que a ação realizada nas principais estações de ônibus é estratégica porque permite ao trabalhador e qualquer usuário do transporte público higienizar suas mãos antes mesmo de entrar no ônibus. “É uma ação sanitária que gera mais segurança à população em tempos de isolamento social”, conclui.

São mais de mil litros do produto que foram doados pela empresa para a primeira etapa da ação que acontece no período de 10 dias. Teremos seis pontos de higienização em Palmas e de forma simultânea nas estações: Apinajé, Xambioá, Karajá, Kraô, Xerente e Javaés. Promotores, estudantes de enfermagem irão convidar os passageiros para a limpeza das mãos antes de seguirem viagem. Tal convite se estende para toda a população, agentes de trânsito e policias que estejam passando pelo local. A empresa parceira contratou monitores que estarão nas estações, instruindo e higienizando.

“Palmas é a primeira do País a desenvolver um projeto com esse enfoque. E pretendemos levar para outras capitais e ajudar no combate a essa pandemia que está tirando a vida de tantas pessoas”, diz Fábio Max, diretor da Union Life.

De acordo com o infectologista Alexandre Janote, esse projeto é fundamental. “É uma ação de prevenção, de educação e de solidariedade, porque muita gente não tem acesso ao álcool em gel. As mãos são a principal via de transmissão de micro-organismos, já que estão em constante contato com superfícies contaminadas. Assim, a higienização das mãos é a medida individual mais eficaz para prevenir a transmissão de micro-organismos para o ambiente e para outras pessoas”, ressalta o infectologista.

Graciella Alves Pinheiro utiliza o transporte coletivo todos os dias para trabalhar e se sente vulnerável, pois não tem condições de comprar o álcool para toda a família. “Com essa ação a gente não corre o risco de ser contaminado e levar esse vírus para dentro de casa. Os ônibus estão limpos, mas os passageiros não, como acontece no comércio em geral”, disse a trabalhadora.

Quais são os benefícios do álcool em gel?

Além de ser mais eficaz do que a higienização tradicional, com água e sabonete, a utilização do álcool em gel ainda inibe o crescimento de bactérias sobre a pele das mãos. Ou seja, não é apenas uma medida corretiva, mas também preventiva, evitando a contaminação tanto de bactérias como de vírus (entre eles, os da gripe). Como você pode ver, o uso do álcool em gel é uma questão de saúde que pode ajudar você e toda a sua família. Está esperando o que para higienizar as suas mãos em umas das seis estações de Palmas?


Denarc apreende grande quantidade de droga e prende traficantes no sul de Palmas

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (DENARC), apreendeu sexta-feira, 22, em endereços monitorados, 12 barras de maconha, várias porções de crack e de cocaína. Prendeu também dois supostos traficantes em locais na região sul de Palmas. Os agentes da Denarc monitoraram o endereço suspeito e confirmaram que no local funcionava uma boca de fumo.

Conforme apurado nas investigações, os traficantes que agiam em associação, usavam uma residência mais afastada para guardar as drogas em grande quantidade, enquanto levavam pequenas porções ao endereço no setor Aureny para comercialização aos usuários. Ainda de acordo com as investigações da Polícia Civil, há indícios que as drogas encontradas tenham relação com o grande carregamento que chegou em Palmas recentemente, e que desencadeou as duas últimas operações da DENARC. Operações que apreenderam grande quantidade de drogas que estavam sendo escoadas de Palmas para o interior do Estado.

 “Estima-se que uma grande quantidade de drogas tenha chegado a Palmas, mas a DENARC vem empreendendo sucesso em conseguir interceptar e apreendê-las e prender os traficantes que estão buscando comercializá-las na Capital e no Interior do Estado” destacou o delegado titular da DENARC, Enio Walcacer. Ao todo foram apreendidos seis quilos de maconha, várias pedras de crack, cocaína, balanças de precisão, uma moto e outros produtos usados para embalar e comercializar drogas.


Agrotins 2020 100% Digital apresenta resultados da unidade de produção da tilápia em tanques-rede no Tocantins

A Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins 2020 100% Digital) apresentará, ao vivo, dia 27, às 10 horas, o resultado técnico-econômico da produção de tilápia, em tanques-rede no Tocantins. Os trabalhos tiveram início, em 2019, no Parque Aquícola localizado no lago Luís Eduardo Magalhães no município de Brejinho de Nazaré, e foram finalizados em março de 2020. A feira digital, com o tema principal “Cerrado Sustentável” ocorre de 27 a 29 de maio, na plataforma Agrotins.to.gov.br

O resultado dos trabalhos é fruto da parceria realizada entre os governos do Estado, Federal e Municipal com diversas empresas privadas e produtoras de peixes. Os dados mostram os índices positivos para a criação da tilápia, considerando as condições climáticas, zootécnicas e econômicas do Tocantins.

O secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), César Halum, disse que é um avanço o resultado deste trabalho, pois mostra que o Tocantins tem excelente capacidade para a produção da tilápia, espécie muito consumida em todo Brasil e no mundo. “Na plataforma da Agrotins.to.gov.br, será mostrada essa vocação que o Estado possui para a criação dessa espécie, altamente produtiva e fácil manejo. Consideramos uma grande conquista, nós temos excelentes técnicos extensionistas, linhas de créditos disponíveis, o que precisamos agora é somarmos esforços, seja em cooperativas, associações e comunidades produtivas para a criação da tilápia”, argumenta.

 “A apresentação mostrará os índices da lucratividade da criação da espécie que apontou, entre 30 a 37%, de acordo com o valor de venda a excelente qualidade da água do lago, com variações de temperatura entre 28C° e 32C°, perfeitas para a criação das tilápias”, disse o zootecnista da Seagro, Thiago Tardivo. As informações são da assessoria de comunicação.


Câmara de Palmas convoca Audiência Pública para prestação de contas da saúde

A Câmara de Palmas realizará no dia 28 de maio, às 9h, uma Audiência Pública para apresentação do Relatório de Prestação de Contas do 1º quadrimestre de 2020, sobre as Ações e os Serviços de Saúde da Gestão dos Programas do Sistema Único de Saúde (SUS).

Enfatiza-se que a realização das audiências públicas é obrigatória e, deve, necessariamente ocorrer no plenário da Câmara Municipal de Palmas. Tal determinação – como também os ritos pertinentes acerca das prestações de contas – está prevista na lei de Responsabilidade Fiscal, bem como na lei do Sistema Único de Saúde (SUS).

Vale ressaltar que, devido à pandemia decorrente do novo coronavírus, as sessões ordinárias legislativas, as reuniões de Comissões Permanentes e Audiências Públicas estão mantidas, seguindo o Regimento Interno da Casa de Leis. Entretanto, todos os eventos ocorrerão de forma restrita, ou seja, com a presença apenas dos parlamentares e das assessorias técnicas essenciais, sem a presença de público no auditório, nas tribunas de honra e na área de imprensa.

Os servidores dos veículos de comunicação e os demais interessados em acompanhar as sessões e reuniões, deverão fazê-lo por intermédio do sítio oficial da Casa Legislativa: http://www.palmas.to.leg.br,  no link “transmissão ao vivo”.


Araguaína retorna com medidas do decreto municipal

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, realizou nova reunião de trabalho on-line com equipe de técnicos do Município e instituições, no  sábado, 23, para ouvir sugestões, atualizar sobre a covid-19 no Município e discutir a legislação local após o fim do “lockdown” decretado pelo Estado. O funcionamento do comércio retornará para recebimento de vendas a crédito, vendas digitais ou por telefones para entrega ou retirada do produto, como era previsto no Decreto Municipal 223/20. Já o isolamento social evoluirá para proibição total de reuniões familiares.

Dimas ainda explicou sobre os primeiros resultados do tratamento com medicamentos em pacientes confirmados ou suspeitas para covid-19. “Os casos confirmados tem aumentado em Araguaína, mas o índice de internações está diminuindo. Saímos de 4,84%, na terça-feira, para 3,8%, ontem. Uma queda de 20%”. Com o protocolo iniciado há menos de 15 dias, o prefeito pediu tempo para consolidação dos dados, que norteiam as decisões.

Contaminação na residência

As coordenadoras das unidades básicas de saúde (UBS) que são referência para casos suspeitos participaram da reunião e apontaram um mesmo agravamento: o maior número de contaminação acontece entre os familiares. “Nosso trabalho também é de conscientização e eu tenho batido na tecla para que as famílias se tranquem, adentrar um familiar de fora da casa é inadmissível”, afirmou a coordenadora da UBS JK.

Esse fato já era um dos motivos para a Prefeitura proibisse que mais de oito pessoas se reunissem no mesmo local, e agora evoluiu para proibição total. De acordo com o coordenador da força-tarefa no Município, Nicasio Mourão, as aglomerações ainda acontecem e continuam cerca de 30% do número denúncias noturnas em comparação ao que registrado no início do cumprimento das medidas restritivas.

Polo na saúde

O que preocupa o defensor público Sandro Ferreira é o não crescimento da rede hospital estadual em Araguaína, que atende vários Município da região. “Mesmo indicando a possibilidade de colapso nas UTIs com o crescimento dos casos, nenhuma medida foi tomada, salvo os 10 leitos iniciais no Regional, que estavam instalados, e depois a habilitação dos 10 leitos Hospital do Dom Orione, depois da judicialização também”, afirmou.

Sandro também afirmou que os leitos intermediários estão sendo acompanhados. “Embora Araguaína esteja agora muito bem atendida com os leitos do Hospital de Campanha de Araguaína, o Estado não ampliou os leitos clínicos e moradores de outras cidades não têm vagas disponibilizadas".

Dos respiradores que foram prometidos pelo senador Eduardo Gomes, Dimas anunciou que o Município deve receber quatro nos próximos dias e já serão encaminhados para o Hospital de Campanha. “Vai ser ampliado, estou vendo que não se houver necessidade para os cidadãos de Araguaína, o que é melhor e mais desejado cenário, vai ser necessário para os tocantinenses de outras cidades”.

Comércio e cultos

A presidente da Associação Comércio e Industrial de Araguaína (Aciara), Hélida Dantas, pediu o retorno das vendas presenciais, no modelo previsto do Decreto 222/20. Além do comércio, o vereador e presidente da Câmara Municipal, Gipão, entende que é preciso liberar o funcionamento das igrejas. “O Brasil é um país cristão, que acreditam que através da palavra de Deus podem se libertar de muitos males”, afirmou. O pastor Flávio Braga enviará uma proposta para abertura de capelanias presencias.


Semarh atua em parceria com o monitoramento de incêndios

Com o objetivo de realizar o acompanhamento de áreas queimadas no Estado do Tocantins e adotar medidas de prevenção e combate a incêndios, a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) trabalha em parceria com o Centro de Monitoramento Ambiental e Manejo do Fogo (Cemaf).

A identificação de áreas de rodovias que apresentaram frequência de queimadas nas regiões Norte, Sul e Centro do Estado nos últimos 5 anos foi realizada recentemente pelo Cemaf. Até o momento já foi possível identificar aproximadamente 2 mil propriedades que tiveram cicatrizes de queimadas nos municípios do Estado.

Com base nessas informações a Semarh vai atuar de forma mais precisa promovendo a queima controlado de uma faixa de terra em volta de uma unidade de conservação (aceiro negro) a fim de evitar novos focos de incêndios no local. Os dados obtidos anteriormente referente a cicatrizes de queimadas serão cruzados com os dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) fornecidos pela secretaria para identificação do proprietário da área rural.

Por meio do acordo de cooperação técnica, a Semarh pode trabalhar nas áreas de maior incidência a fim de promover a diminuição das queimadas no Estado do Tocantins. O órgão também vai auxiliar na execução prática do trabalho fornecendo suporte com equipamentos, veículos e colaboradores.

O secretário do Meio Ambiente, Renato Jayme destacou a importância dessa parceria entre as instituições. “O objetivo é um só, reduzir os índices de queimadas no nosso Estado. Através dessa parceria entre a Semarh e o Cemaf vamos ter a possibilidade de fornecer as informações necessárias através do CAR para a viabilidade dos trabalhos de identificação das áreas e prevenção dos incêndios”.

As checagens de informações também contarão com as análises feitas junto ao Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) sobre a permissão das queimadas através do Manejo Integrado do Fogo (MIF). Caso o proprietário não tenha a autorização fornecida pelo órgão responsável, será emitida uma notificação para o dono da área onde a queimada foi identificada. Nos casos reincidentes que forem identificados serão emitidas novas notificações ou analisadas as aplicações de multas.

Segundo supervisor administrativo da Semarh, Luis Paulo “o monitoramento vai auxiliar os trabalhos de prevenção nas zonas mais críticas onde mais queimam, e com isso buscaremos reduzir ao máximo as queimadas aqui no estado”.

Outro mecanismo que será utilizado para orientar a população sobre as queimadas são os boletins diários. Eles irão mostrar as variáveis de umidade, velocidade do vento e dias sem chuvas nas regiões norte, sul e centro do Estado. Com essas informações será possível classificar como alto e moderado o risco de queima na região.

Os informativos serão divulgados através das redes sociais e site da Semarh, lista de transmissão do aplicativo whatsapp para extensionistas locais sendo eles: técnicos do Ruraltins, chefes de brigadas, brigadistas, secretários de meio ambiente e agricultura municipais, guias locais, agentes de saúde, associações de pequenos agricultores e ainda para imprensa e rádios locais.

Cemaf

O Centro de Monitoramento Ambiental e Manejo do Fogo (CEMAF) atua desde 2016 desenvolvendo trabalhos técnicos científicos para suprir demandas na área de monitoramento ambiental. Uma parceria firmada entre a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e a Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus de Gurupi possibilitou a implantação do CEMAF.

As informações fornecidas pelo Centro de Monitoramento possibilitam a delimitação efetiva das áreas onde ocorrem incêndios florestais e queimadas do estado do Tocantins. Desde a sua implantação, o CEMAF já desenvolveu diversos planos de prevenção e combate a incêndios orientando os municípios, além de realizar o mapeamento das áreas degradadas pelas queimadas. Isso gera um avanço para o Estado, que conta com um cálculo mais realista das situações de cada município.


Saúde alerta sobre risco de queimaduras durante a quarentena

Durante pandemia muitas pessoas estão ficando em casa como uma das formas essenciais de evitar a transmissão do novo Coronavírus. Diante disso, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) aproveita para alertar sobre os riscos de queimaduras envolvendo adultos e crianças. Os principais casos são queimaduras por acidentes domésticos (maioria são crianças) queimaduras por eletricidade e químicas.

Conforme dados do faturamento do Hospital Geral de Palmas, só em 2019 71 pacientes deram entrada no pronto socorro da unidade, após sofreram queimaduras. Destes, 46 foram adultos e 25 crianças, 14 destas de 01 a 05 anos. Só este ano já foram 33 pacientes.

 “Neste momento de quarentena estão sendo internados pacientes queimados. Boa parte são acidentes domésticos, principalmente em crianças. Os acidentes são em utensílios na cozinha, churrasqueira no momento da preparação do fogo, nas queimadas próximas às rodovias, acidentes automobilísticos. Cerca de 90% das cirurgias de urgência e emergência do setor plástica do Hospital Geral de Palmas (HGP) são realizadas em pacientes que sofreram queimaduras. Neste momento, nós profissionais realizamos os tratamentos com todos os cuidados e proteção seguindo as orientações do Ministério da Saúde devido a pandemia”, destacou o cirurgião plástico, Giovanni Augustus.

Nos casos de queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau, o médico alerta a população a procurar o médico. “Nos dias atuais muitas pessoas realizam tratamento com remédios caseiros. Orientamos a população a procurar os serviços de saúde, para avaliação e tratamento com especialista evitar agravamento com estes tipos de queimaduras. Dentre as consequências estão o surgimento de infecções no local queimado, sequelas e perda de função daquele membro ou órgão lesionado”, alertou.

O especialista orienta os primeiros socorros nos casos de queimaduras leves: “realizar uma limpeza com a água corrente na área queimada, com jato suave, por, aproximadamente, dez minutos e logo em seguida buscar ajuda médica para evitar complicações futuras. Não coloque manteiga, pó de café, creme dental ou qualquer outra substância sobre a queimadura, somente o especialista pode indicar medicamento adequado”, enfatiza.

Nos casos leves os usuários podem procurar uma Unidade Básica de Saúde ou Unidade de Pronto Atendimento. Em casos graves acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) ou Corpo de Bombeiros 193.

Tratamento intensivo

A pessoa que sofre queimadura de terceiro grau é intitulado como “grande queimado”, e necessita passar por cirurgias plásticas, logo é encaminhado ao leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com risco de morte. “Neste tipo de paciente ocorre a desidratação de camadas da pele em muitos casos estado de choque e necessita de cuidados intensivos, tratamento venoso, analgésicos e monitorização. É importante ressaltar que é um paciente com baixa imunidade, sujeito a infecção, com cuidados redobrados em tempos pandemia devido Covid-19”, afirmou.

Tipos de queimaduras

As queimaduras de primeiro grau atingem as camadas superficiais da pele. Apresentam vermelhidão, inchaço e dor local suportável, sem a formação de bolhas.

Já as queimaduras de segundo grau atingem as camadas mais profundas da pele (apresentam bolhas, pele avermelhada, manchada ou com coloração variável, dor, inchaço, despreendimento de camadas da pele). A cicatrização demora mais que três semanas e costuma ficar as cicatrizes. As mais profundas duram 45 dias.

As de terceiro grau atingem todas as camadas da pele, vasos e músculos e podem chegar aos ossos. Apresentam pouca ou nenhuma dor (afeta a sensibilidade).

Paciente em tratamento

O auxiliar mecânico Marcos Rayan da Cruz Queiroz, morador de Palmas, está há uma semana com o filho de quatro anos, sob os cuidados da equipe multiprofissional do HGP. “Foi muito rápido, ele pegou a frigideira com óleo quente. Com queimaduras de segundo grau ele passou por cirurgia necessitou ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e agora já está na enfermaria, está bem melhor graça a Deus. Ele está com vontade de ir para casa, mas não podemos ir, temos que esperar para seguir o tratamento corretamente. É um menino muito esperto e orientamos sobre o perigos dos acidentes e sempre estamos atentos, mas aconteceu. Aqui meu filho é bem tratado, mais é um momento muito doloroso passar por isso. Então deixo a mensagem para os pais a redobrarem os cuidados com seus filhos que a gente pensa que nunca vai acontecer conosco”, declarou.

Como prevenir?

Coloque as panelas nas bocas traseiras do fogão e com os cabos virados para trás ou para o lado – jamais para fora-, para evitar que as crianças puxem os cabos;

Impeça a presença de crianças na cozinha quando estiver utilizando o forno ou o fogão;

Mantenha cabos e alças em bom estado, para evitar que se soltem e derramem o conteúdo quando você erguer as panelas;

Mantenha o registro do gás fechado quando não estiver utilizando o fogão;

Dê preferência para o álcool gel;

Nunca deixe fósforos e isqueiros ao alcance de crianças; Ao acender um fósforo, mantenha o palito longe do rosto. Assim, se escapar alguma chama, não irá atingir o cabelo ou a sobrancelha;

Ao acender uma vela, observe se está longe de produtos inflamáveis, como botijões de gás, solventes ou tecidos;

Não manipular álcool, querosene, gasolina ou outros líquidos inflamáveis perto do fogo. Esses produtos devem ser guardados longe do alcance das crianças;

Evite utilizar qualquer tipo de chama dentro de casa, seja para aquecimento, seja para iluminação. Se não puder evitar, deixe as chamas distantes de tecidos (cortinas, tapetes, toalhas) e sempre sob sua visão. Não espalhe velas pelos cômodos da casa;

Mantenha o ferro de passar roupas longe das crianças;

Guarde solventes, combustíveis (como o álcool) e outros produtos químicos em recipientes adequados, devidamente fechados e fora do alcance de crianças;

Evite exposição prolongada ao sol e sempre use filtro solar;

Cuidados com fios desencapados podem causar princípios de incêndios (passar eletricidade para o corpo) e aparelhos eletrônicos nas tomadas.