O governador Mauro Carlesse (PSL), o secretário de Parcerias e Investimentos do Tocantins, Claudinei Quaresemin, e o superintendente de Governo e Relacionamento Institucional do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Pedro Bruno, estiveram reunidos na manhã desta terça-feira, 14, com prefeitos dos nove municípios do Jalapão. A pauta da audiência foi a concessão dos serviços turísticos do parque estadual da região, já autorizada pela lei e com previsão de ter o projeto inicial disponível para consulta pública no dia 30 deste mês. 

Tirar Jalapão da exclusão

Conforme a Secretaria de Comunicação Social (Secom), governo e instituição financeira explicaram detalhadamente todos os processos e as etapas do projeto de concessão, alvo de críticas da comunidade pela falta de diálogo e devido a celeridade com que o texto foi aprovado pelos deputados. “Fizemos questão de trazer todos os prefeitos da região do Jalapão junto com o pessoal do BNDES para esclarecer e marcar logo uma nova reunião junto com as lideranças das regiões e, assim, fazer com que o projeto seja aprovado por todos e executado. A região vive em uma exclusão e nós queremos mudar isso, queremos melhorar a vida desse povo”, disse Mauro Carlesse.

Audiências vão ajudar projeto a ficar melhor

Claudinei Quaresemin tinha adiantado que faria um trabalho de esclarecimento sobre o projeto antes mesmo da consulta pública e avaliou que a reunião com os prefeitos foi “produtiva”. “Conseguimos demonstrar o tanto que o projeto vai beneficiar e melhorar a vida das pessoas. Nos próximos dias, teremos a publicação no site do governo dos projetos para que a população possa fazer as suas sugestões, tirar as suas dúvidas e incrementar com sugestões que possam melhorar o projeto. Depois, vamos para as audiências públicas que também vão ajudar a ficar melhor ainda”, reforçou.

Consulta pública a partir do dia 30

Superintendente do BNDES, Pedro Bruno busca tranquilizar os prefeitos ao lembra que a concessão ainda está na primeira fase, sendo que a próxima será marcada pelas audiências públicas tão cobradas pela comunidade impactada. “Estamos juntos com o governo para finalizar os ajustes e concluir o estudo preliminar, que será amplamente divulgado na segunda etapa, que é a consulta pública. Ela será aberta a partir do dia 30. […] Será o momento em que toda a população poderá dar a sua contribuição de maneira a aprimorar este projeto e torná-lo ainda melhor. Depois, avançaremos para a publicação do edital e, posteriormente, o leilão”, explicou.

Mais tranquilo

Presidente do Consórcio dos Municípios do Jalapão e prefeito de Mateiros, João Martins teria ficado mais tranquilo em relação ao processo. “A preocupação do povo é que eles iriam ficar de fora, inclusive, os pequenos empresários que já operam na região, que fizeram o Jalapão e que estão fazendo as coisas acontecerem. Mas o que entendemos pelo BNDES [é que] todo este pessoal estará envolvido, todos vão pegar uma fatia deste processo. Saímos daqui bem tranquilos, sabendo que temos condições de repassar isso à população e eu defendo nosso povo e as comunidades quilombolas. Então, vendo que o projeto vai beneficiar a eles também, isso alivia a gente”, declarou à Secom.

Convite também aos operadores do Turismo

Prefeito de São Félix do Tocantins, Carlos Ribeiro pediu que o debate seja ampliado para toda a comunidade. “Sugerimos a ele [Mauro Carlesse] que chame o pessoal do trade turístico, ou seja, os operadores, o pessoal da Associação Tocantinense de Turismo Receptivo, às comunidades tradicionais, para uma reunião aqui no Palácio juntamente com o representante do BNDES para fazer uma explanação sobre o projeto”, afirmou. A gestora de Lizarda, Suelene Lustosa, acrescentou. “A população por enquanto está desinformada, o que tem gerado uma certa preocupação, mas estamos aqui para esclarecer e levar para eles esta esperança de que teremos mais estrutura e uma região mais organizada e promissora”, afirmou.

Presenças

Estavam presentes na reunião os secretários da Governadoria, Divino Allan Siqueira; o Executivo de Assuntos Parlamentares, José Humberto Marquez; da Comunicação, Élcio Mendes; o chefe de Gabinete do Governador, Sebastião Albuquerque Cordeiro; e ainda os prefeitos de Novo Acordo, Deusany Batista; de Santa Tereza, Antônio Campos; de Lagoa do Tocantins, Leandro Soares; de Rio Sono, Itair Martins; e de Ponte Alta do Tocantins, Kleber Rodrigues; além do prefeito de Talismã e presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), Diogo Borges.