Apenas 3 dos 36 candidatos à vaga de desembargador do Tribunal de Justiça do Estado tiveram a inscrição indeferida na reunião da Comissão de Arguição do chamado Quinto Constitucional da Seccional Tocantins da Ordem Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-TO), nesta quinta-feira, 25. Eles concorrem à vaga de desembargador deixada por Amado Cilton Rosa. Raimundo Costa Parrião Júnior, Jorge Palma de Almeida Fernandes e Brisola Gomes de Lima, os três indeferidos, têm agora cinco dias úteis para recorrer.

Análise minuciosa

O presidente da Comissão de Arguição, Sérgio Skeff Cunha, afirmou que foi analisada minuciosamente toda a documentação. “Concluímos esta missão dentro do menor tempo possível diante de tamanha responsabilidade. Por isso, estamos com a sensação de dever cumprido após a aprovação da lista pelo Conselho Seccional da OAB/TO”, disse Cunha.

Lista sêxtupla 

O conselho estadual da OAB-TO irá agora selecionar os seis concorrentes que serão avaliados pelo Pleno do Tribunal de Justiça do Tocantins. Dos seis, três seguirão para a análise do governador, responsável por nomear o novo membro do Poder Judiciário.

Sem data

Nessa reunião do conselho, específica para o tema, os candidatos serão sabatinados. A data ainda não foi definida.