A conta de água dos consumidores da BRK Ambiental no Tocantins ficará mais cara a partir de novembro. Os percentuais de reajuste variam de 10,26% até 21,84%. O aumento da tarifa foi aprovado pela Agência Tocantinense de Regulação (ATR), e publicado na última sexta-feira (15/10) no Diário Oficial do Estado.

A variação de valores tarifários será diferente, de acordo com a categoria do consumidor: residencial, residencial social e comercial. 

Com a mudança nas tarifas, o consumidor residencial que usa até 40 metros cúbicos de água, por exemplo, pagará R$ 121,45 a mais na conta de água. Por outro lado, algumas tarifas serão reduzidas.  

Na tabela abaixo, veja a comparação entre as tarifas atuais e as novas com a revisão, que será aplicada já no próximo mês.

No caso do esgoto, a depender da cobertura, a tarifa pode ficar até 25,5% mais cara. As tarifas do esgotamento sanitário serão aumentadas de forma parcelada conforme a ampliação dos serviços de esgotamento sanitário, do seguinte modo:

I – ao atingir 50% de cobertura de esgotamento sanitário: 5,01%;

II – ao atingir 60% de cobertura de esgotamento sanitário: 5,01%;

III – ao atingir 65% de cobertura de esgotamento sanitário: 5,01%;

IV – ao atingir 70% de cobertura de esgotamento sanitário: 5,01%;

V – ao atingir 80% de cobertura de esgotamento sanitário: 5,01%

O texto da resolução também traz uma redução da tarifa mínima correspondente ao consumo de 10 m³ para 5 m³ nas categorias Residencial, Residencial Social e Comercial, e criação de uma nova faixa de consumo de 6-10 m³. Desse modo, a tabela das tarifas fica com essa nova estrutura. Atuamente, a taxa mínima é cobrada sobre 10 metros cúbicos.