A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid terá nesta 3ª feira (4.mai.2021) sua 1ª reunião para ouvir convocados. Os primeiros serão os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. O encontro deve ser longo, saiba como será a dinâmica.

Segundo a assessoria do presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), cada senador integrante da comissão, seja titular ou suplente, terá 5 minutos para questionar os ex-ministros. Os convocados participarão presencialmente da CPI.

Estes terão direito a 5 minutos para responder. Depois, haverá 3 minutos para réplica e outros 3 para tréplica, caso necessário. Só com titulares e suplentes, o tempo do questionamento já se aproximaria das 5 horas para cada entrevistado.

São 18 integrantes do colegiado, os quais devem ter prioridade para fazerem seus questionamentos. Segundo o regimento interno da Casa, entretanto, todos os senadores que quiserem podem fazer perguntas. Estes, entretanto, só terão 3 minutos para isso.

Na 4ª feira (5.mai), é a vez de o ex-ministro Eduardo Pazuello falar à CPI. Na 5ª feira (6.mai), serão ouvidos o atual ministro, Marcelo Queiroga, e o presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antônio Barra Torres.