As regras do novo decreto municipal, que flexibiliza horários de funcionamento e o percentual de lotação do comércio, começam a valer nesta segunda-feira (10). As medidas foram anunciadas pela prefeitura na última quarta-feira (5). A cidade está entrando na fase amarela de prevenção ao coronavírus.

Mesmo com as alterações, as aulas presenciais continuarão proibidas na cidade. Há previsão de retomada escalonada a partir do mês de junho.

“Nós saímos da fase laranja e estamos entrando fase amarela, de controle ampliado. Vão permanecer exatamente as mesmas atividades que estavam liberadas e nós aumentamos o percentual de 30% para 50% da capacidade de funcionamento”, afirmou a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) na entrevista da última quarta.

Espaços públicos como praças, praias e academias ao ar livre seguem fechados, assim como clubes. Os eventos de qualquer natureza também seguirão proibidos. As medidas alteram o decreto Nº 2.029, que começou a valer no dia 19 de abril.

Veja como ficou para cada setor

Shoppings centers, galerias e estabelecimentos congêneres

Funcionamento das 12 às 22h e com capacidade reduzida de 50%. Permite delivery aos sábados e domingos, permanecendo fechado para o acesso ao público.

Lojas de materiais de construção

De segunda a sexta, das 9h às 17h, com 50% da capacidade.

Casas agropecuárias

De segunda a sexta, das 6h às 16h, com 50% da capacidade.

Concessionárias de veículos

Das 8h às 18h, com 50% de capacidade, de segunda a sexta.

Comércio de rua

De segunda a sexta, das 10h às 20h, com 50% da capacidade.

Academias, escolas esportivas e atividades recreativas

Das 5h até 0h, de segunda a sexta-feira, limitada a entrada de usuários ao quantitativo de 50% da capacidade do estabelecimento.

Clínicas de estética e salões de beleza

Atendimento personalizado, mediante agendamento, das 7h às 22h, de segunda a sexta-feira, limitada a entrada de usuários ao quantitativo de 50% da capacidade do estabelecimento;

Restaurantes

Funcionamento todos os dias das 11h às 15h, com 50% da capacidade. O horário noturno ainda não está liberado

Padarias

Das 6h às 22h, todos os dias, limitada a entrada de usuários ao quantitativo de 50% da capacidade do estabelecimento, permitido o consumo no local durante todo o dia.

Lanchonetes (pit dogs, açaiterias, pamonharias, sorveterias, pastelarias) e similares

Podem funcionar das 10h às 20h, com até 50% da capacidade para consumo no local. Até 0h será permitido o atendimento por delivery.

Bares

Permanecem fechados. Podem trabalhar das 8h às 0h apenas com delivery ou retirada no local.

Igrejas

Seguem com funcionamento liberado seguindo decreto anterior, com capacidade reduzida de funcionamento a 30% para reuniões presenciais

Feiras livres

Seguem a portaria que liberou o funcionamento sem consumo e degustação no local.

Educação

Na rede municipal, o município informou que as escolas e creches estão preparadas e equipadas, mas seguem fechadas seguindo o decreto estadual. A retomada na educação infantil deverá ocorrer de forma escalonada com 30% das turmas e no formato híbrido no mês de junho, se o estado não prorrogar a validade do texto.

A prefeita Cinthia Ribeiro informou que uma reunião também deve ser realizada com as escolas particulares até o próximo dia 15 de maio para planejar a retomada das atividades presenciais da educação infantil. Segundo ela, as aulas também seguem suspensas devido ao decreto estadual.

Por  G1 Tocantins.