A nova diretoria do Sindicato dos Delegados de Polícia do Tocantins (Sindepol/TO), encabeçada pela presidente Sarah Lilian e o vice-presidente Bruno Azevedo, foi empossada na noite de segunda-feira, 16, no auditório da OAB/TO. A cerimônia contou com a presença de mais de 100 convidados, entre Delegados, autoridades e familiares.

A presidente empossada, Sarah Lilian, agradeceu a confiança dos filiados e também à de sua família, que se fez presente na solenidade. “A nossa missão é representar e proteger cada filiado e para isso buscaremos as garantias que cada Delegada e Delegado de Polícia do Estado precisa para desenvolver seus trabalhos”, afirmou Sarah.

Representando a Secretaria de Segurança Pública, a Delegada-Geral Raimunda Bezerra, parabenizou a nova diretoria, sobretudo a figura da presidente e afirmou que espera o alinhamento da secretaria com o Sindicato. “É essa integração de informações e de intenções, para que nós possamos fazer uma segurança pública melhor, não só para os policiais, mas também para toda a comunidade”, finalizou.

A ocasião contou com a presença de autoridades como, o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Judiciária (ADPJ), Rafael Sampaio, o presidente da OAB/TO, Gideon Pitaluga, a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro e a Delegada-Geral, Raimunda Bezerra.

Novos desafios

De acordo com o presidente da Associação Nacional (ADPJ), Rafael Sampaio, a classe passa por momentos de transformação e há discussões amplas que devem definir as novas feições das polícias judiciárias brasileiras, e nesse momento é preciso coesão. “Então nós temos discussões sobre o novo código do processo penal, Lei Orgânica, Lei Geral de Polícia, nós temos vários projetos que nos alcançam, como a própria previdência que agora está transbordando para os estados e que nós precisamos dessa coesão nacional, colher experiências locais que possam serem replicadas nos outros estados por conta do sucesso, para que nós façamos uma polícia mais forte e melhor”, afirmou Rafael.