Palmas suspendeu a campanha de vacinação contra o vírus influenza. O motivo é que as doses enviadas para a primeira fase da campanha estão esgotadas. Nos três primeiros dias foram imunizados 9.155 idosos e 2.836 profissionais de saúde, que são os grupos prioritários desta fase da campanha.

A meta para estes dois públicos este ano em Palmas é a imunização de 10.578 idosos e 9.264 profissionais de saúde. A Secretaria Municipal de Saúde informou que recebeu apenas 67% das doses necessárias para a primeira fase e que já solicitou a reposição.

Como a procura pela vacina foi alta em quase todas as regiões do país, ainda não há uma previsão para que a reposição seja feita. A prefeitura ainda não informou se vai precisar alterar o calendário das próximas fases da campanha, a decisão depende de orientação do Ministério da Saúde.

Pela previsão inicial, no primeiro momento seriam vacinados os idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores de saúde. A partir de 16 de abril é a vez dos professores, doentes crônicos e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Do dia 9 de maio em diante, crianças, grávidas, adultos de 55 a 59 anos e demais públicos também poderão tomar suas doses. O dia D da campanha está marcado para sábado, 9 de maio.

Neste ano poderão se vacinar:

Idosos com mais de 60 anos

Adultos com 55 a 59 anos

Crianças de 6 meses a 6 anos incompletos (5 anos, 11 meses e 29 dias)

Gestantes

Puérperas (mulheres que tiveram um filho nos últimos 45 dias)

Trabalhadores da área de saúde

Professores de escolas públicas e privadas

Povos indígenas

Portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas (veja mais abaixo)

Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas

População privada de liberdade

Funcionários do sistema prisional

Profissionais de forças de segurança e salvamento (policiais e bombeiros, por exemplo). As informações são do G1 Tocantins.