A vereadora e presidente da Câmara Municipal de Palmas, Janad Valcari (Podemos), criticou duramente a gestão da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) ao discursar na tribuna da Casa de Leis na manhã da terça-feira (22).

Após propor a suspensão das atividades presenciais na Câmara, devido ao avanço da pandemia, Janad criticou a postura de Cinthia na condução das ações para conter o avanço da doença em Palmas.

“Preocupo com vidas, é por isso que precisamos de mais leitos de UTI. Preocupo-me com vidas, é por isso que precisamos de um hospital de campanha. Cheguei em Palmas no ano de 1992 e sempre ouço falar: vamos ter um hospital municipal. Esse hospital nunca sai! É uma vergonha, uma Capital não ter um hospital municipal. A cidade de Peixe possui um hospital municipal, Miranorte, Colinas, Araguaína, Axixá, Almas, Dueré, todas tem hospital municipal. Cadê o hospital municipal de Palmas? Só ouço promessas, só ouço promessas e recursos chegando”, disparou a vereadora.

A presidente da Casa continuou os questionamentos, dessa vez em relação ao excesso de decretos editados pela prefeita durante a pandemia.

“Existem muitos pequenos empresários, músicos, artesãos que estão sofrendo, inclusive pelos decretos dos fechamentos. Muitos estão sofrendo com a depressão por não ter condições de pagar suas contas. Não temos empregos, remédios nas Upas. Os decretos do poder executivo estão sendo baseados apenas na quantidade de casos de covid e a quantidade de leitos que estão ocupados. Mas esses decretos não comprovam em nenhum momento que esse vírus é boêmio. Até onde eu sei, não tem dia, nem tem hora e nem local para se contaminar”, criticou.

Janad reforçou que se preocupa, sim, com vidas, mas defende outras medidas para impactar menos o comércio, como o rodízio de funcionamento.

“Não é de lucro que estamos falando. Estamos falando, sim, de abrir o comércio para colocar comida dentro de casa. Por que não se usa esse critério de fazer o rodízio? É um momento de estudar e eu me coloco a disposição para participar desse conselho”, finalizou.

‘NEM 1 LEITO DE UTI’

O fato de a Prefeitura de Palmas não ter implantando um único leito de UTI durante toda a pandemia do coronavírus tem gerado muitas críticas à gestão de Cinthia Ribeiro, pois a Capital já recebeu mais de R$ 20 milhões do Governo Federal.

Na segunda-feira (22), o próprio governador Mauro Carlesse falou em “falta de compromisso, colaboração e de entendimento” por parte da prefeita e disse que ainda está em tempo de implantar os leitos de UTI.

Por Conteúdo AF Notícias