Reeleito em novembro com 82,76% dos votos, o prefeito de Talismã, Diogo Borges (DEM), vai concorrer com chapa única à presidência da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), biênio 2021/2022. Ele registrou a chapa em Palmas, acompanhado dos demais membros. A documentação foi recebida pelo presidente da Comissão Eleitoral, o prefeito de São Valério da Natividade, Olímpio Arraes.

Eleição no dia 18

A eleição foi convocada pelo presidente da ATM e ex-prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano (PDT), para o dia 18, a partir das 9 horas, no auditório da ATM, em Palmas. O pleito decidirá o 13° prefeito a presidir a associação em seus 31 anos de história.

Borges contou que vem conversando já há algum tempo sobre a sucessão de Jairo Mariano. Vários prefeitos chegaram a anunciar a intenção de disputar, como o de Rio dos Bois, Moacir Oliveira (DEM); Professor Adriano (MDB), de São Sebastião; e Manoel Silvino (SD), de Tocantínia. “Conseguimos fazer uma conciliação, pois acreditamos que é o melhor para entidade e mostra a nossa união, algo fundamental para o fortalecimento da nossa instituição”, defendeu Diogo, que atualmente é vice-presidente da ATM.

União Municipalista

A chapa intitulada “União Municipalista” tem o prefeito de Talismã como candidato a presidente, e os prefeitos Itamar Barrachini (Santa Maria do Tocantins) e Jocélio Nobre (Pequizeiro) como candidatos a vice- presidentes. O prefeito Moacir de Oliveira (Rio dos Bois) e Paulo Roberto (Taguatinga) serão diretores administrativos, enquanto que os prefeitos Adriano de Moraes (São Sebastião do Tocantins) e Adriano Ribeiro (Barrolândia) serão diretores financeiros. Outros 16 prefeitos estão distribuídos dentro do quadro de conselheiros Deliberativo e Fiscal, bem como dos quadros de suplentes.

Continua conversando

Diogo Borges disse que seguirá conversando com os prefeitos para ouvir as demandas dos municípios e, com isso, planejar de forma participativa um projeto para a entidade executar nos próximos dois anos.

As informações são do Portal CT.