Em resposta a notícia que publicamos de ontem, Governo investiga o sumiço de tratores do programa Terra Forte, que entra as cidades citadas, estava Colinas do Tocantins, região norte do estado, o ex prefeito da cidade, José Santana (PT), emitiu nota em que afirma ter entregue o trator do programa Terra Forte ao final da sua gestão, em 2016, e em “bom estado de conservação”.

Ainda segundo a nota, Santana diz que, atualmente não tem conhecimento sobre a qual é a situação do equipamento. “Faço questão de salientar que, o trator que estava sob administração da Prefeitura foi entregue em bom estado de conservação no final de minha gestão, em 2016, conforme relatório de transição, e que não tenho conhecimento sobre a atual situação do equipamento após esse período”, afirmou Santana.

Entre as outras cidades citadas que vai ser apurado o sumiço das máquinas do programa Terra Forte, que além de Colinas, as investigações irão acontecer em Piraquê, Nazaré do Tocantins e Goiatins.

O programa, lançado em 2013, custou R$ 28 milhões aos cofres públicos do Estado. Segundo a pasta divulgou em maio daquele ano, foram repassados a associações, sindicatos e prefeituras 230 tratores, 220 grades aradoras, 226 calcareadeiras, 226 plantadeiras, 106 pulverizadores, 108 roçadeiras, 4 perfuradores de solo.

A Seagro não informou a quantidade de máquinas que sumiram.