O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) publicou  um vídeo sobre a discussão da realização da Copa América no Brasil. Segundo a gravação, a emissora Globo e o o técnico Tite tentam “politizar” o evento.

 “Sobre essa polêmica da Copa América: todos sabemos que a discussão não é sobre saúde. É sobre Globo versus SBT, uma vez que é o SBT que vai transmitir com exclusividade a Copa America”. O congressista afirma que seria “perfeitamente possível” a realização do evento no país, pois “já vacinamos mais de 70 milhões de brasileiros”.

Flávio disse que, enquanto a Copa America seria realizada na Argentina, Tite não se manifestou contrário. “Bastou a CBF pedir autorização para o presidente Bolsonaro para que ela acontecesse aqui no Brasil, para que o Tite se posicionasse politicamente. É um hipócrita, porque temos vários videos no passado onde ele puxa um saco para o ex-presidente Lula [sic]”.

Após mostrar a programação de alguns canais de esportes da Globo, Flávio faz um apelo para os jogadores da seleção Brasileira. “Não se deixem ser usados em um momento como esse. O Brasil tem toda a possibilidade de fazer esse torneio, seguindo todas as medidas de seguranças. Cabe a vocês, com o trabalho, levarem um pouquinho de esperança e de alegria para população brasileira”.

TEXTO PUBLICADO COM O VÍDEO:

Globo e Tite tentam politizar Copa América no Brasil.

Jogadores, não abram mão do direito de trabalhar e levar um pouco de alegria e esperança aos brasileiros.

Vocês sabem que futebol vai muito além das quatro linhas do gramado.

O ano de 2021 começou com campeonatos estaduais em todos os Estados do Brasil. Começaram então jogos da Copa do Brasil, Libertadores, Brasileirão (séries A, B, C e D), Eliminatórias… e isso pra ficar só na modalidade futebol!

Até então não havia problema, até porque a Copa América seria realizada na Argentina. Bastou a CBF consultar o Presidente @jairbolsonarobrasil , que autorizou realização no Brasil, para que começasse uma cruzada contra a Copa América.

Sem público e com medidas restritivas, o impacto do evento no sistema de saúde é ZERO!