Muita gente que estava planejando uma viagem no último ano resolveu cancelar ou reprogramar as férias por causa do coronavírus. Por isso o setor de turismo tem sido um dos mais afetados durante a pandemia. Uma empresa que trabalha com a locação de ônibus, por exemplo, está há um ano sem alugar nenhum veículo.

A empreendedora Maria de Jesus gosta de viajar, mas atualmente para viver esses momentos só recordando as viagens que já fez. “Fiquei prejudicada, eu e meu esposo, por não podermos viajar por causa da pandemia. Estávamos com umas viagens marcadas, mas tivemos que adiar. Estamos no aguardo para remarcar”, lamentou.

O cenário para os empresários do turismo, principalmente de via terrestre não é nada bom. Uma empresa de Palmas que aluga ônibus para excursões não conseguiu locar um veículo desde o início da pandemia.

“No mês de março de 2020 zerou, os contratos que a gente ainda não tinha cumprido foram todos suspensos, adiados. Esperava que essa pandemia passasse em três meses ou seis meses, mas já estamos indo para o segundo ano e de lá para cá não tivemos mais nenhum contrato”, disse o empresário Waldson Moreira.

Além do turismo, a empresa também faz linhas interurbanas e é isso que está mantendo o faturamento.

O Gilson Oliveira também trabalha com viagens e perdeu cerca de R$ 50 mil com os cancelamentos. “Durante a pandemia nós tínhamos três viagens, uma foi cancelada totalmente e duas que nós conseguimos adiar para esse ano por conta da pandemia”, lamentou o empresário.

Na esperança de dias melhores, ele não vê a hora de que tudo volte ao normal. “A tendência, a esperança é que após essa vacinação e a normalização, que assim espero, nós possamos retomar a nossa atividade do turismo”, planejou.

Por  G1 Tocantins.