As aulas do ano letivo da rede estadual de educação tiveram início nesta segunda-feira, 22, nas escolas do Tocantins. Para 2018, foram disponibilizadas 180 mil vagas para todos os níveis e modalidades de ensino, e destas já foram preenchidas 155.660. As vagas disponíveis podem ser acessadas por meio do site www.seduc.to.gov.br, onde os interessados podem saber o número de vagas disponíveis por município e unidade escolar.

Conforme a gestora da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), professora Wanessa Zavarese Sechim, este ano a Pasta visa fortalecer e consolidar a proposta pedagógica, com o objetivo de garantir um ensino de qualidade para todos, a partir de quatro eixos: acesso, atendimento, permanência e aprendizagem. “Visando a construção de um planejamento mais efetivo para 2018, o processo de matrículas foi antecipado. Desta forma, foi possível definir a demanda de alunos por município/escola, e realizar o aditivo de contrato dos professores para lotação nas unidades escolares, garantindo a continuidade do processo pedagógico e a tranquilidade dos professores, pais e estudantes”, acentuou a gestora.

Planejamento

No dia 10 de janeiro, todos os diretores regionais e equipes pedagógicas das Diretorias Regionais de Ensino (DREs) estiveram reunidos com a secretária e equipe gestora da Seduc para repasse das orientações e organização do ano letivo. Entre os dias 16 e 19, professores, coordenadores pedagógicos e gestores escolares discutiram e definiram a melhor organização das atividades a serem desenvolvidas no calendário pedagógico.

Novidades

Uma das ações voltadas para o fortalecimento e consolidação da proposta pedagógica é a realização da Avaliação Diagnóstica já na primeira semana de aulas – dias 24 e 25 de janeiro, voltada para os alunos do 3º ano, 5º ano e 9º ano do Ensino Fundamental, nas disciplinas de Português e Matemática, organizada pela Seduc. A novidade deste ano é que as escolas podem optar em fazer a Avaliação Diagnóstica para outros níveis e disciplinas.

Além disso, estão previstos três simulados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nos moldes da prova oficial. Outra novidade para 2018 é a implementação de um calendário letivo pedagógico específico para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Indígena e Escola Família Agrícola (EFA).

“Implantamos ainda duas unidades do Colégio da Polícia Militar, que iniciaram nesta segunda as aulas. Uma no município de Paraíso do Tocantins, com 805 vagas e outra em Araguatins com 1.100 vagas. Na sexta-feira, 26, será realizada a entrega da ampliação e reforma do Colégio Estadual Nazaré Nunes da Silva, de Aguiarnópolis”, detalhou.

Também será entregue uma Escola de Tempo Integral em Palmas, na quadra 401 Sul, lembrando que outra unidade foi entregue em Porto Nacional, no mês de dezembro.

Além disso, em 2018 a metodologia pedagógica do Programa Jovem em Ação será estendida para mais 24 escolas dos anos finais do ensino fundamental de tempo integral, já em funcionamento da rede. Entre os dias 22 e 26 de janeiro é realizada capacitação para a equipe gestora e professores novatos das 12 escolas Jovens em Ação.

A Seduc também irá ampliar a abrangência dos programas desenvolvidos em parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS). Em 2018, o Governo do Estado abriu a adesão para mais 50 municípios, totalizando 108 cidades trabalhando com o Programa Circuito Campeão. A previsão é atender 70 mil alunos. Entre os dias 16 e 18 de janeiro, mais de 3 mil professores do Circuito Campeão passaram por formação nas 13 Diretorias Regionais.

Educação Profissional

Por meio da Seduc, o Governo do Estado irá entregar 779 diplomas e certificados dos cursos do Pronatec em 32 municípios no 1º trimestre de 2018. As aulas neste ano terão início em março, em 22 cidades.

Coletiva

Em Palmas, a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Zavarese Sechim atendeu os diversos veículos de comunicação no Centro de Ensino Médio Santa Rita de Cássia, que foi escolhida para a divulgação das novidades para 2018, assim como a importância da consolidação da proposta pedagógica implementada em 2017.

Todos os alunos matriculados na rede estadual receberão ainda cadernos do estudante. Empolgada com o caderno novo, Letícia Sales, da 1ª série do ensino médio é novata no CEM Santa Rita e disse estar ansiosa para conhecer os professores e os novos colegas. “Estou muito feliz em estar no ensino médio, e espero que seja um ano de muito aprendizado”, disse.

A professora auxiliar de Libras, Elines Ruas, explicou que a escola possui atualmente 32 alunos com deficiências múltiplas. “Nós acompanhamos os alunos em sala de aula para auxiliá-los com as atividades e no contraturno é realizado atividades na sala de recursos que envolvem alfabetização, jogos, raciocínio lógico, produção de conteúdos, e demais ações para estimular o desenvolvimento do aluno”, completou.