A estudante da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, Verena Paccola, foi premiada pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, pela descoberta de 25 asteroides para a Nasa.

Depois de passar por um treinamento com cientistas da agência espacial dos Estados Unidos, a jovem brasileira de 22 anos passou a receber pacotes de imagens capturadas por um telescópio no Havaí.

“Eu analisava esse pacote de imagens. São quatro imagens piscadas em sequência para mim. Elas são tiradas com diferença de segundos entre cada uma. Então eu via se tinha alguma coisa se movendo”, explicou.

Quando notava a presença de algum objeto em movimento nas imagens, Verena fazia uma análise numérica para identificar se havia padrão de asteroide. Os relatórios da jovem eram enviados à Universidade de Harvard para confirmação da descoberta.

Dos 25 asteroides encontrados, um deles é raro. Categorizado como “asteroide fraco”, um dos achados de Verena faz parte de um grupo de objetos que podem colidir com a Terra.

A Nasa ainda estuda a órbita do asteroide para identificar a dimensão do objeto e se há possibilidade de colisão com o nosso planeta.

No entanto, Verena explica que “o espaço é muito gigante para o tamanho da Terra. Então a probabilidade de um asteroide colidir com a Terra e causar algum efeito é muito pequena”.

A estudante conta que sempre foi muito curiosa. Apesar de sua área de maior interesse ser a saúde, a jovem lembra que desde pequena gostava de observar o céu com um telescópio que possuía.

“Eu não trocaria a medicina por nada, mas agora que estou tendo mais estímulo na área espacial, vamos vendo. Uma medicina espacial, talvez, não sei”, avalia.

Verena recebeu medalhas, certificados e troféu do ministro Marcos Pontes na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, realizada em Brasília.

Agora, a estudante se prepara para um treinamento presencial na Nasa. “Vamos ver se sai do papel para esse ano”, diz.

Verena pretende continuar a caça aos asteroides e está buscando candidatos interessados. “Eu estou recrutando pessoas no meu Instagram para fazer um treinamento em massa de quem tiver interesse e criar equipes para caçarmos asteroides esse ano juntos.”

*Sob supervisão de Rafaela Lara