A falta de iluminação tem sido um problema em algumas praças públicas de quadras em Palmas. A escuridão causa insegurança e medo para os moradores. Esse é o caso do espaço público da Arso 41, onde muitas lâmpadas estão sem funcionar.

O Jesuilson Alves Farias fala do risco de sair de casa durante a noite. “No escuro é perigoso, tem que ter a luz mesmo clareando. A gente chega, está tudo escuro e fica preocupado em sair, em chegar”, disse.

O educador físico Antônio Amaro também fica preocupado com a situação. “Eu não consigo ver quem está vindo, se pode ter alguém escondido o que esse alguém pode estar querendo fazer. Traz essa preocupação, traz um medo, de certa forma”, disse.

Lâmpadas estragadas também estão comprometendo a segurança nas praças da Arno 33, Arse 92, e Arso 23. “A iluminação está bastante deficiente. Esse problema vem se alongando há um bom tempo, inclusive já fiz várias solicitações ao setor de iluminação pública da prefeitura, só que o problema não foi solucionado até agora”, disse o servidor público Roods Valentim Júnior.

Outra reclamação de quem frequenta a praça da Arso 23 é sobre os brinquedos infantis. O balanço está com as cordas remendadas e as tábuas se soltando. Além disso, o parquinho foi retirado do local há um bom tempo e até agora não foi instalado um novo.

As quadras poliesportivas destes locais também estão no escuro, mas nesse caso, segundo a prefeitura, a iluminação está sendo desligada para evitar aglomerações. Mesmo assim, muitas pessoas acabam utilizando os espaços e até as academias ao ar livre mesmo no escuro.

O que diz a prefeitura

A Secretaria de Infraestrutura e serviços públicos de Palmas disse que a iluminação das praças da Arso 41, Arse 92, Arso 23, Arse 33 e Arno 33 permanecem acessas durante toda a noite. A superintendência de iluminação pública fez o levantamento dos pontos de luz apagados dessas praças e de acordo com o cronograma vai fazer a troca de lâmpadas nos próximos 15 dias.

Sobre o playground da Arso 23, a prefeitura informou que está em processo de licitação para compra de novos brinquedos. Também informou que a fiscalização para identificar aglomerações nos espaços públicos é feita diariamente, de forma itinerante.

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.