A Vigilância Sanitária de Araguaína, no norte do Tocantins, apreendeu diversos produtos vencidos em uma loja de departamentos que fica na cidade. A operação ocorreu após uma denúncia de que mãe e filha teriam passado mal após comerem salgadinhos fora do prazo de validade no último fim de semana.

A Americanas informou que ofereceu assistência imediata à cliente, revisou a validade de todos os produtos na loja e reforçou com o time de funcionários o treinamento no controle da validade dos produtos.

A autônoma Tatiana Soares Cardoso, 36 anos, contou ao G1 que havia ganhado ingressos para ir ao cinema com a filha de dois anos e sete meses. Elas pretendiam comer na praça de alimentação do shopping onde ficam as salas de exibição, mas os restaurantes estavam fechados.

“Era para ser um domingo de passeio, de diversão. Ganhamos uns ingressos de uma amiga. Eu fui para comer na praça de alimentação, mas estava fechado e optei por comprar um lanche, um salgadinho e um suco e ficaríamos comendo até abrir. Com uns 40 minutos ela começou com dor na barriga, vomitando. Eu comecei depois, quando levei ela para a UPA”, contou.

A mulher conta que ao ver a data de validade dos produtos descobriu que os salgadinhos tinham vencido no dia 7 de dezembro. Ao retornar à loja para falar sobre o problema, a autônoma relata que foi destratada por uma funcionária.

“A atendente pegou o saquinho e não quis devolver. Não é a questão dos R$2 é a forma que eu fui tratada. Ela escondeu os produtos em um depósito, falou que o ‘que não mata engorda’ e disse que não era para minha filha vomitar na loja que ela não ia limpar”, afirmou a autônoma.

A mulher conta que ela e a filha foram internadas na Unidade de Pronto Atendimento de Araguaína. A criança teve diarreia e vômito, enquanto a mãe sentiu mal-estar e ficou com a pele empolada em parte do corpo. Elas receberam alta no mesmo dia, só que a criança voltou a passar mal com vômitos e precisou retornar à unidade de saúde na manhã da terça-feira (22).

A autônoma contou que fez um registro do caso na Polícia Civil e procurou a Vigilância Sanitária.

A Prefeitura de Araguaína informou que a Vigilância Sanitária atendeu denúncia da moradora na segunda-feira (21) sobre produtos alimentícios vencidos nas prateleiras de uma loja e constatou o vencimento dos prazos. Os produtos foram recolhidos para destinação ao aterro sanitário e foi aplicado um auto de infração.

A Vigilância Sanitária orienta que os consumidores devem avaliar a validade e o aspecto dos produtos antes de comprar e ingerir. Para requisitar a presença dos fiscais, as denuncias devem ser realizadas por meio do telefone 3412-3209.

A Polícia Civil foi questionada sobre o caso e ainda deve se manifestar.

As informações são do  G1 Tocantins.