A deputada federal Flordelis exibiu a tornozeleira eletrônica que está sendo obrigada pela justiça a usar, durante um culto que fez neste domingo em São Gonçalo, na Região metropolitana do Rio. Durante um momento de pregação, ela levantou o vestido e apontou para a tornozeleira, pedindo para que filmasse o equipamento no seu tornozelo e cantou: “Isso não comprova nada. Ela não matou José, isso é história inventada”.

Flordelis compareceu à sede da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio na tarde da última quita-feira para colocar a tornozeleira eletrônica. Ela é apontada como mandante do assassinato do marido, pastor Anderson do Carmo, morto a tiros na porta da casa da família. O crime aconteceu em junho do ano passado.