O presidente Jair Bolsonaro disse que nas Forças Armadas há a certeza do “apoio total” às decisões do chefe do Executivo. Deu a declaração em cerimônia de promoção de oficiais-generais do Exército e da FAB (Força Aérea Brasileira) no Palácio do Planalto.

“Nas mãos das Forças Armadas, a certeza da garantia da nossa liberdade, da nossa democracia e o apoio total às decisões do presidente para o bem da sua nação”, disse.

E completou: “Como chefe da Nação, a tranquilidade que tenho com o trabalho de vocês me conforta nos momentos difíceis”.

No discurso, Bolsonaro disse ainda que as Forças tem o compromisso de “dar a vida pela pátria se preciso for, quer sejam ameaças externas ou internas”.

Acompanharam a solenidade no Planalto, além de Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão, os comandantes das Forças Armadas e os ministros Walter Braga Netto (Defesa), Ciro Nogueira (Casa Civil), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Flávia Arruda (Secretaria de Governo) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria Geral).

Em determinado momento, o cerimonial da Presidência da República informou que o uso de máscara de proteção era opcional durante o evento de cumprimento de oficiais-generais promovidos. A cerimônia ocorreu no Salão Nobre do Palácio do Planalto.

“Informamos que o uso da máscara nesta cerimônia é opcional”, afirmou o mestre de cerimônias. Depois do aviso, algumas pessoas que acompanhavam a solenidade retiraram o item de proteção. A máscara é recomendada por autoridades sanitárias como forma de diminuir o contágio pelo coronavírus.

Na 3ª feira (10.ago), o presidente convidou ministros e autoridades, além dos comandantes das Forças Armadas, para acompanhar um desfile militar de veículos blindados, tanques e caminhões na Esplanada dos Ministérios.

Em eventos militares, o presidente tem exaltado o dever de “lealdade ao povo” e o compromisso com a “liberdade” da população. Durante a pandemia, repetiu que “o seu Exército não vai às ruas contra o povo”, ao criticar medidas de isolamento adotadas por governadores e prefeitos para conter o alastramento do vírus.

OFICIAIS-GENERAIS

Bolsonaro cumprimentou os oficiais promovidos no Palácio do Planalto. Serão transferidos para os novos postos. Eis a lista de integrantes do Exército:

Generais de Divisão promovidos a generais de Exército:

  • João Chalella Júnior;
  • Achilles Furlan Neto;
  • Richard Fernandez Nunes.

Generais de Brigada promovidos ao posto de general de divisão:

  • Gustavo Henrique Dutra de Menezes;
  • Cristiano Pinto Sampaio;
  • André Luiz Ribeiro Campos Allão;
  • Paulo Alipio Branco Valença;
  • Luiz Gonzaga Viana Filho;
  • Alan Denilson Lima Costa;
  • Carlos Duarte Pontual de Lemos;
  • Alcides Valeriano de Faria Junior;
  • Luís Cláudio de Mattos Basto;
  • Otávio Rodrigues de Miranda Filho.

Coronéis promovidos ao posto de general de brigada:

  • Washington Rocha Triani;
  • João Roberto Albim Gobert Damasceno;
  • Márcio Luis do Nascimento Abreu Pereira;
  • Rodrigo Ferraz Silva;
  • Paulo Sérgio Reis Filho;
  • Fábio Serpa de Carvalho Lima;
  • Everton Pacheco da Silva;
  • Sérgio Borges Medeiros da Silva;
  • Carlos Alberto Rodrigues Pimentel;
  • Antônio Bispo de Oliveira Filho;
  • Ricardo Augusto do Amaral Peixoto;
  • Ivan Alexandre Corrêa Silva;
  • Willian Koji Kamei;
  • André Luiz Ísola;
  • Agnaldo Oliveira Santos;
  • Ricardo Luiz da Cunha Rabêlo;
  • Marcelo Rocha Lima;
  • Marcos Americo Vieira Pessôa.

NA FAB, foram promovidos:

  • Major-Brigadeiro Intendente Alexandre Falconiere de Torres;
  • Major-Brigadeiro do Ar Mário Sérgio Rodrigues da Costa;
  • Major-Brigadeiro do Ar Sergio Barros de Oliveira;
  • Brigadeiro Intendente José Lopes Fernandes;
  • Brigadeiro do Ar Antonio Marcos Godoy Soares Mioni Rodrigues;
  • Brigadeiro do Ar Fábio Luís Morau;
  • Brigadeiro do Ar Clauco Fernando Vieira Rosseto;
  • Brigadeiro do Ar Alessandro Cramer;
  • Brigadeiro do Ar Rodrigo Gibin Duarte

Por Poder360