O aumento do preço no gás de cozinha tem sido a preocupação de muitos consumidores na hora de fazer o orçamento. Por isso, o Procon Tocantins destaca a importância de pesquisar por preços mais baixos.

E para ajudar nesta economia na hora da compra, o órgão de defesa do consumidor realizou entre os dias 2 e 4 deste mês, uma pesquisa de preço do gás de cozinha em dez cidades do Estado. Todas as informações estão disponíveis no site do órgão.

Os preços pesquisados revelam que os maiores valores foram encontrados em Araguaína, com o botijão chegando a custar R$110,00, e em segundo lugar Guaraí, a R$105,00. A pesquisa foi realizada em Palmas, Araguaína, Araguatins, Colinas, Dianópolis, Gurupi, Guaraí, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional e Tocantinópolis.

Ao todo foram pesquisadas 115 distribuidoras nas nove cidades. Os valores são referentes a compras a vista do botijão de 13 kg do produto, usado em fogões convencionais.

O gerente de fiscalização do órgão de defesa do consumidor, Magno Silva, destaca que a pesquisa é importante para que o consumidor tenha uma estimativa de valores na hora de ir às compras.

“O ideal é sempre está atento aos valores praticados. A recomendação do Procon é que o próprio consumidor pesquise antes de comprar qualquer produto que seja. Para ajudar, o Procon Tocantins pesquisa os valores do gás de cozinha e disponibiliza os resultados através do nosso site”, afirma Silva.

Palmas

 Em Palmas, a variação encontrada foi de 17,65% nos valores, o que representa um valor médio de R$15,00. Ao todo, 33 estabelecimentos foram pesquisados e os valores variam de R$85,00 a R$100,00.

Na capital a pesquisa foi realizada em todas as regiões, sendo sul, central, norte, Taquaralto, além do distrito de Taquaruçu.

 Araguaína

 Em Araguaína, a cidade onde a pesquisa apontou o maior valor praticado entre as cidades pesquisadas, com o gás de cozinha chegando a custar R$110,00. O menor preço foi R$90,00 e a variação chegou a 22,22%, o que representa R$20,00. Ao todo foram pesquisadas 25 distribuidoras espalhadas pela cidade.

 O superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, destaca o motivo do aumento nos preços. “De maio de 2020 até janeiro deste ano os reajustes realizados pela Petrobrás já somam mais de 50%, com uma média de aumento de 5% ao mês nos valores do produto, o que consequentemente fez com que as distribuidoras aumentassem o preço que é cobrado aos consumidores”, explica Viana.

 Araguatins

 Em Araguatins, região do Bico do Papagaio, o gás de cozinha foi encontrado entre R$95,00 e R$100,00. A variação entre os valores chegou a 5,26%, que na prática representa R$5,00. Na cidade seis distribuidoras foram pesquisadas.

 Guaraí

 Já no município de Guaraí, o Procon Tocantins pesquisou oito distribuidoras do produto. A variação encontrada foi de 10,53%. O maior preço praticado na cidade é R$105,00 e o menor R$95,00.

 Gurupi

Em Gurupi os agentes de fiscalização do Procon Tocantins pesquisaram 22 estabelecimentos. A variação apontada foi de 6%, que representa R$5,00. O produto com o menor valor encontrado ficou na casa dos R$85,00, enquanto o mais caro, R$90,00.

 Paraíso do Tocantins

 No município de Paraíso do Tocantins a pesquisa revelou pequena variação entre o mais em conta e o maior valor, a variação é de 8,24%, o que corresponde a R$7,00. O menor valor encontrado pelos agentes foi R$85,00 em três distribuidoras. Já o maior valor foi de R$92,00, identificado em 4 estabelecimentos. No total, 17 distribuidoras foram pesquisadas no município.

Porto Nacional

 Em Porto Nacional foram pesquisados nove estabelecimentos que ofertam o produto. O maior valor identificado foi R$100,00 e o menor foi R$95,00, encontrado em apenas uma distribuidora. A diferença entre os valores foi de R$5,00, correspondendo, matematicamente , 5,26%.

Colinas do Tocantins

Em Colinas do Tocantins foram pesquisadas 11 distribuidoras espalhadas pelo município. O botijão de gás teve o menor valor na casa dos R$85,00 e o maior, R$95,00, apresentando uma variação de 11,76% nos valores, um resultado na prática de R$10.

 Dianópolis

A pesquisa de preço revelou que Dianópolis, município que fica a 346 km da Capital Palmas, uma variação de 3,16%, correspondendo a cerca de R$3,00. A pesquisa foi realizada em oito estabelecimentos e apontou o botijão variando entre R$95,00 e R$98,00.

Tocantinópolis

 A cidade de Tocantinópolis foi a que apresentou a menor variação entre os município pesquisados, 0%. Em todos os nove estabelecimentos pesquisados, o valor encontrado foi de R$100,00.

Em caso de denúncias, o consumidor deve entrar em contato por meio do Disque 151, ou por meio do Whats Denúncia no (63) 99216-6840. Para formalizar a denúncia, é preciso checar bem as informações, apresentar comprovantes e fotos para subsidiar as ações de fiscalização.