O secretário da Indústria, Comércio e Serviços (SICS) e presidente da Agência de Mineração do Tocantins (Ameto), Tom Lyra, esteve reunido no dia 7 deste mês com o Gerente Regional da Agência Nacional de Mineração (ANM), Fábio Lúcio Martins. O encontro teve como objetivo apresentar a estrutura da Ameto, tratar do início de visitas técnicas às empresas mineradores da Capital e a data para o evento da assinatura do acordo de cooperação técnica entre a ANM e a Ameto.

Geração de renda

Durante o encontro, o presidente da Ameto destacou o potencial da mineração do Estado, não apenas para o desenvolvimento dos municípios, mas para a garantia de fonte de renda para os moradores. “Atualmente, temos 39 municípios atuantes na exploração e arrecadação dos recursos minerais. Além disso, 85 empresas estão em operação no Estado, sendo que destas, 64 arrecada CFEM para os municípios em que estão alocadas”, concluiu.

Logística favorável

Fábio Martins admitiu o potencial tocantinense para a indústria. “ O Tocantins é rico em minérios, e tem uma logística favorável para a mineração. Dentre as principais substâncias minerais extraídas no Estado, estão o Granito, Argila, Ouro, Areia e Calcário. Este último, é responsável por 78,32% na arrecadação do CFEM no Tocantins”, apontou.