O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e parceiros realizam virtualmente na próxima sexta-feira, 19, o seminário Agro Innovation 2021, tecnologia de precisão no campo, 4.0. O evento é voltado para agricultores, docentes, universitários, associações, cooperativas, empresas ligadas ao agronegócio, entre outros. O seminário ocorre na plataforma da Seagro, a partir das 8 horas, e os interessados devem fazer a inscrição no endereço: https://www.sympla.com.br/agro-inovattion-i-seminario-agricultura-40__1120606.

Na programação, constam palestras sobre sustentabilidade na agroindústria; revolução no campo com startups e blockchain; transformação digital no agronegócio; geomonitoramento e rastreabilidade; e oportunidades e desafios ao longo da cadeia produtiva na agricultura.

“O Tocantins é genuinamente agropecuário, portanto temos que incentivar o uso tecnológico na agricultura mais produtiva e sustentável. É preciso debater cada vez mais a importância da inovação, da sustentabilidade e da comunicação no agronegócio para conseguirmos conquistar novos mercados com credibilidade. Portanto, escolhemos esse tema inovador para realização deste seminário, Agro Innovation 2021”, destaca o secretário da Seagro, Jaime Café, reforçando que o Governo do Tocantins incentiva os produtores rurais na busca de novas tecnologias para o avanço da produção e produtividade no campo.

De acordo com a gerente de Desenvolvimento Tecnológico da Seagro, Valéria Pereira Mota, a transformação digital tem um papel estratégico para o desenvolvimento da agricultura, permitindo maior inteligência e compartilhamento de informações e conhecimentos. “No seminário, será discutida a importância da inovação tecnológica e suas contribuições para o desenvolvimento da agricultura. Além disso, pretende incentivar produtores para a adoção de tecnologias digitais com o intuito de obter eficiência energética, econômica e ambiental”, cita.

A gerente lembra ainda que o mundo está na nova era do agro, o nascimento da indústria 4.0, onde as novas tecnologias digitais estão sendo determinantes para o aumento da produtividade nas lavouras. “Além de trazer diversas possibilidades mais assertivas nas tomadas de decisão para o agricultor, também oferece informações vitais e precisas para o acompanhamento de todo ciclo agrícola na propriedade. Esse ciclo de transformações tecnológicas tem como características velocidade, conectividade, autonomia, fusão de tecnologias no campo”, complementa.

Mesa-redonda

No final, serão realizados debates sobre os temas abordados, sendo intermediados pela moderadora Valéria Pereira Mota, que é mestre em Modelagem Computacional de Sistemas e gerente de Desenvolvimento Tecnológico da Seagro, com a participação da professora da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Flávia Lucila Tonani Siqueira; do diretor de Agrotecnologia, tecnologias e sociobiodiversidade da Seagro, Fernando Garcia; do consultor em Inovação e Transformação Digital, Pompeo Scola; e da engenheira de Alimentos, doutora em Química e gerente de Fomento à Agroindústria da Seagro, Verônica França.

Participam também do evento a empresa Markestrat, a Universidade Beira Interior (UBI), a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Universidade Católica do Tocantins, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Superintendência Federal de Agricultura (SFA/TO), a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), o Instituto Federal da Educação, Ciências e Tecnologia do Estado do Tocantins (IFTO), o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Tocantins (Fapt), a Organização das Cooperativas do Brasil – TO, a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins e o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). Para outras informações, ligar no telefone: 3218-2112.