O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Fomento, reabriu o Programa de Crédito Mobilidade Urbana, que agrega ativação de recurso para capital de giro para sanar despesas ocasionadas pela pandemia. O Programa, com duração de um ano, atenderá profissionais, pessoas físicas ou jurídicas, microempresas, microempreendedores individuais (MEI), que sejam portadores de permissões para atuar como taxista ou mototaxista.

A ação foi bastante elogiada pelos profissionais taxistas e mototaxistas, que manifestaram imensa gratidão com a inserção de capital para as despesas, com a taxa de juros subsidiada.

Segundo a presidente da Agência de Fomento, Denise Rocha, com a liberação de capital de giro, os taxistas e os mototaxistas poderão equilibrar a situação econômica da classe e impulsionar o seu negócio. “Foi uma solicitação, do governador Mauro Carlesse, que a Agência de Fomento estudasse as demandas dos empreendedores do Estado com intuito de contribuir com a retoma econômica durante essa fase gerada pela pandemia. E em reunião com os presidentes dos Sindicatos de Taxistas do Estado e de Mototaxistas de Palmas, optamos por ativar a linha de Mobilidade Urbana, acrescido do benefício com capital de giro para sanar as despesas, como IPVA, seguro, dentre outros”, pontua.

A presidente do Sindicato dos Taxistas do Tocantins, Eunice Rodrigues, relata que geralmente a busca dos taxistas é por financiamento de veículos, mas que, nesse ano atípico, recebeu a solicitação em outra vertente também. “Fomos acionados por inúmeros profissionais que falaram das contas que se acumularam nesta pandemia e que careciam de financiamento em um valor menor, e acessível, para quitar suas pendências financeiras. Levamos essa demanda à Agência de Fomento, fomos atendidos de imediato, e todos ficaram agradecidos pela excelente taxa de juros e a disposição do capital de giro”, afirma.

Para a solicitação de capital fixo, direcionado para a aquisição de bens, os taxistas podem solicitar o valor máximo estabelecido em 80% do valor da Nota Fiscal (NF), ou em 100% do valor da NF, onde consecutivamente é diferenciado pela garantia do bem ou o bem conjunto, com o aval financeiro. No que se refere ao capital de giro, os taxistas poderão solicitar até R$ 5 mil e os mototaxistas até R$ 3 mil, com garantia de aval.

Taxistas

Os taxistas do Tocantins interessados na linha de crédito poderão solicitar o capital fixo (aquisição de bens) e misto (fixo e giro) com taxa de juros de 1,19% ao mês, prazos de até 60 meses e carência de até 2 meses. Mas, se optar por solicitar o capital de giro isolado, a taxa de juros seguirá em 1,39% ao mês.

Mototaxistas

Os mototaxistas também poderão solicitar o capital fixo, de giro ou misto, no entanto os prazos seguem em até 48 meses, com até 2 meses de carência e taxa de juros de 1,19% ao mês. A solicitação do capital de giro de forma isolada também seguirá com taxa de 1,39% ao mês.