O ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), que na tarde de ontem, 6, declarou não ser mais candidato ao governo do Estado, está neste momento reunido com integrantes da coligação formada por ele para disputar as eleições gerais. Amastha havia marcado uma coletiva com a imprensa, que aconteceria na manhã desta, terça-feira, 7, mas adiou o encontro, sem justificativa.

Entre os presentes na reunião, que ocorre a portas fechadas na Capital, , estão os candidatos ao Senado Federal pela chapa, Vicentinho Alves (PR) e Ataídes Oliveira (PSDB), o vice de Amastha, Oswaldo Stival, e o deputado Osires Damaso (PSC).

O grupo dialoga com o ex-prefeito para ele continuar na disputa. Uma fonte ouvida pelo T1 afirmou que “todos estão correndo para desenrolar a confusão criada pelo anúncio da renúncia de Amastha”. Outra fonte afirmou que a majoritária “quer uma explicação mais convincente” sobre os motivos de sua desistência.

Entenda

Um dia após realizar sua convenção partidária, o ex-prefeito de Palmas desistiu de disputar o cargo de governador do Tocantins nas eleições 2018. Em vídeo divulgado nas redes sociais o ex-candidato conta seus motivos e afirma que “nunca fez nada que prejudicasse o povo de Palmas como prefeito”. Agradecendo à família Stival e ao senador Vicentinho, sobre quem afirma ter mudado de ideia, o ex-prefeito de Palmas justifica: “com a saída do PC do B e do PTB do projeto (…) perde a essência o projeto”. ( As informações são do T1 Notícias)