Um homem morreu após usar supercola no lugar de preservativo na Índia, informou a polícia local.  Segundo as autoridades indianas, o produto levou o jovem a ter um choque séptico – que é o estágio mais grave de uma infecção que se alastra pelo corpo e afeta vários órgãos.

Salman Mirza, de 25 anos, também teria feito uso de drogas com a namorada antes de manterem relações sexuais em um hotel da cidade de Ahmedabad, no oeste do país.

Segundo relatos da polícia local ao “The Times of India”, o jovem teria decidido usar cola epóxi na genitália porque o casal não tinha preservativos. A substância foi inalada em uma mistura tóxica, o que “piorou” o estado de saúde do indiano e o levou ao choque séptico.

O rapaz foi encontrado desacordado na manhã seguinte e foi encaminhado para um hospital, mas não resistiu. A polícia indiana investiga o caso como morte acidental, segundo o jornal.