O Hospital Infantil de Palmas deve ser desativado até o dia 31 de maio, informou a Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins. Os pacientes e a estrutura da unidade serão transferidos para uma nova ala do Hospital Geral de Palmas, especializada em pediatria, que está em fase final de acabamento.

 

De acordo com a secretaria, a nova ala é separada da estrutura principal do HGP e conta com entrada própria. A gestão da pasta avalia que mesmo com a transferência, não há aumento do risco de contaminação das crianças pela Covid-19.

 

O custo da nova ala foi inteiramente financiado pelo Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (ITPAC), que possuía débitos em aberto com o Governo do Tocantins e quitou a dívida por meio da construção desta obra.

 

Segundo a SES, a ala pediátrica terá 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), pronto socorro e o dobro da capacidade atual de leitos clínicos. Segundo o Portal Integra, atualmente o Hospital Infantil possui oito leitos clínicos para casos de Covid-19 e outros 30 leitos clínicos para demandas gerais.

 

A SES disse que com relação aos servidores do hospital, “alguns serão removidos para a ala infantil e outros para o HGP”. A lista de quem vai para onde ainda não foi divulgada porque a necessidade está sendo avaliada pela superintendência de gestão profissional da SES.

 

O atual prédio do Hospital Infantil é alugado e a secretaria disse que pretende economizar R$ 100 mil com o valor do aluguel do imóvel.

 

Por  G1 Tocantins.