Logo depois que o impeachment do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi aprovado pela Câmara dos Deputados americana, na quarta-feira (18), começaram as reações contra e a favor do republicano.

 

Rudolph Giuliani, ex-prefeito de Nova York e advogado pessoal de Trump

“Os democratas da Câmara estão prestes a se desgraçar. Uma tentativa óbvia de golpe descrita como um ‘impeachment’. Hamilton previu que isso poderia acontecer se nossos políticos se tornassem incapazes de colocar o bem da nação à frente de seu desejo corrompido de poder. Um dia de vergonha”.

A presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, falando logo após o impeachment do presidente Trump, disse que hoje é “um ótimo dia para a Constituição”, mas “um dia triste para a América”. “Eu não poderia estar mais orgulhosa ou mais inspirada pela coragem moral dos democratas da Câmara. Nunca perguntamos a um deles como votariam. Nós nunca fizemos pressão por essa votação ”, disse ela.

Bernie Sanders, pré-candidato democrata à presidência

“Hoje é um dia triste, mas necessário para a democracia americana. A Câmara dos EUA votou pelo impeachment do presidente Trump, e esta é a coisa certa a se fazer”

Pete Buttigieg, pré-candidato democrata à presidência

“Nossos congressistas prestam juramento não ao partido, mas ao país. O juramento é ainda mais importante nos momentos mais difíceis. Hoje foi necessário que o Congresso defendesse o cumprimento da lei, nossa segurança nacional e nossa democracia de um presidente que coloca seus próprios interesses acima da América. Mas isto não é apenas sobre este momento ou este presidente. É sobre a democracia em si. É sobre a era que virá após esse presidente deixar o cargo. Mais do que nunca, precisamos de liderança para recolher as peças e mover nossa nação adiante.”

Carol Miller, deputada republicana da Virgínia Ocidental

“Esta noite a Câmara dos Deputados dos EUA votou de forma partidária pelo impeachment do presidente Donald Trump. Um dia muito triste para a América”.